29/05/2021 às 19h52min - Atualizada em 29/05/2021 às 19h21min

Chelsea é campeão da Champions League

Com gol de Kai Havertz, time de Londres vence o City e conquista o segundo titulo da competição

João Vitor Figueiredo - labdicasjornalismo.com
Azpilicueta levanta a segunda taça da Champions na história do Chelsea: (Foto: REUTERS/Michael Steele)

A europa é azul mais uma vez. O Chelsea conquistou a Uefa Champions League após vencer o Manchester City pelo placar de 1x0, neste sábado (29), no Estádio do Dragão, em Portugal. Com gol isolado de Kai Havertz no final do primeiro tempo, a equipe de Londres  levanta a taça da competição pela segunda vez em sua história, nove anos depois da primeira conquista em 2012. Por outro lado, o City disputou a sua primeira final e segue sem o sonhado título.

 

PRIMEIRO TEMPO
 

O Manchester City começou o jogo com uma escalação ousada, com trio de ataque formado por Sterling, Mahrez e Foden, e com Fernandinho no banco, deixando um meio de campo mais móvel com Gundogan, De Bruyne e Bernardo Silva. Por outro lado, o Chelsea foi a campo com seu esquema tradicional com três zagueiros, com Azpilicueta na linha de defesa, Reece James na ala e no ataque Havertz, Werner e Mason Mount.


O jogo começou intenso. O time de Pep Guardiola no seu estilo de ter a bola e propor o jogo nas trocas de passes, enfrentando um Chelsea marcando forte apostando na velocidade de reação dos seus atacantes. Aos sete minutos, Ederson deu grande lançamento que encontrou Sterling, o atacante dominou desequilibrado, não conseguiu finalizar, e apenas arrancou um escanteio após tocar de calcanhar em cima de Mendy.  O Chelsea respondeu no lance seguinte, quando Havertz tocou para a área mas Werner furou e perdeu excelente oportunidade.


A primeira chance clara de gol também foi de Timo Werner. Aos 15 minutos, John Stones falhou, Mount ficou com a bola, invadiu a área e tocou para o camisa 11, que chutou fraco e permitiu a defesa de Ederson. O alemão tentou se redimir logo em seguida, ao ganhar na velocidade de Rubens Dias, bater cruzado, mas a bola foi na rede do lado de fora.

Com dificuldade de fugir da pressão do Chelsea, principalmente na saída bola, o Manchester City voltou a assustar somente aos 27 minutos, quando De Bruyne rolou para Foden no área, o jovem inglês chutou mas Rudiger deu um carrinho providencial impedindo que a bola fosse em direção ao gol.


Contudo, melhor na partida, foi o Chelsea que abriu o placar. Mendy lançou Chilwell, que ajeitou de cabeça para Mason Mount, o inglês recebeu no meio e deu um passe espetacular para Kai Havertz, que em velocidade passou por Ederson e completou livre para o gol, fazendo Chelsea 1x0. Festa dos londrinos no estádio.
 

Kai Havertz comemora o gol que deu o título ao Chelsea. Ele é a contratação mais cara da história do time Londrino. (Foto: José Coelho/Reuters)

SEGUNDO TEMPO
 

Na segunda etapa, a intensidade baixou um pouco mas a emoção se manteve. Com o resultado favorável, o time do Chelsea diminuiu a pressão no campo adversário e recuou as linhas de marcação, fechando ainda mais os espaços para o Manchester City. 


Aos 15 minutos do segundo tempo, De Bruyne, que até então fazia uma partida apagada, precisou ser substituído por Gabriel Jesus após choque de cabeça com o zagueiro Rudiger. Isso gerou ainda mais preocupação por parte dos torcedores da equipe. Guardiola ainda colocou em campo Fernandinho e Aguero, mas sem grandes resultados.


Aos 27 minutos, o Chelsea teve o esperado contra-ataque para liquidar a partida. Kai Havertz recebeu no meio de campo e acelerou a jogada, o alemão rolou para Pulisic,que dentro da área deu um toque tirando de Ederson mas a bola passou perto da trave esquerda, para lamentação de Tuchel e dos torcedores. Dois minutos depois, Fernandinho lançou Sterling, que cruzou para área e Gabriel Jesus tentou de letra mas não tocou na bola e a zaga afastou.


Os últimos minutos foram de mais pressão por parte do City, que começou a tentar alguma coisa com lançamentos para dentro da área, mas sem sucesso, visto que a defesa do Chelsea fazia uma partida impecável. No último minuto, ainda houve tempo para mais um lance de emoção. Após cruzamento, a zaga do Chelsea afastou, a bola sobrou na entrada da área e Walker arriscou de primeira, mas para o alívio da torcida dos Blues a finalização passou por cima do gol. Fim de partida, o Chelsea segurou a pressão e se sagrou campeão europeu pela segunda vez na história.

 

DESTAQUES
 

Após serem finalistas na temporada passada com o PSG, e derrotados para o Bayern de Munique, o técnico Thomas Tuchel e o zagueiro Thiago Silva se transferiram para o Chelsea e conquistaram pela primeira vez o título da Champions League. Outro destaque é Kante, que foi considerado pela Uefa o melhor jogador da partida, muito por conta do seu número expressivo de desarmes precisos durante o jogo, sendo fundamental para a equipe. Agora, além de ser campeão do Mundo, o francês também conquista a Europa.
 


Kanté foi fundamental para o título dos Blues com oito desarmes na partida. (Foto: UEFA / via Getty Images)

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »