13/06/2019 às 21h32min - Atualizada em 13/06/2019 às 21h32min

Brasil começa bem, mas sofre apagão e leva virada da Austrália

Seleção cai de produção no segundo tempo e vê ótima atuação de Logarzo selar a vitória das australianas

João Felipe Carvalho - Editado por Paulo Octávio
Australianas comemoram gol de Chloe Logarzo (Foto: Divulgação/FIFA)

Não deu pra Seleção Brasileira. Em partida realizada no Stade de la Mosson, na cidade de Montpellier, o Brasil foi derrotado pela Austrália por 3 x 2 e se complicou no Grupo C da Copa do Mundo Feminina. Mesmo com a atacante Marta de volta à equipe titular e marcando, junto com a artilheira Cristiane, os gols da Seleção, Foord, Logarzo e um gol contra da zagueira Mônica decretaram o triunfo das Matildas.

1° TEMPO

O Brasil começou o jogo concentrando as jogadas pelo lado esquerdo. E foi desse setor que saiu o lance do primeiro gol. Aos 26’, após cruzamento da lateral Tamires, a também lateral Letícia Santos apareceu na área e sofreu pênalti após puxão de Knight. Na cobrança, Marta deslocou Williams e abriu o placar. O gol animou as brasileiras, que chegaram ao segundo dez minutos depois. Após bela caneta de Tamires, que deixou Debinha em condições de cruzar na cabeça de Cristiane. 2 x 0. Porém, a Austrália reagiu nos acréscimos. Em lançamento de Butt, Logarzo escorou de cabeça para Foord aproveitar falha da zagueira Mônica e diminuir a desvantagem do time de Ante Milicic.

2° TEMPO

No intervalo, o técnico Vadão tirou Marta, que voltava de lesão, e Formiga, pendurada pelo cartão amarelo. Em seus lugares, entraram Luana e Ludmilla. Sem a experiente dupla, o Brasil deixou a Austrália crescer no jogo. A Seleção até assustou em chute cruzado de Debinha, mas a queda de produção custou caro. Aos 13’, Logarzo, que já tinha uma assistência para o gol de Foord, foi cruzar e viu a bola passar direto e enganar Bárbara. Tudo igual em Montpellier. A situação, que já estava ruim para a Seleção, piorou oito minutos depois. Em lançamento de Van Egmond para a área, Mônica escorou de cabeça e jogou para a própria rede. Após longa consulta ao VAR, para analisar se o impedimento de Sam Kerr gerava interferência no lance, a árbitra Esther Staubli validou o gol da virada das Matildas. Precisando empatar, mas sem o seu trio principal - a atacante Cristiane foi substituída aos 30’ - o Brasil só chegou com perigo aos 46’. Andressa Alves foi derrubada pela também camisa 7 Catley, mas o VAR orientou Staubli à seguir com o jogo.

PRÓXIMOS CONFRONTOS

Com a derrota, o Brasil vê a Austrália chegar aos mesmos três pontos e perde a chance de encaminhar a classificação para a fase de mata-mata. Sem a volante Formiga, suspensa pelo segundo cartão amarelo, a Seleção Brasileira decide a classificação na próxima terça-feira, contra a Itália, às 16h (horário de Brasília). No mesmo horário, a Austrália enfrenta a Jamaica.

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »