14/04/2021 às 18h05min - Atualizada em 14/04/2021 às 18h01min

Real Madrid joga com o placar à seu favor e vai às semifinais da UEFA Champions League

Sofrendo algumas vezes, os merengues apenas se defenderam na partida e jogaram nos contra-ataques, mas o jogo fica no zero para as equipes

João Fellipe Ramos - Editado por Juan Camilo
Defesa da partida (Foto: Reprodução/ Twitter Real Madrid)
Na última quarta-feira (14), o Liverpool recebeu em Anfield o Real Madrid, em partida válida pela UEFA Champions League. O jogo de ida acabou com 3 a 1 para os Merengues, dessa forma, os Reds precisavam de dois gols para se classificar. Entretanto, o resultado na Inglaterra ficou zerado e os mandantes se despedem da competição.
 
PRIMEIRO TEMPO
A partida começou com ritmo dos Reds, logo na primeira ação, Salah concluiu rasteiro no meio do gol, mas Courtois com o pé evitou o primeiro gol da partida com menos de cinco minutos de embate.

O Liverpool pressionou a saída de bola com cinco homens muito próximos à zaga dos Blancos, de forma a criar pressão forte para pegar os zagueiros em dificuldades.

Milner recebeu um passe na entrada da área, ajeitou para a perna direita e concluiu no ângulo, Courtois com seus 1,99m, se esticou e evitou uma pintura dos mandantes antes dos 15 minutos de partida.

Em um erro de passe, Benzema partiu sozinho e entortando os zagueiros, ao chegar na área, o atacante francês limpou para perna esquerda e finalizou rasteiro. Porém, a bola tocou na trave, e a defesa do Liverpool tiraram o perigo.

O jogo perdeu intensidade no decorrer dos minutos. Já o Real, sempre que tinha a bola cadenciava a bola, com toques laterais e pouca agressividade ofensiva, com isso o ritmo favoreceu os mandantes que com placar zerado classifica a equipe.

Os ingleses teve chances esporádicas, criou algum perigo e com Salah e Wijnaldum finalizaram por cima da meta de Courtois nos últimos minutos da primeira etapa. Por outro lado, os Merengues optou por segurar a bola nas laterais.

A primeira etapa começou com o Liverpool incendiando a partida e pressionando e criando as chances. Com o passar dos minutos, o Real segurou os avanços dos Reds e administraram a bola com passes para lateral e contensão. Assim o domínio no setor central do campo foi dividido de acordo com o decorrer da partida.

Firmino em finalização bloqueada (Foto: Divulgação/ Twitter Liverpool)

 
SEGUNDO TEMPO
Na volta, o Liverpool começou com a mesma intensidade do primeiro tempo. Firmino recebeu dentro da área, ao girar ficou de frente para Courtois, sua finalização foi rasteira e o goleiro merengue praticou mais uma defesa com menos de três minutos.

Jürgen Klopp observou a dificuldade de criação e conclusão dos Reds, dessa forma ele buscou duas alterações efetivas, colocando Diogo Jota e Thiago Alcântara, nos lugares de Kabak e Milner. Klopp optou por jogar com quatro atacantes, ou seja, foram para o tudo ou nada.

O poderio ofensivo dos Reds melhorou com as alterações, porém deu liberdade para o contra-ataque Merengue, dessa forma os times estavam em momentos diferente. Firmino teve outra oportunidade, depois da salvada de Arnold, o atacante brasileiro finalizou bloqueado.

Nos últimos 10 minutos, a equipe do Real Madrid gastou um pouco do tempo com as alterações, tirando Asensio e colocando Isco. Com isso, melhorou ainda mais o domínio visitante da posse de bola.

PRÓXIMOS CONFRONTOS
As equipes voltam a jogar por suas ligas nacionais. O Liverpool viaja ao Elland Road para enfrentar o Leeds United, na próxima segunda-feira (19), às 16h (horário de Brasília). Já o Real Madrid volta à Espanha para enfrentar o Getafe, no Coliseum Alfonso Pérez, no próximo domingo às 16h (horário de Brasília).

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »