08/11/2021 às 19h05min - Atualizada em 04/11/2021 às 22h21min

Nada do que você faça será lendário se seus amigos não estiverem lá pra ver

A série "How i met your mother" - Como eu conheci sua mãe - nos faz refletir sobre a importância da amizade

Rebeca Spínola - Editado por Andrieli Torres
Fonte/Reprodução: Internet


No ano de 2030, o arquiteto Ted Mosby, decide explicar aos seus filhos a história de como ele conheceu a mãe deles. Tudo começou em 2005, quando um de seus amigos decidiu se casar, o que fez Ted também se sentir pronto para ir em busca de um amor para toda a vida. No início, achamos que a série "How i met your mother" é apenas sobre um cara que conhece várias mulheres à espera da perfeita... sim é exatamente isso, mas tudo muda quando isso sai de foco e o dia a dia dos amigos rouba a cena.  

As inúmeras histórias - que Ted consegue com riqueza de detalhes - contar aos seus filhos sobre toda a jornada, até o tão aguardado momento em que conheceu a mulher dos seus sonhos, nos faz refletir sobre a importância de seus quatro amigos para toda essa trajetória. Marshall, Lily, Barney e Robin conquistam o espectador, que se encontra também apegado à história de cada um, torcendo, vibrando, rindo e até mesmo chorando a cada episódio. 

A amizade nos apresentada em nove temporadas, nos inspira. "How i met your mother" sempre ressalta o quão importante é ter amigos em que você possa contar. Seis anos após seu término, a sitcom continua sendo atual em um dos seus principais temas, afinal, mais do que nunca, depois de um período tão difícil de pandemia, onde fomos obrigados a ficar dias sem contato físico,percebemos o valor de um amigo.

A pandemia trouxe o isolamento social, chamadas por vídeos no whatsapp, ou google meet foi o que muitos aderiram para manter contato, ainda assim, esse período seguiu sendo extremamente difícil. Parar de ver as pessoas que amamos de uma hora para outra foi um desafio, bom, pelo menos para mim. Assim como Ted, tenho amigos incríveis e inúmeras histórias em que cada um com seu jeito especial, fez parte. Ficar sem abraçar os meus amigos foi com toda certeza uma das piores coisas que enfrentei na pandemia, creio que muitos se sentiram assim. 


Imaginemos o Ted, isolado, sem contato com seus quatro amigos, quantas histórias tristes do personagem a respeito da falta de sair com seu grupo veríamos? Pois bem, acredito que muitos passaram por isso nesse período. Além da dificuldade que o isolamento trouxe, Inúmeras pessoas também perderam algum amigo querido vítima da Covid-19. Quantos Ted 's estão sem o seu Marshall agora, quantas Robin' s perderam sua Lilly, quantas pessoas sofrem pela falta daquele amigo em que podia sempre contar e confiar? Uma coisa que essa pandemia nos ensinou, é que o tempo não volta e por vezes, pode ser cruel, como foi para os personagens em determinados momentos da série, mas, apesar da reviravolta que a história de cada um tinha, eles jamais deixaram de contar com o apoio um do outro.

Uma frase de um autor que não me lembro agora, ecoa em minha cabeça ao escrever esse texto, ela diz assim “A amizade desenvolve a felicidade e reduz o sofrimento, duplicando a nossa alegria e dividindo a nossa dor”, para mim, é exatamente isso. Nossos Barney 's, Lilly’ s, Robin ‘s, Marshall’ s, Ted’ s, fazem parte do que somos, sem eles, não suportaríamos metade do que suportamos. Desejo a cada leitor, amigos tão incríveis quanto os que o Ted Mosby tem, desejo que possamos aproveitar o tempo que temos aqui, enquanto estamos vivos, compartilhando os bons e maus momentos com pessoas que valham a pena e que nos façam entender o real significado da palavra amizade. 

“E por último, o conselho mais importante. Nada do que você faça será lendário se seus amigos não estiverem lá pra ver”

 - Barney Stinson

 

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »