30/06/2021 às 14h05min - Atualizada em 30/06/2021 às 13h49min

Suíça e Espanha disputam uma vaga na semifinal da Eurocopa 2020

Quem passar enfrenta o vencedor de Bélgica e Itália

Caio Henrique Panini de Oliveira - labdicasjornalismo.com
Atletas da Suíça comemorando a classificação diante da França (foto/ reprodução: UEFA Euro 2020)
Suíça e Espanha jogam nesta sexta-feira (2), às 13h, no estádio São Petesburgo, na Rússia. A partida é válida pelas quartas de finais da Eurocopa 2020. Os suíços surpreenderam e eliminaram a França nas oitavas de finais;  a seleção chegou a ficar com dois gols atrás do placar. Entretanto, conseguiram empatar e ganharam nas cobranças de pênaltis. Por outro lado, os espanhóis enfrentaram a Croácia e conquistaram o triunfo por 5 x 3 em um jogo cheio de alternativas.

SUÍÇA

A Suíça surpreendeu a todos ao eliminar a França, que é a atual campeã do mundo. A Squadra Naziunala abriu o placar com Haris Seferovic. Mas, Karim Benzema empatou e virou o jogo em poucos minutos. Logo em seguida, Paul Pogba fez um lindo gol que ampliou o placar. O centroavante Seferovic diminuiu e Mario Gavranovic empatou o confronto. Por fim, nos pênaltis, os suíços levaram a melhor e venceram.

Durante as oitavas de finais, o técnico Vladimir Petkovic começou o jogo com três zagueiros. Entretanto, durante a partida, Rodríguez mostrou dificuldades em atuar como zagueiro. Dessa maneira, o comandante pode optar por colocar o atleta de volta na posição de origem que é como lateral-esquerdo. Além disso, Kevin Mbabu, que entrou durante a segunda etapa, mostrou um bom desempenho e pode pintar como titular no jogo diante da Espanha. Por fim, todos os jogadores estão à disposição para o confronto.


Xhaka foi eleito o melhor jogador da partida diante da França (foto/ reprodução: UEFA Euro 2020).

No ataque, Vladimir deve continuar com a dupla Breel Embolo e Haris Seferovic. Ambos os atacantes estão fazendo uma boa campanha. Com esse esquema tático, Breel tem liberdade para jogar pelos lados do campo e fazer jogadas com velocidade. Assim, Haris fica mais perto da área e faz o papel de centroavante. Em resumo, o camisa nove marcou três na competição, e Embolo balançou as redes em uma oportuinidade.


Provável Escalação: Sommer, Elvedi, Akanji, Schar, Rodríguez, Widmer, Freuler, Xhaka, Shaqiri, Embolo e Seferovic. Técnico: Vladimir Petkovic.

ESPANHA

O comandante Luis Enrique modificou o clube diante da Croácia. O técnico optou por começar o jogo com o lateral Gayà em vez do experiente Jordi Alba. Dessa forma, o lado esquerdo dos espanhóis ficou um pouco mais defensivo. Afinal, José Gayà apóia menos o ataque. Entretanto, os espanhóis sofreram na defesa, principalmente na segunda etapa. Além disso, Ferran Torres iniciou entre os 11 titulares. Com isso, conseguiu dar mais velocidade ao lado direito do ataque.


Jogadores da Espanha no treinamento para o confronto contra a Suíça (foto/ reprodução: Seleção da Espanha)

Pablo Sarabia atuou como um ponta-esquerda, isso ajudou a Espanha a criar boas jogadas e marcar pressão na saída de bola do adversário. Por outro lado, mesmo com a falha cometida, Unai Simón deve continuar como titular da La Furia. O arqueiro está fazendo uma boa Eurocopa e os reservas Robert Sánchez e De Gea não estão em seus melhores momentos. Luis Enrique pode manter o mesmo esquema com dois zagueiros e dois laterais. O comandante tem todos à disposição para o jogo.

Provável Escalação: Unai Simón, Azpilicueta, Eric Garcia, Laporte, Jordi Alba (Gayà), Koke, Sergio Busquets, Pedri, Ferran Torres, Morata e Pablo Sarabia. Técnico: Luis Enrique.

HISTÓRICO DE CONFRONTOS

Ao todo aconteceram 22 jogos. São 16 triunfos conquistados pela Espanha, cinco empates e apenas uma vitória para os suíços. A maior goleada aconteceu em um amistoso no ano de 1951. Naquela ocasião, a La Furia venceu por 6 x 3. Foram 48 gols marcados pelos espanhóis e 18 pela Suíça. É o 1º confronto entre as seleções em uma Eurocopa.

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »