07/10/2021 às 01h45min - Atualizada em 07/10/2021 às 01h19min

América-MG vence Palmeiras de virada nos acréscimos do segundo tempo

Jogo marcado por três chamadas do VAR, América-MG desperdiça um pênalti, mas garante triunfo com outra penalidade nos acréscimos do segundo tempo

Maria Eduarda Macedo - labdicasjornalismo.com
Disputa de bola entre América-MG e Palmeiras (Foto: Assessoria/Palmeiras)

Na 24ª rodada do Brasileirão, o América-MG venceu, de virada, por 2 a 1 o Palmeiras. O jogo aconteceu no Estádio Independência em Belo Horizonte, na noite desta quarta-feira (6) e marcou a volta da torcida Americana. O Palmeiras começou vencendo com gol de Rony ainda no primeiro tempo. Já no segundo tempo, Felipe Azevedo, do Coelho, desperdiçou um pênalti, mas em uma jogada de escanteio o Patric marcou para o América-MG. Nos acréscimos, Ademir fez, de pênalti, o gol que determinou a vitória do time da casa. 

 

O time mineiro consolidou sua sétima rodada invicto e subiu para a 10ª posição no campeonato com 30 pontos. O Palmeiras caiu para a 3ª posição, com 39 pontos, mesma pontuação que o Flamengo, que está com dois jogos a menos. Foi também o primeiro jogo que o Verdão paulista não contou com os jogadores que foram convocados para as Eliminatórias da Copa do Mundo.

 

PRIMEIRO TEMPO

 

Com a mudança de jogadores na defesa, por conta das convocações, Abel encontrou sua forma de jogo no contra-ataque. O América-MG, com um time titular, usou de uma marcação alta no começo do primeiro tempo e empurrou o Verdão para dentro de sua própria área. Aos 14 minutos, Gabriel Menino, que estava pendurado, recebeu um cartão amarelo e, com isso, está fora do próximo jogo contra o Bragantino, em casa. 

 

Com chance para os dois lados, aos 26 minutos, Dudu lançou uma bola para Rony, que disputou com Ricardo Silva, e abriu o placar do jogo. O árbitro Vuaden (RS) havia anulado o gol por um possível toque da bola na mão de Rony, mas foi até a cabine do VAR e verificou que a bola havia encostado na mão do jogador adversário Após o gol, o América-MG ainda teve duas chances no primeiro tempo, uma com Ademir, que chutou de fora e passou ao lado do gol, e outra com Zárate, que também chutou de longe, mas o goleiro Jaílson fez a defesa. 

 

SEGUNDO TEMPO

 

Vagner Mancini voltou com uma mudança em seu time, saiu Fabrício e entrou Ribamar. Porém, aos três minutos, Rony avançou pelo meio de campo e foi puxado pelo zagueiro Eduardo Bauermann, que recebeu um amarelo. Gabriel Menino bateu a falta, o goleiro espalmou, Dudu ganhou o rebote e mandou para dentro do gol, mas o bandeira anulou por impedimento. 

 

Pouco tempo após o lance, Mancini mexe no time de novo, tirou Zárate, que sentiu a posterior da coxa esquerda, e colocou Felipe Azevedo em seu lugar. Logo após a entrada de Azevedo, o árbitro foi chamado pelo VAR e parou a partida para ir até a cabina verificar um possível pênalti para o América-MG, Vuaden analisou o lance e confirmou a penalidade pela bola ter pego no braço de Jorge, lateral do Alviverde, que recebeu uma amarelo pela jogada. Felipe Azevedo, até então artilheiro junto com Ademir, bateu na trave e desperdiçou a chance do time da casa empatar. 

 

No meio do segundo tempo o time visitante conseguiu administrar a vitória, com uma defesa forte e aproveitando os contra-ataques, ainda assim, foram duas chances perdidas, uma com Patrick de Paula e outra com Dudu. Pouco tempo depois, saiu Ricardo Silva para a entrada de Anderson, do América-MG. Ambos os times estavam tendo boas jogadas, até que, em um escanteio curto, Patric chutou de fora da área e marcou o primeiro gol do Coelho

 

Um tempo após tomar o gol de empate, Abel Ferreira fez quatro substituições diretas: sairam Jorge, Veiga, Rony e Dudu, e entraram Wesley, Gustavo Scarpa, Deyverson e Gabriel Veron. O técnico do América-MG aproveitou para mexer a última vez em seu time,com a saída de Marlon e Lucas Kall para a entrada de Alan e Rodolfo. E logo em seguida, Abel também fez sua última mudança, e colocou Danilo Barbosa no lugar de Patrick de Paula. 

 

Com as mudanças o Verdão criou algumas chances de gol. Entretanto, aos 43 minutos, o VAR verificou um possível pênalti para o time da casa, Vuaden foi até o monitor e confirmou que a bola bateu no braço de Felipe Melo, que, junto com o técnico, ficou na bronca com o juiz. Já nos acréscimos, Ademir bateu o segundo pênalti do jogo e consagrou a vitória do Coelho. O jogador agora é o artilheiro isolado do time na competição.

 

PRÓXIMOS CONFRONTOS


As duas equipes voltam a campo no próximo sábado (9), às 21hrs. O América-MG vai até Caxias do Sul enfrentar o Juventude. Já o Palmeiras enfrenta o Bragantino, em casa, confronto que vai marcar a volta da torcida Alviverde no Allianz Parque.

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »