11/06/2021 às 19h56min - Atualizada em 11/06/2021 às 19h53min

Itália domina e vence a Turquia na abertura da Eurocopa 2020

Apesar dos erros de arbitragem, a seleção de Roberto Mancini ditou o ritmo do jogo e conseguiu uma vitória por 3 a 0 sobre os turcos

Wagner Maciel - labdicasjornalismo.com
Jogadores italianos comemoram o terceiro gol do jogo contra a Turquia, marcado por Insigne - Foto: UEFA.com

Iniciando a Eurocopa 2020, Turquia e Itália se enfrentaram na última sexta-feira (11), no estádio Olímpico de Roma. A partida ficou marcada por algumas contestadas decisões da arbitragem mas, também, pelo domínio da seleção Azurra sobre o adversário. Com gol contra do zagueiro Demiral, outro de Ciro Immobile e um golaço do camisa 10, Lorenzo Insigne, a Itália conseguiu sua primeira vitória por mais de três gols na história da Euro. As equipes esperam pela partida entre Gales e Suíça, que ocorre no sábado (12), às 10h (Brasília), para saberem como fica a classificação do Grupo A.

 

PRIMEIRO TEMPO

 

Diferentemente do que Senol Gunes, treinador turco, havia dito sobre a chance do primeiro lugar no grupo e o jogo físico de sua seleção, os turcos foram dominados pelo oponente no primeiro tempo, oferecendo pouco perigo à defesa italiana. As estatísticas fornecidas pela UEFA indicavam 14 finalizações da Itália contra nenhuma da Turquia. Entretanto, apenas três dos chutes foram ao gol do goleiro, Çakir. Uma das jogadas que ofereceram mais perigo a Estrela Crescente veio de uma cabeçada de Chiellini, defendida  na ponta dos dedos pelo goleiro.

 

Próximo do fim da primeira etapa, ocorreu o lance que poderia ter mudado a história do jogo. Em jogada de ataque comandada por Spinazzola, o lateral cruzou e a bola foi diretamente na mão de um defensor turco. O juiz principal da partida, Danny Makkelie, nada marcou e o VAR respeitou a decisão do árbitro de campo. Para o especialista em arbitragem, Sandro Meira Hitch, o lance era  penal, mas os critérios de arbitragem da UEFA levam os juízes a observar o movimento corporal do defensor. Assim sendo, o juiz holandês deixou o jogo seguir, por interpretar a mecânica do zagueiro como não intencional, ou natural.
 

 SEGUNDO TEMPO 
 

Terminada  a primeira parte do jogo, os jogadores italianos não diminuíram o ritmo de marcação, procurando abrir o placar e compensar as chances perdidas nos 45 minutos passados. Na busca por balançar as redes se deu mais um erro de arbitragem: em jogada ensaiada de escanteio, o bandeira assinalou o impedimento de Domenico Berardi, mesmo que essa regra não seja existente em laterais, tiros de meta ou escanteios, ainda que o jogador esteja a frente da linha de marcação. Entretanto, os atletas italianos não se abalaram com as decisões do trio holândes de arbitragem e, alguns minutos depois, marcaram, graças a um gol contra de Demiral

 

Aos 13 minutos, Berardi teve a chance de ampliar o marcador, mas chutou fora da direção do gol, mesmo com opções de passe ao lado. Sete minutos após o gol perdido pelo camisa 11, Immobile aproveitou um rebote do goleiro, Çakir. Depois da finalização de Spinazzola, o goleiro rebateu no pé direito do jogador da Lazio. Aos 33, o goleiro turco saiu jogando errado e,o oportunismo dos jogadores italianos os fez trocar passes rápidos até que o camisa 10, Insigne,  marcou o terceiro gol com uma chapada na bochecha da rede. A marcação italiana, que contava com variações táticas  de 3-4-3 para 3-3-4. O lateral esquerdo, que foi eleito homem do jogo, Spinazzola, cumpriu o papel de ponta, complementando as jogadas de ataque, enquanto Insigne, Immobile e Berardi completavam a ofensiva.

 

Aos 46, com a vitória já conquistada, Giorgio Chiellini, veterano capitão da Itália, mostrou sua qualidade defensiva ao desarmar o atacante Yilmaz com precisão, no momento em que o turco poderia marcar o gol para sua seleção. A Turquia não conseguiu balançar as redes de Donnarumma, que segue com sua equipe em uma sequência de 28 jogos sem perder. Caso encerre a fase de grupos sem derrota, o treinador, Mancini pode igualar um recorde imposto por Vittorio Pozzo, de 30 jogos sem perder, nos anos 1930.

 

PRÓXIMOS CONFRONTOS

 

Na próxima rodada da Euro, a Turquia irá até Baku para enfrentar o País de Gales, de Gareth Bale, na próxima quarta-feira (16). A vitória é necessária para que o time tenha chances de passar para a fase de mata-mata, ainda que na terceira colocação. Já a seleção italiana joga em Roma, contra a Suíça, também na quarta-feira. Caso vença, a Azzurra conquista seis pontos e pode chegar na última rodada ainda mais próxima do primeiro lugar do grupo A

 

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »