07/07/2021 às 21h27min - Atualizada em 07/07/2021 às 21h19min

Com gol nos acréscimos, Inglaterra vence a Dinamarca e está na final da Eurocopa

Os ingleses, que nunca venceram a competição, terão a Itália como adversária na decisão

Julia Robita Torres - labdicasjornalismo.com
Jogadores ingleses comemorando o gol de Harry Kane (Foto: Divulgação/ Twitter Euro2020)
A Inglaterra venceu a Dinamarca por 2 a 1 e conseguiu vaga na final da Eurocopa.  Damsgaard marcou para os dinamarqueses, e de Kjaer (contra) e Harry Kane, para os ingleses. O jogo aconteceu no estádio Wembley e foi acompanhado por quase 65 mil pessoas, o maior público desta edição da Euro. A partida marcou também o retorno do English Team a uma grande final internacional, o que não acontecia desde 1966, ano em que se sagrou campeã mundial.
 
PRIMEIRO TEMPO

O jogo começou com a Inglaterra controlando as ações ofensivas e tentando partir em velocidade para o ataque. A Dinamarca era cautelosa e se mantinha na defesa, observa o ritmo do adversário. A partir dos 15 minutos, os dinamarqueses equilibraram o jogo quando conseguiram ficar com a bola por mais tempo e subir as linhas de marcação, o que dificultou a fluidez do jogo do time inglês e forçou alguns erros. Apesar de movimentada, a partida não tinha grandes chances de gol.

Aos 29 minutos, falta para a Dinamarca. Na cobrança, Damsgaard cobra forte por cima da barreira e a bola vai parar no fundo do gol de Pickford, que não consegue alcançar e nem evitar o gol dinamarquês. Os ingleses, em desvantagem no placar, se lançaram ao ataque em busca do empate. Aos 37 minutos, Sterling recebeu cruzamento rasteiro, bateu de primeira para o gol e obrigou Schmeichel a fazer grande defesa. No minuto seguinte, o empate inglês. Harry Kane dá passe entre linhas para Saka, que em velocidade cruza para área buscando Sterling, mas antes do atacante chegar, Kjaer tenta cortar e acaba fazendo contra.
 
SEGUNDO TEMPO

As equipes voltaram sem alterações para o segundo tempo. A Dinamarca tentava o ataque e conseguiu boa chance aos seis minutos. Dolberg recebeu o passe, tirou Stones da jogada e chutou forte no canto do goleiro Pickford, que fez a defesa. A resposta dos ingleses veio dois minutos depois, após cobrança de falta, Maguire subiu para cabecear, mas a bola foi defendida por Schmeichel.

Aos 30 minutos, a partida já dava indícios de que iria para a prorrogação. Apesar da boa movimentação, os dois times não conseguiam chegar ao ataque com perigo. A Dinamarca demonstrava cansaço e se mantinha mais presente em seu campo de defesa. A Inglaterra pressionava, em especial nos minutos finais, em busca do gol da vitória, mas errava na finalização. Como o que aconteceu aos 47 minutos, quando Kane ajeitou pra Phillips bater para o gol, mas o volante mandou a bola longe.
 
PRORROGAÇÃO

A prorrogação teve seus momentos de maior movimentação na primeira etapa e domínio total dos ingleses. Aos três minutos, grande chance aconteceu quando Kane recebeu em velocidade e chutou para o gol. Schmeichel conseguiu a defesa e rebateu a bola, mas ninguém apareceu para finalizar. O técnico Southgate promoveu alterações para tentar o gol, entraram Foden e Henderson nos lugares de Mount e Rice.

Aos 10 minutos, em jogada individual, Sterling é derrubado por Maehle dentro da área e a penalidade foi assinalada. A marcação rendeu muitas reclamações dos dinamarqueses, mas foi confirmada também pelo VAR. Na cobrança, Harry Kane chutou no canto esquerdo de Schmeichel, que defendeu, mas permitiu rebote para o próprio Kane, que marcou para virar o jogo para os ingleses.

O segundo tempo teve a Dinamarca tentando o empate, sem sucesso. O lance de maior perigo veio aos oito minutos em chute de Braithwaite, afastado por Pickford. A Inglaterra tocava a bola, gastava o tempo, mas partia em velocidade quando encontrava espaços. Sem mudanças no placar a Inglaterra carimbou a vaga na final.
 
PRÓXIMOS CONFRONTOS

A Inglaterra enfrenta agora a Itália pela final da Eurocopa. O jogo acontece no próximo domingo (11), às 16h (horário de Brasília) novamente no estádio Wembley. Já a Dinamarca volta a campo em 1º de setembro, pela quarta rodada das Eliminatórias para a Copa do Mundo, quando enfrenta a Escócia, ás 15h45 (horário de Brasília), no estádio Parken.

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »