18/08/2021 às 22h36min - Atualizada em 18/08/2021 às 22h28min

Flamengo atropela Olímpia e avança às semifinais da Libertadores

Rubro-Negro terá pela frente o vencedor de Barcelona (EQU) x Fluminense

Felipe Sousa - labdicasjornalismo.com
Com dois gols deste jogo, Gabigol se tornou o quarto maior artilheiro brasileiro da Libertadores (Foto: Staff Images/Conmebol)
Mais uma vez, o Flamengo não tomou conhecimento do Olimpia e goleou a equipe paraguaia por 5 a 1, em jogo de volta das quartas de final da Libertadores, disputado no Estádio Mané Garrincha em Brasília. Gabigol (duas vezes), Bruno Henrique, Willian Arão e Salcedo (contra) marcaram os gols do Mengão, enquanto que Recalde descontou para os paraguaios.

Esta é a quinta vez que o Flamengo alcança as semifinais da Libertadores, a segunda nas últimas três edições. O Olimpia, em crise institucional, financeira e esportiva e com técnico interino, não conseguiu fazer nada para incomodar os brasileiros, que venceram por 9 a 2 no placar agregado. Agora, o Fla aguarda o vencedor de Barcelona (EQU) e Fluminense para conhecer o adversário na próxima fase.

PRIMEIRO TEMPO 

O técnico Renato Gaúcho, sem Isla (poupado) e Gustavo Henrique (positivo para Covid-19) escalou Rodinei e Bruno Viana. Ao longo dos primeiros minutos, o Olimpia teve mais de bola e espaço para trabalhar, mas pouco conseguiu incomodar o Flamengo. O primeiro lance de perigo saiu apenas aos 25 minutos, quando Everton Ribeiro serviu Gabigol, que chutou por cima em lance anulado por impedimento.

Pouco depois. Everton Ribeiro serviu Rodinei, que avançou pela direita e cruzou rasteiro, na medida para Gabigol escorar e abrir o placar para o clube brasileiro. Com o placar inaugurado, os donos da casa aumentaram o controle sobre o adversário. Aos 36 minutos, Gabriel tocou forte para Everton Ribeiro dentro da área; este serviu Arrascaeta que cruzou de primeira para Bruno Henrique cabecear e ampliar o marcador.

Antes do intervalo, Ojeda aproveitou a desorganização da defesa do Mengão e colocou Recalde na cara do gol. O atacante fintou Léo Pereira e Diego Alves e apenas empurrou a bola para o fundo das redes dos cariocas.

SEGUNDO TEMPO

O gol sofrido não afetou o ímpeto do Flamengo, que marcou novamente logo no início da etapa final. Em cobrança de falta, Arrascaeta cruzou para Léo Pereira finalizar para defesa do goleiro Aguilar; a bola ficou viva na pequena área até que William Arão dominou de barriga e fuzilou o gol paraguaio. Rodinei quase marcou alguns minutos depois, em bola desviada defendida pelo goleiro do Olimpia.

A vitória virou goleada aos 10 minutos, quando Arrascaeta cobrou escanteio na direção de Léo Pereira e Salazar empurrou a bola de forma atrapalhada contra a própria meta. Com o quarto gol, Renato Gaúcho decidiu poupar algumas de suas principais peças substituindo-as por Pedro, Michael e Vitinho.

Depois disso, o jogo ficou em ritmo de treino, com o Fla apenas controlando a bola ao passo que o Olimpia parecia mais preocupado em não ser mais vazado do que em atacar.

Aos 31 minutos, um contra-ataque mortal do Mengo fechou o placar: Gabigol inverteu para Vitinho, que serviu Diego Ribas; o camisa 10 levantou na medida para Gabriel cabecear de forma certeira para o gol. Com mais esse tento, o atacante chegou a dez gols, isolado na artilharia da competição – na série história, chegou a 22 gols e é o quarto maior brasileiro no ranking.

Michael chegou a perder uma chance clara logo depois e Gabigol cobrou falta por cima da meta adversária, mas nenhum desses lances chegou a fazer diferença: o Flamengo confirmou com sobras a vaga na semifinal.

PRÓXIMOS CONFRONTOS 

Com o passaporte carimbado para as semifinais da Libertadores, o Flamengo volta suas atenções para o Campeonato Brasileiro, em que terá pela frente o Ceará, no Castelão, no próximo domingo às 16h. O Olimpia, por sua vez, terá que lamber as feridas para enfrentar o Sportivo Luqueño fora de casa pelo Clausura do Campeonato Paraguaio às 20h15 de domingo – a equipe é vice-lanterna da competição.

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »