24/10/2020 às 00h15min - Atualizada em 24/10/2020 às 00h01min

Passagens aéreas apresentam preços abusivos

Cobranças e taxas excessivas assustam consumidores

Gabriela Pereira - Editado por Ana Paula Cardoso
REPRODUÇÃO: MARCELO CAMARGO/ AGENCIA BRASIL
A procura por passagens aéreas aumenta consideravelmente em períodos de festas, mesmo com a pandemia do coronavírus, as estimativas são altas para essa época, o que faz com que o valor das passagens aumente proporcionalmente devido a procura.

Consumidores têm reclamado da alta dos preços cobrados pelas companhias aéreas nos voos nacionais. Além da passagem, o passageiro tem a opção de fazer a marcação do seu assento e do despacho de bagagem por custos adicionais.

De acordo com Lucirene Pereira, passageira frequente “Eu me sinto lesada, além de pagar caro na passagem, ainda tem as taxas de embarque e a marcação de assento, mesmo que não seja obrigatório. Acredito que toda essa divisão e marcação é excludente, pois os piores assentos são reservados para quem não optou pela marcação”, declarou. 

Em nota, a Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC) afirmou “Trata-se de um serviço gerenciado pelas empresas aéreas conforme suas estratégias comerciais. Em todo o mundo, as companhias aéreas têm liberdade para implementar esse serviço de acordo com a política comercial de cada empresa”.

MARCAÇÃO DE ASSENTOS

Em 2019, o PROCON-SP multou as companhias aéreas pela marcação de assento, por entenderem que a cobrança não traz nenhum beneficio ao consumidor e que isso caracteriza preços abusivos.



 
DESPACHO DE BAGAGENS

O passageiro também pode optar pelo despacho de bagagem. No entanto, pode transportar até 10 quilos na bagagem de mão gratuitamente.

Os valores variam em cada companhia e tem alterações dependendo do peso e tamanho da bagagem a ser despachada.
Toda essa movimentação e mudanças na forma de viajar foram pensadas para melhorar a qualidade do atendimento e baratear os custos para o passageiro. “Eu não senti nenhuma melhora, para falar a verdade, parece que piorou, antigamente era muito divertido voar, pois era uma experiência gratificante, hoje em dia é muito estressante”, ressalta Lucirene.

PROJETO DE LEI

O ex-presidente Michel Temer sancionou uma medida provisória que tinha como objetivo obter a gratuidade das bagagens até 23 quilos, apesar de ter sido amplamente discutida e o assunto ter repercutido muito, nada foi aprovado até o fechamento dessa matéria.





REFERÊNCIAS: 

L.QUINTINO. PROCON-SP MULTA LATAM, GOL E AZUL POR COBRANÇA DE ASSENTO. VEJA. 6 DE JUNHO DE 2019. DISPONÍVEL EM:

B.TONI. COBRANÇA POR MARCAÇÃO DE ASSENTO NO AVIÃO: TIRE SUAS DUVIDAS. ESTADÃO. 27 DE JULHO DE 2018. DISPONÍVEL EM:
 

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »