17/12/2020 às 18h28min - Atualizada em 17/12/2020 às 18h23min

Denúncia anônima leva Polícia de São Paulo ao Paraguai em busca de Paulo Cupertino

As investigações apontam que a motivação do crime possa ter sido a não aceitação do namoro de sua filha com o ator na época

Lorenzo Rivero - Editor: Ronerson Pinheiro
Paulo Cupertino é procurado pela polícia. Foto/Reprodução: PCSP
Após uma denúncia anônima de que Paulo Cupertino, estaria escondido em uma fazenda, na cidade de Liberación, no Paraguai, a Polícia de São Paulo foi à procura do criminoso. Cupertino está foragido desde o dia 9 de junho de 2019, após matar a tiros o ator Rafael Miguel e seus pais. As investigações apontam que a motivação do crime possa ter sido a não aceitação do namoro de sua filha com o ator na época. Câmeras de segurança flagraram o crime e o momento da fuga.

Cupertino está na lista dos criminosos mais procurados pela Polícia paulista. Na sexta-feira (11), a assessoria de comunicação da Secretaria de Segurança Pública (SSP), além de agentes do Departamento Estadual de Homicídios e de Proteção à Pessoa (DHPP), viajaram até o Paraguai onde permaneceram por cinco dias em busca do assassino. Segundo informações, Paulo estaria há aproximadamente 15 dias na fazenda. Uma outra suspeita é de que teria trabalhado em uma outra chácara na cidade Yataity del Guairá.

O dono da fazenda em Liberación, foi ouvido pelas autoridades no Paraguai, e negou ter dado moradia ao criminoso. Durante as buscas nenhuma pista foi encontrada que pudesse levar ao paradeiro de Cupertino.

Após ouvir o dono da fazenda, a Secretaria de Segurança Pública (SSP), divulgou uma nota que diz “O proprietário da fazenda foi interrogado pela Polícia do Paraguai, mas detalhes não podem ser passados para não prejudicar os trabalhos”.

Fuga

Cupertino teria fugido para o Paraguai com a ajuda do piloto de avião particular, Alfonso Helfenstein, dono de um sítio na cidade de Eldorado, no Mato Grosso do Sul, onde o criminoso ficou escondidos por cerca de 15 meses.

Um motorista de aplicativo afirmou as autoridades que teria transportado um passageiro identificado como Paulo Cupertino. Ainda segundo o motorista, o passageiro queria chegar logo à fronteira com a Bolívia, onde pegaria um táxi com placa boliviana.

Imagens de câmeras da rodovia de Corumbá, no Mato Grosso do Sul, gravadas no dia 25 de novembro, às 20h20, mostram um homem que seria Cupertino, logo após ter deixado o Paraguai. As imagens estão em poder das polícias Civil e Federal de Corumbá e serão periciadas.


Editora-chefe: Lavínia Carvalho. 








 
 
 
 
 
 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »