13/01/2021 às 20h21min - Atualizada em 13/01/2021 às 20h02min

Nos pênaltis, Barcelona bate Real Sociedad e é finalista da Supercopa da Espanha

Catalães sofrem sem Messi, mas conseguem vitória dramática nas penalidades

Rinaldo Pedrosa - editado por Stefany Cardoso
Equipe do Barcelona comemora vitória nos pênaltis (Reprodução: Instagram FC Barcelona)

Pela semifinal da Supercopa da Espanha, Barcelona e Real Sociedad se enfrentaram na tarde desta quarta-feira (13), no Estádio Nuevo Arcangel, em Córdoba.  Após empate no tempo normal de 1 a 1, a equie catalão conseguiu a vitória por 3 a 2 nas penalidades e se garantiu na decisão do torneio.

 

PRIMEIRO TEMPO

A primeira etapa teve um início lento, com o Barcelona controlando a posse de bola e o Real Sociedad marcando forte na saída, com a esperança de arranjar um contra-ataque. Tática essa que deu certo, as primeiras chances de perigo foram do Real, chegando em cruzamentos e infiltrações na área, principalmente com o centroavante Izak

 

A equipe do técnico Ronald Koeman, por sua vez, sofria com a ausência de Lionel Messi, e tinha dificuldades no terço final do campo. Com uma forte marcação da equipe adversária, o Barcelona pouco criou e apostou mais na velocidade do seu ponta direita Dembelé. O primeiro tempo seguiu o mesmo roteiro, O Barça rodava a bola, sem objetividade, enquanto o Sociedad apostava suas fichas nos contra-ataques. Até que aos 40 minutos, após uma grande troca de passes na intermediária, Griezmann cruzou na área e encontrou De Jong bem posicionado para abrir o placar. Foi apenas a quarta finalização do Barcelona na partida. Sem nenhum tempo adicional, a primeira metade do jogo parou por aí.

SEGUNDO TEMPO

A segunda etapa começou tensa, logo aos 5 minutos, em um contra-ataque, Merino cruzou na área e a bola bateu na mão do meia De Jong. De pênalti, Oyarzabal empatou o placar para o Sociedad
 

As duas equipes ainda ensaiaram um segundo tempo mais movimentado, se lançando mais ao ataque e, consequentemente, gerando espaços na defesa. Entretanto, o ímpeto ofensivo parou na metade final do jogo, sem grandes oportunidades de mudar o placar. Tanto Barcelona, quanto o Real, pareciam aceitar o resultado e arrastaram o jogo até a prorrogação.

 

PRORROGAÇÃO

Na prorrogação, o Real Sociedad tomou as rédeas da partida, com as melhores chances de gol, colocou o goleiro Ter Stegen para trabalhar, o obrigando a operar grandes defesas. Se na defesa a equipe blaugrana ia bem, não podia se dizer o mesmo do ataque, com Griezmann e Dembelé desperdiçando inúmeras oportunidades, o Barcelona não conseguiu balançar as redes. O cansaço das duas equipes era nítido e as chances foram diminuindom. Contudo, nos últimos instantes da partida, Januzaj, em uma bela cobrança de falta, acabou acertando a trave. Entretando, o resultado ficou por isso mesmo e a partida acabou indo para os pênaltis.
 

PÊNALTIS

Nas penalidades máximas, brilhou a estrela do goleiro alemão, Ter Stegen. Defendendo dois dos cinco pênaltis batidos, o arqueiro foi fundamental para a vitória do Barcelona por 3 a 2. Dembelé, Pjanic e Riqui Puig converteram para o catalães. Pelo lado do Sociedad, apenas Adnan Januzaj e Mikel Merino fizeram gol.

PRÓXIMOS CONFRONTOS

Na grande final, o Barcelona encara Real Madrid ou Athletic Bilbao, que se enfrentam nesta quinta-feira (14), às 17 horas (de Brasília), no Estádio La Rosaleda, em Málaga.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »