02/12/2020 às 19h35min - Atualizada em 02/12/2020 às 19h29min

Com direito a quatro gols de Giroud, Chelsea derrota o Sevilla na Espanha

Atacante decide jogo com agilidade nas finalizações e leva time inglês à liderança do Grupo E

Léo Abrantes - editado por Stefany Cardoso
Giroud comemorando um de seus gols contra o Sevilla (Foto: Getty Images)
Chelsea e Sevilla se enfrentaram nesta quarta-feira (02), em Sevilha, na Espanha, no Estádio Ramón Sánchez Pizjuán, válido pela 5ª rodada da fase de grupos da Liga dos Campeões da Europa. Todos os gols da partida foram marcados por Olivier Giroud, que agora é o jogador mais velho a marcar três gols numa mesma partida de Liga dos Campeões.
 
Com essa vitória, o Chelsea dispara na liderança do grupo com 13 pontos, deixando o Sevilla na 2ª posição, com 10 pontos. Apesar de matematicamente ser possível os Losiblancos se tornarem líderes, será preciso tirar uma diferença de 13 do saldo de gols.
 
PRIMEIRO TEMPO
 
O começo de jogo começou a melhor para os Blues, que conseguiam fazer uma pressão alta eficiente e recuperar a posse rapidamente. O jogo da equipe inglesa era pelas laterais, principalmente pela direita com Hudson-Odoi e Kai Havertz, e chegava com facilidade na grande área do Sevilla, com duas finalizações em pouco tempo. A pressão inicial do Chelsea foi ainda mais eficiente quando Giroud carregou a bola pelo lado direito, ajeitou a bola para o pé esquerdo e balançou as redes. Aos oito minutos, 1x0.
 
Logo após o gol, o cenário visto nos primeiros minutos de partida mudou. O Chelsea havia feito uma pressão forte inicialmente, e após o gol, diminuiu a intensidade e resolveu dar mais a bola para o Sevilla. A equipe espanhola enfrentava dificuldades de conseguir passar da defesa dos ingleses, mas com insistência algumas oportunidades surgiram. Aos 18 minutos, os Rosiblancos quase empataram o marcador após uma sequência de oportunidades dentro da grande área.
 
Mesmo assim, o Chelsea não se defendia apenas, pois conseguia sair em velocidade e pegar a defesa espanhola desarrumada, mas dificilmente levava perigo. Por volta dos 35 minutos, o Sevilla tinha mais de 58% de posse de bola e controlava mais a partida, porém, sem levar muito perigo ao goleiro Mendy, apenas rondava a grande área. As maiores chances da equipe espanhola eram por bola parada, dado que o Chelsea fizera faltas perto da grande área ao longo da partida.
 
Ao fim do 1º tempo, foram dez finalizações para o Sevilla, porém seis bloqueadas; enquanto isso, os Blues finalizaram seis vezes ao gol. Apesar do domínio espanhol durante grande parte da partida, o goleiro Mendy fez apenas duas defesas, algo que mostra a pouca eficiência do ataque espanhol.
 
SEGUNDO TEMPO
 
Diferentemente do 1º tempo, a segunda etapa começou mais equilibrada, com mais espaços para ambas as equipes. O Sevilla manteve a postura mais a frente, já que estava perdendo, e o Chelsea avançou um pouco mais suas linhas, conseguindo superar mais facilmente os defensores da equipe espanhola com passes rápidos. E justamente numa boa troca de passes, Kovacic colocou Giroud em ótima posição para passar do zagueiro e dar uma cavadinha para o gol. Chelsea amplia o marcador aos nove minutos, 2x0.
 
Aumentando a diferença de postura da primeira etapa, o Chelsea, após marcar um gol, dessa vez não recuou. Ainda pressionava a saída de bola e buscava o gol com frequência. O Sevilla teve bastante dificuldades na fase ofensiva o jogo todo, e com uma superioridade da equipe inglesa nesta segunda etapa, os Losiblancos tiveram ainda mais dificuldades de tentar reverter o placar.
 
Com o passar do tempo, o Sevilla buscou opções no banco para melhorar a equipe, entrando jogadores como Lucas Ocampos e Jules Koundé, mas não surtiram muito impacto, até porque os Blues mantiveram uma postura superior e diminuíram as oportunidades do Sevilla. Já as modificações do Chelsea foram mais importantes para manter o ritmo: Kanté, Mason Mount e Ziyech entraram e ajudaram ainda mais a equipe inglesa a manter o resultado.
 
Em uma das investidas do Sevilla ao ataque, a bola foi recuperada pelo Chelsea, que saiu em contra-ataque, e Kanté cruzou para o seu compatriota Giroud marcar de cabeça. Hat-trick do francês e 3x0 para os Blues, aos 29 minutos. E ainda não satisfeito com três gols na partida, Giroud foi derrubado na área, aos 38 minutos, e ele mesmo converteu a penalidade máxima, anotando o 4x0 no placar, todos marcados por ele.
 
No saldo final da partida, o Sevilla não conseguiu transformar a posse em gols. A equipe espanhola finalizou 17 vezes, mas com apenas três em direção ao gol; diferente do Chelsea, que finalizou 14 vezes e acertou sete vezes em direção ao gol. Além disso, dentre todas as chegadas dos espanhóis, apenas uma foi considerada como grande oportunidade.
 
PRÓXIMOS CONFRONTOS
 
O Sevilla retorna ao seu gramado para enfrentar o Real Madrid, pela 12ª rodada da La Liga, no sábado (5), às 12:15 (horário de Brasília). Também no sábado, o Chelsea volta para Stamford Bridge para enfrentar o Leeds United, pela 11ª rodada da Premier League, às 17:00 (horário de
Brasília).

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »