13/04/2021 às 13h53min - Atualizada em 13/04/2021 às 13h51min

Com gol contra, São Paulo vence o Red Bull Bragantino pelo Campeonato Paulista

“O time foi perfeito”, disse Crespo sobre a partida de placar magro contra adversário que estava invicto na competição

Lucas Godois - editado por Anna Voloch
Jogadores comemorando o único gol da partida (Foto: Reprodução/São Paulo FC)
O São Paulo venceu o Red Bull Bragantino por 1 a 0, com gol contra de Léo Ortiz, no Morumbi, pela sétima rodada do Campeonato Paulista, na última segunda-feira (12). O Tricolor fez o seu segundo jogo em menos de 48 horas. O time é o líder do Grupo B, com 13 pontos, e detentor do melhor ataque da competição, com 16 gols. Entretanto, foi a sólida defesa que se destacou na partida, parando o adversário que estava invicto. O Bragantino é o líder do Grupo C com 11 pontos, mas tem dois jogos a mais que o Palmeiras, segundo colocado.

PRIMEIRO TEMPO

O jogo começou com as duas equipes se estudando, sem arriscar muito, trocando bastante passes laterais. A primeira chegada com perigo foi aos dez minutos, em um escanteio cobrado por Daniel Alves, no qual o zagueiro Léo desviou de cabeça obrigando o goleiro Cleiton, do Massa Bruta, fazer uma defesa no reflexo. Aos 22, Vitinho tentou afastar, mas jogou para dentro de sua área, e Arboleda, camisa 5 do Tricolor, tocou para o meio e Pablo apareceu chutando mascado. A bola passou no canto direito, levando perigo.

Como já é costume do São Paulo de Crespo, a equipe conseguiu se impor no jogo através da posse de bola: na primeira etapa foram 62%, tentando dar volume ao ataque. O Bragantino usou do contra-ataque para tentar chegar ao gol adversário, porém a zaga Tricolor fez bem em anular quase que totalmente as ações dos principais jogadores, Artur e Claudinho.

Aos 34, em uma das poucas escapadas que concretizam em finalização para o Red Bull, o centroavante Ytalo recebeu e rolou na frente para Claudinho, que bateu cruzado, obrigando o goleiro Volpi a intervir. A etapa inicial terminou empatada em 0 a 0.

SEGUNDO TEMPO

Aos cinco minutos, Pablo deixou a bola com Reinaldo e avançou, o lateral deu para Daniel Alves, que de cavadinha tentou achar Luciano, mas o atacante não alcançou a bola e sobrou para Pablo chutar para o gol vazio, porém nem comemorou: o bandeirinha já tinha marcado o impedimento. Aos 16, Luciano tocou forte para o Rodrigo Nestor, que perdeu a dividida com Artur, do Bragantino, e a bola sobrou com Ytalo, que chutou forte de muito longe, passando com perigo ao lado esquerdo da meta são paulina.  

Aos 25, Luciano tocou para Reinaldo, que avançou até a linha de fundo e bateu cruzado. O goleiro Cleiton fez a defesa para o meio da área, a bola esbarrou no zagueiro Léo Ortiz e acabou morrendo no fundo das redes, o gol contra abriu o placar. O São Paulo teve apenas duas finalizações em todo o segundo o tempo, contra quatro do Bragantino, que não acertou nenhuma em direção ao gol.

O Tricolor fez muitas faltas, principalmente para parar os contra-ataques: foram 23 em todo o jogo, contra 11 do rival. O placar terminou em 1 a 0 para o Clube da Fé.

PRÓXIMOS CONFRONTOS

O São Paulo entra em campo na próxima quarta-feira (14), conta o Guarani, às 21h30, pelo Campeonato Paulista, fazendo o terceiro jogo em cinco dias. Já o Red Bull Bragantino visitará a Inter de Limeira, na quinta-feira (15), às 20h, pelo mesmo torneio.

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »