05/06/2019 às 09h36min - Atualizada em 05/06/2019 às 09h36min

Voleibol brasileiro chega forte para disputa dos Jogos Pan-Americanos

Tanto no masculino como no feminino, Brasil novamente é cotado como um dos grandes favoritos ao ouro; Pan será disputado em Lima entre próximos meses de julho e agosto

Luiz Eduardo - Editado por Taynã Melo
Foto: Divulgação/CBV

Diante de mais uma participação garantida tanto no masculino quanto no feminino, a Seleção Brasileira está confirmada nos Jogos Pan-Americanos Lima 2019. As competições estão previstas para acontecer entre 31 de julho e 4 de agosto para os homens e de 7 a 11 de agosto para as mulheres. As partidas serão realizadas no Ginásio Polideportivo del Callao, com capacidade para 5.341 espectadores. Oito equipes irão competir em cada um dos torneios. As oito seleções de cada torneio serão divididas em duas chaves. Classificam para as semifinais os dois melhores de cada grupo. Quem vencer as semifinais irá decidir a competição de voleibol. Haverá também um torneio paralelo para definir do 5º ao 8º colocado. O Pan 2019 não assegura nenhuma vaga os jogos olímpicos de 2020, em Tóquio.

Com quatro ouros no currículo, o time feminino do Brasil ficou no grupo B ao lado de Estados Unidos, Porto Rico e Argentina. Na chave A estão República Dominicana, Colômbia, Peru e Canadá. Já os homens, também com quatro medalhas douradas, ficaram no grupo B, junto com México, Chile e um representante da Confederação da América do Norte, Central e Caribe (Norceca) que ainda será definido. Na chave A encontram-se as seleções do Peru, Porto Rico, Cuba e Argentina.

O esporte começou a ser disputado no Pan da Cidade do México em 1955. Cuba é o país líder no quadro histórico com 13 medalhas (cinco no feminino e oito no masculino) e o Brasil vem logo atrás com oito conquistas (quatro em cada naipe). Veja o quadro de medalhas.

 

 

PAÍS

OURO

PRATA

BRONZE

TOTAL

1

Cuba

13

7

4

24

2

Brasil

8

10

6

24

3

EUA

6

9

5

20

4

Canadá

1

1

6

8

5

República Dominicana

1

0

1

2

6

Porto Rico

1

0

0

1

7

Peru

0

5

3

8

8

México

0

2

3

5

9

Chile

0

1

2

3


Vôlei feminino

Com um grande legado na história do vôlei mundial, o Brasil mais uma vez é cotado ao título, principalmente nos Jogos Pan-Americanos Lima 2019. Diante de todas as 16 edições, a equipe feminina brasileira já conquistou quatro medalhas de ouro, ficando atrás apenas de Cuba na classificação da categoria. De forma generalizada juntando os dois naipes, são 24 conquistas, com oito ouros, dez pratas e seis bronzes.

Em Toronto 2015, a equipe sofreu mudanças bruscas e foi considerado misto por conta da corrida olímpica. Neste ano, também em agosto, a Seleção Brasileira feminina disputará o Pré-Olímpico da modalidade em Belo Horizonte. As jogadoras do técnico José Roberto Guimarães enfrentarão República Dominicana, Camarões e Azerbaijão pela competição. Desta maneira, o Brasil contará com força máxima no elenco para os confrontos nos Jogos Pan-Americanos.

Mesmo com formação alternativa, as mulheres fizeram bonito há quatro anos. Com boa produtividade, o Brasil garantiu um lugar na decisão do Pan, mas sofreu a derrota frente aos Estados Unidos. Apesar de equilibrar o jogo em variados momentos, as brasileiras perderam por 3 sets a 0 e medalha de prata na bagagem. Abaixo, veja a tabela da primeira fase.

Grupo A

DATA

EVENTO

HORÁRIO

7 de agosto

República Dominicana x Colômbia

20h30

7 de agosto

Peru x Canadá

22h30

8 de agosto

República Dominicana x Canadá

20h30

8 de agosto

Peru x Colômbia

22h30

9 de agosto

Colômbia x Canadá

20h30

9 de agosto

Peru x República Dominicana

22h30


Grupo B

DATA

EVENTO

HORÁRIO

7 de agosto

Brasil x Porto Rico

15h00

7 de agosto

Estados Unidos x Argentina

17h00

8 de agosto

Brasil x Argentina

15h00

8 de agosto

Estados Unidos x Porto Rico

17h00

9 de agosto

Estados Unidos x Brasil

15h00

9 de agosto

Porto Rico x Argentina

17h00


Vôlei masculino

Assim como na maioria dos campeonatos de vôlei, o Brasil entra na briga pelo título. Nos Jogos Pan-Americanos, o time verde e amarelo registra excelentes resultados ao longo de toda sua história. No geral, são 24 medalhas (oito de ouro) obtidas se somar os naipes masculino e feminino, mesmo número de Cuba, que lidera a tabela geral de classificação por ter 13 medalhas douradas.

Assim como aconteceu em Guadalajara 2011 e Toronto 2015, o elenco masculino do Brasil deve sofrer alterações significativas. A precedência da comissão técnica é em Tóquio 2020. Sendo assim, a convocação do treinador Renan Dal Zotto para Lima 2019 provavelmente não envolverá os atletas de maior destaque na corrida por uma vaga nas Olimpíadas. Além do que, em agosto haverá a disputa do Pré-Olímpico, na Bulgária, quando os rivais serão os próprios donos da casa, além das seleções de Egito e Porto Rico.

Na edição passada, os brasileiros garantiram um lugar na grande final dos Jogos Pan-Americanos. Em uma partida com muitas viradas, o Brasil começou em desvantagem, acabou recuperando o prejuízo, mas cedeu diante da Argentina no tie break: vitória por 3 sets 2 para os hermanos. Veja o cronograma de jogos da primeira fase.

Grupo A

DATA

EVENTO

HORÁRIO

31 de julho

Peru x Porto Rico

14h30

31 de julho

Cuba x Argentina

16h30

1º de agosto

Peru x Argentina

14h30

1º de agosto

Cuba x Porto Rico

16h30

2 de agosto

Argentina x Porto Rico

14h30

2 de agosto

Peru x Cuba

16h30


Grupo B

DATA

EVENTO

HORÁRIO

31 de julho

Representante da Norceca x Chile

20h30

31 de julho

Brasil x México

22h30

1º de agosto

Representante da Norceca x México

20h30

1º de agosto

Brasil x Chile

22h30

2 de agosto

México x Chile

20h30

2 de agosto

Representante da Norceca x Brasil

22h30


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »