10/10/2021 às 14h29min - Atualizada em 10/10/2021 às 14h24min

Bottas vence GP da Turquia de Fórmula 1; Verstappen retoma liderança do campeonato

Sergio Pérez completa o pódio; Hamilton é apenas o 5º

Felipe Sousa - labdicasjornalismo.com
Valtteri Bottas, prestes a deixar a Mercedes, venceu pela primeira vez em 2021 (Foto: Dan Mullan/Getty Images)
Valtteri Bottas (Mercedes) se sobressaiu no molhado Grande Prêmio da Turquia de Fórmula 1 disputado neste domingo (10) em Istambul e conquistou a décima vitória da carreira em um fim de semana dos sonhos para o finlandês. Ele conseguiu  a pole position no sábado (9), a vitória no dia seguinte e o ponto extra da volta mais rápida. Max Verstappen (Red Bull) cruzou a linha de chegada em segundo, um resultado importantíssimo para as pretensões do holandês na temporada. Sergio Pérez (Red Bull) foi o terceiro e conquistou seu terceiro pódio pela equipe anglo-austríaca.

Com os resultados de hoje, Verstappen é mais uma vez líder do campeonato de pilotos, seis pontos à frente de Lewis Hamilton (Mercedes). O heptacampeão travou várias batalhas para diminuir o prejuízo de largar em 11º devido a uma punição causada por troca de componentes do motor, mas terminou a prova somente no quinto lugar.

A quarta colocação ficou com Charles Leclerc (Ferrari). Pierre Gasly (AlphaTauri), Lando Norris (McLaren), Carlos Sainz (Ferrari), Lance Stroll (Aston Martin) e Esteban Ocon (Alpine) completaram o top 10.

A corrida

A chuva caiu em Istambul Park antes do início da corrida e forçou todos os pilotos a largarem com pneus intermediários, ainda que não houvesse chuva na hora da largada. Bottas, Verstappen e Leclerc, os três primeiros, mantiveram suas posições após o apagar das luzes. Sergio Pérez saltou para o quarto lugar ao se aproveitar de um toque de Pierre Gasly sobre Fernando Alonso (Alpine), que empurrou o espanhol para o fim do grid. Por lá, o bicampeão tocou em Mick Schumacher (Haas). Posteriormente, tanto Gasly quanto Alonso foram punidos com cinco segundos pelos toques.

Lewis Hamilton, por sua vez, teve muitas dificuldades para ultrapassar Yuki Tsunoda (AlphaTauri), que fez jogo duro – o britânico passou pelo japonês com uma boa manobra na volta 8. Na sequência, ultrapassou Norris e Stroll sem muitas dificuldades. Outro que também fazia uma boa corrida de recuperação era Carlos Sainz, que após ter largado em penúltimo (punido por ter trocado o motor de sua Ferrari) saltou para a zona de pontuação na altura da volta 14.

Uma volta depois, Hamilton ultrapassou Gasly e iniciou sua perseguição à Sergio Pérez, ao passo que Sainz já figurava na nona posição depois de passar por Tsunoda. Este, na volta 23, rodou sozinho por conta do desgaste dos pneus. Enquanto isso, Daniel Ricciardo (McLaren) era o primeiro a trocar os pneus com um novo jogo de intermediários.

Na volta 34, a batalha pelo quarto lugar entre Pérez e Hamilton foi a grande imagem da corrida: o britânico emparelhou com o piloto da Red Bull e chegou a colocar parte do carro à frente, mas Pérez se defendeu de forma brilhante e leal para segurar a posição. Na volta 37, Verstappen trocou os pneus e voltou à frente de Pérez e Hamilton; Sainz também parou, mas foi atrapalhado por problemas com a Ferrari na troca de pneus. Bottas fez a sua troca de pneus na volta 38 e retornou à frente de Verstappen.

Com isso, a liderança caiu nas mãos de Charles Leclerc, que considerou correr até o fim com apenas um jogo de pneus, estratégia que também era seguida por Hamilton até aquele momento. Na volta 47, porém, Leclerc não conseguiu segurar Valtteri Bottas e perdeu a liderança da prova; o monegasco, enfim, decidiu trocar os compostos em seguida.

Na volta 51, Hamilton atendeu aos pedidos da equipe e entrou nos pits para fazer a sua troca de pneus. Retornou em quinto lugar, atrás de Leclerc e Pérez. Com melhor ritmo, o mexicano ultrapassou Leclerc e tomou a segunda posição. O piloto da Ferrari chegou a entrar na alça de mira de Hamilton, mas conseguiu segurar a posição. Na frente, Valtteri Bottas seguiu sem problemas para conquistar a primeira vitória na temporada.

PRÓXIMA CORRIDA

A Fórmula 1 retornará em duas semanas para o Grande Prêmio dos Estados Unidos, em Austin, no dia 24 de outubro
.

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »