17/03/2021 às 13h35min - Atualizada em 17/03/2021 às 13h20min

Miranda é apresentado oficialmente como novo reforço do São Paulo

Após período sem clube, o jogador fará sua segunda passagem nos gramados do tricolor

João Oliveira - Editado por Juan Camilo
Miranda é apresentado oficialmente pelo São Paulo. Reprodução / São Paulo oficial.
Como havia confirmado à TV Globo por meio do presidente Julio Casares, o São Paulo anunciou, na manhã dessa quarta-feira (17), de forma oficial o retorno do zagueiro João Miranda para integração do elenco de Hernán Crespo. O experiente jogador que defendeu o Tricolor Paulista entre 2006 a 2011, volta ao clube após quase 10 anos de carreira internacional.

Assim como mencionado pelo presidente Tricolor, Miranda terá contrato de um ano e nove meses junto ao clube e receberá bônus salarial de acordo com produtividade e metas alcançadas, além de receber um salário fixo (não informado).
 
CARREIRA INTERNACIONAL

Após se tornar multicampeão no Brasil, Miranda decidiu construir parte de sua carreira em território europeu. Portanto, deixou o Tricolor do Morumbi e transferiu-se ao Atlético de Madrid, clube que defendeu entre os anos de 2011 a 2015. Pelo Atlethic, o zagueiro obteve a marca de 178 jogos, 13 gols e conquistou cinco títulos em território espanhol.

Contudo, já aos 30 anos de idade, o jogador se despediu dos Colchoneros para defender as cores da Inter de Milão. O clube contou com o futebol do zagueiro por quatro temporadas, foram 121 jogos com apenas um gol marcado e nenhum título no período em que esteve presente na Itália.

Antes de retornar ao Brasil, Miranda ainda teve passagem pelo Jiangsu Suning, da China. O zagueiro que teve rescisão contratual em comum acordo junto à Internazionale, encerrou sua passagem em 2019 para atuar no futebol chinês. Por lá, em duas temporadas Miranda esteve presente em 28 jogos, marcou em duas oportunidades e ainda conquistou um título pelo clube.
 
SELEÇÃO BRASILEIRA

Pela seleção Canarinho, Miranda tornou-se figurinha carimbada com diversas convocações ao longo da carreira. O zagueiro teve sua primeira convocação pelo Brasil em 20 de agosto de 2007 em amistoso diante da Argélia. No entanto, sua estreia nos gramados aconteceu somente em 2009, em jogo válido da Copa das Confederações.

Ainda assim, o zagueiro passou bom tempo fora do elenco da seleção, tendo sua reestreia somente em 2013 a pedido de Luis Felipe Scolari, quando voltou a assumir o comando da equipe. Contudo, mesmo com a expectativa, Miranda ficou apenas na lista de pré convocados para a disputa da Copa do Mundo de 2014.

A partir de 2015, o zagueiro passou a ter regularidade na defesa titular brasileira junto a David Luiz. Nesse período, participou da Copa América de 2015 e, também, da Copa América Centenário de 2016. Já em 2018, teve sua primeira participação efetiva em Copa do Mundo, sendo um dos zagueiros titulares do técnico Tite.

Com a amarelinha, o zagueiro tem a marca de 58 jogos, com três gols marcados e quatro títulos conquistados, sendo eles uma Copa das Confederações (2009), dois Superclássicos das Américas (2014, 2018) e uma Copa América 2019, último título conquistado da seleção brasileira e primeiro da atual era Tite.
 
O QUE ESPERAR?

Aos 36 anos, o jogador que estava sem clube chega para compor o elenco Tricolor em busca de novos desafios. Miranda esteve presente no tricampeonato brasileiro de 2006, 2007 e 2008 pelo São Paulo e a torcida espera contar com o zagueiro para voltar a encontrar o caminho dos títulos que tanto pedem.

No entanto, ainda não se sabe como o novo comandante Hernán Crespo irá utilizá-lo na equipe. Tendo em vista que o técnico argentino tem uma preferência pelo jogo com três zagueiros. Assim sendo, Miranda pode se encaixar nessa composição, já que na conquista do tri brasileiro o jogador viu o São Paulo ser campeão fazendo parte dessa formação com três zagueiros em campo.

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »