11/06/2021 às 10h03min - Atualizada em 11/06/2021 às 09h45min

Cabo submarino de fibra óptica entre Brasil e Portugal é inaugurado

Primeira ligação direta do País com a Europa

Valeska de Melo - Editado por: Celine Almeida
Ellalink

O cabo submarino de fibra óptica que liga a cidade de Fortaleza (Brasil), a Sines (Portugal) foi inaugurado no início deste mês (01). No total, os 6 mil km de extensão custaram €8,9 milhões financiados pelo Governo Federal, por meio do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI), a Comissão Europeia contribuiu com €25 milhões e a empresa EllaLink aplicou €150 milhões.  

 

Segundo o ministro do MCTI, Marcos Pontes, o projeto que liga os dois lados do Atlântico beneficiará o País com uma maior capacidade e eficiência da internet.“Esse cabo é muito importante para a ciência do Brasil porque permite a troca de informações de forma mais efetiva entre os continentes. Vamos precisar disso cada vez mais”, afirmou.

 

Com o lançamento da conexão de cabos submarinos entre Brasil e a Europa, os negócios, sistemas de nuvens e jogos digitais irão reduzir cerca de 50% do tempo de resposta na transmissão de dados entre os dois continentes, além de estabelecer um envio direto sem a passagem por outros países. Dessa maneira, o cabo possibilitaria mais segurança nas informações.

 

A Praia do Futuro, em Fortaleza, foi a escolhida para receber a instalação por conta da sua localização. O local é considerado um grande polo de concentrações de cabos e conta, agora, com 16 em operação. 

 

Desde 2000, a capital do Ceará liga o País a Colômbia, Venezuela, Ilhas das Bermudas, Estados Unidos, Camarões, Espanha, Senegal, Cabo Verde, Argentina, Guiana Francesa, entre outros.





 


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »