14/04/2021 às 00h29min - Atualizada em 14/04/2021 às 00h24min

Porto vence o Chelsea com um golaço, mas não evita a eliminação nas quartas de final da Champions League

Os dragões ganharam por 1 a 0 com belo gol de bicicleta de Taremi, mas a derrota por 2 a 0 no jogo de ida deu a classificação para os Blues

Wagner Maciel - editado por Anna Voloch
Jorginho e Sérgio Oliveira disputam a bola no acirrado confronto das quartas (Foto: Reprodução/Cristina Quicler/AFP)

Após uma vitória por 2 a 0 na partida de ida das quartas da Champions, o Chelsea alcançou a tão desejada semifinal da maior competição de clubes do mundo, após sete anos. A equipe de Londres enfrentou o Porto no estádio Ramón Sánchez Pizjuán, em Sevilha, na última terça-feira (13). Mesmo sendo derrotados por 1 a 0, os ingleses passaram para a etapa que não chegavam desde a temporada 2013/14. Naquela ocasião, o Atlético de Madrid de Simeone foi superior ao plantel de José Mourinho, derrotado por 3 a 1 em casa.
 
Por conta de medidas sanitárias em Portugal e na Inglaterra, as equipes tiveram de se enfrentar em campo neutro. Esse fator contribuiu para confrontos com menor favoritismo, no primeiro e no segundo jogo. Tal falta de favoritismo deu à equipe de Fernando Santos uma postura arrojada, mas insuficiente para reverter o resultado construído no primeiro embate. O classificado Chelsea espera o oponente que passar do duelo entre Liverpool x Real Madrid, nesta quarta-feira (14).
 
PRIMEIRO TEMPO
 
O time liderado pelo brasileiro Pepe se atirou ao ataque logo nos primeiros minutos de jogo. O volume proposto pelos azuis e brancos, com oito ou nove jogadores pressionando, fez o Chelsea se compactar completamente no campo de defesa, passando a apostar em contra-ataques pouco perigosos. 
 
Tuchel mudou algumas peças que haviam iniciado o primeiro jogo, como Werner e Kovacic, e viu seus atacantes participando com maior percentual de participação e dinamismo no jogo. Entretanto, os jogadores da linha de frente finalizaram de forma pouco precisa. Ao todo, as equipes chutaram apenas oito vezes, sendo três do Chelsea e cinco do Porto, mas nenhuma no alvo. Com isso, a etapa inicial terminou empatada em 0 a 0.
 
SEGUNDO TEMPO
 
Na segunda etapa, os técnicos mantiveram os mesmos jogadores dentro de campo. Logo no primeiro minuto, Sérgio Oliveira, importante no jogo contra a Juventus, tomou o primeiro amarelo do jogo. Ao todo, o árbitro Clement Turpin aplicou apenas cinco cartões no duelo, todos para jogadores do Porto. A equipe de Tuchel foi superior nesse quesito, não tomando sequer um cartão nos dois jogos. 
 
Passados alguns minutos, Santos fez duas alterações fundamentais para a mudança no placar do jogo, mas tarde demais para classificar sua equipe. O português tirou Marko Grujic para a entrada de Mehdi Taremi e trocou também Manafá por Nanú. Aos 93 minutos, o camisa 31 cruzou para Taremi dar uma bicicleta magnífica de perna direita e encher as redes de Mendy, que não sofria um gol na Champions desde novembro, em uma vitória por 2 a 1 contra o Stade Rennais.
 
O resultado final foi de 1 a 0 para os portugueses, a primeira derrota do Chelsea na atual edição da Liga dos Campeões.

PRÓXIMOS CONFRONTOS
 
No próximo sábado (17), os Blues irão enfrentar o Manchester City, pela semifinal da Copa da Inglaterra. A partida ocorrerá em Stamford Bridge, casa do Chelsea. Já o Porto volta para Portugal para enfrentar o CD Nacional, pela 27ª rodada da Primeira Liga. Os dragões estão na segunda posição, com 60 pontos e buscam alcançar o rival Sporting, que ocupa a ponta da tabela com 66. 

 

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »