29/04/2021 às 18h53min - Atualizada em 29/04/2021 às 18h48min

Manchester United goleia a Roma e está próximo da final da Liga Europa

Bruno Fernandes e Cavani combinaram para quatro gols e quatro assistências num jogo de duas viradas

Léo Abrantes - Editado por Amanda Cruz
Cavani marcando o gol da segunda virada da partida (Foto: Divulgação/Twitter Manchester United)
Na tarde desta quinta-feira (29), as equipes de Manchester United e Roma se enfrentaram pelo jogo da ida da Liga Europa, em Manchester, Inglaterra, no Old Trafford. Os dois gols da equipe italiana foram marcados por Lorenzo Pellegrini e Edin Dzeko, enquanto os ingleses marcaram com Bruno Fernandes e Edinson Cavani duas vezes, além de Paul Pogba e Mason Greenwood uma vez cada.
 
PRIMEIRO TEMPO
 
No começo da partida, o United controlou mais as ações do jogo, dominando mais a posse de bola e pressionando a equipe italiana. Nesse cenário, o lado esquerdo do ataque dos ingleses era a principal área de atuação, onde a maioria dos lances ocorriam. Em uma jogada por lá, uma triangulação aconteceu, e o último passe de Cavani encontrou Bruno Fernandes infiltrando na área, onde ele apenas tirou do goleiro, abrindo o placar aos nove minutos.
 
Após o gol, a Roma continuou fazendo a estratégia que se propôs no início de jogo: pressionar a saída de bola e explorar jogadas em transição. E justamente num contra-ataque que a equipe italiana conseguiu empatar a partida. Após receber um passe dentro da área, Gonzalo Villar tentou cruzar para o meio, mas a bola bateu na mão de Pogba e a penalidade foi marcada. Pellegrini cobrou e empatou o jogo aos 15 minutos.
 
Depois da sequência de gols, a partida ficou mais equilibrada e movimentada. O Manchester United tinha mais posse e chegava com mais frequência no último terço do campo, mas tinha dificuldades na criação de jogadas. Com isso, a Roma aproveitava os erros e saia em contra-ataque, porém também não conseguia ser eficaz nas jogadas rápidas, dando uma nova oportunidade para os Red Devils atacarem.
 
Contudo, uma das jogadas em velocidade da La Lupa funcionou. Spinazzola carregou a bola por muitos metros, até a grande área adversária, onde tocou para Mkhitaryan, que tocou para Pellegrini cruzar na área e encontrar Dzeko. Aos 33 minutos de jogo, a equipe italiana virava a partida. Após o gol, o cenário continuou: United com dificuldades de criar jogadas e a Roma, explorando a velocidade nos erros do adversário.
 
Outro destaque da partida fora as três substituições por lesão da equipe italiana. Jordan Veretout, o goleiro Pau López e Spinazzola foram substituídos nesta etapa por lesão. Na Liga Europa são permitidas cinco substituições, mas apenas três paradas, portanto os italianos não poderiam substituir na próxima etapa, apenas no intervalo.
 
SEGUNDO TEMPO
 
No início de jogo, parecia que a Roma manteria uma superioridade, assim como mostrou perto do fim da primeira etapa, sendo mais precisa nos ataques. Porém, em uma jogada, aos dois minutos desse tempo, Pogba roubou a bola e saiu num contra-ataque; tocou para Bruno Fernandes, que passou para Cavani fazer uma bela finalização no ângulo, empatando a partida.
 
Após o tento, foi ainda mais notável como a equipe inglesa havia mudado sua postura neste tempo. Agora, os Red Devils buscavam deixar a Roma mais à vontade com a bola, mas sempre buscando ela de volta para sair em velocidade. Quando a posse estava controlada, o Manchester fazia mais passes verticais, ao invés de trocar passes de pé em pé.
 
Um dos exemplos desse estilo mais vertical foi com a jogada onde Pogba deu um passe mais longo para Cavani receber e dar sequência ao ataque. Após alguns passes trocados, essa sequência se transformou em gol do próprio atacante uruguaio, que aproveitou o rebote da finalização de Wan-Bissaka. Aos 19 minutos, o Manchester United virava a partida.
 
Mesmo com a vantagem no placar, a equipe inglesa mantinha uma intensidade na partida. Após cruzamento de Rashford, Cavani fora derrubado na área e o arbitro marcou o pênalti, que foi cobrado e convertido por Bruno Fernandes, aos 26 minutos. Apenas quatro minutos depois, após de um escanteio curto, Pogba subiu de cabeça e ampliou a vantagem. Com isso, o United vencia por 5 a 2.
 
Depois do 5º gol, a intensidade da partida caiu bastante. A equipe da cidade de Manchester não sofria com os ataques da La Lupa, além de ter mais de 60% de posse e controlar totalmente o jogo. Até mesmo quando os italianos buscaram atacar um pouco mais, o contra-ataque do United foi mortal, com Cavani servindo Mason Greenwood para o último gol da partida, aos 41 minutos.
 
PRÓXIMOS CONFRONTOS
 
O time da casa terá outro confronto em seu estádio, no domingo (2), contra o Liverpool, às 12h30 (horário de Brasília), pela Premier League. Já o visitante continuará fora de seus domínios, mas agora contra a Sampdoria, também no domingo (2), às 15h45 (horário de Brasília), pela Serie A TIM. O jogo da volta entre as equipes será na próxima quinta (6), às 16h.

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »