07/01/2022 às 12h30min - Atualizada em 07/01/2022 às 11h54min

Ano novo, metas novas

Fernando Azevêdo - Editado por Larissa Bispo
Foto: Unsplash

Ano novo. Vida nova. Metas novas. Planejamentos novos. Esperanças novas. 2022 já é realidade há mais de uma semana; em pouco tempo, o ano novo já foi palco para muitos acontecimentos; a História acontece a todo instante.

 

É possível parar um pouco no início do ano para se dar conta de que é um novo período, e que nele pode-se ser uma pessoa diferente daquela dos anos anteriores, talvez a pessoa que sempre quis ser. Esta é a tarefa que muitas pessoas adotam para começar o ciclo do ano novo renovadas.

 

Além de metas pessoais, há aqueles grandes acontecimentos que são considerados, pois são relevantes para as pessoas no geral. Em 2022, no Brasil, é ano eleitoral. Além disso, é ano de  Copa do Mundo e mais um ano de enfrentamento ao coronavírus.

 

Sobre inícios de ano e planejamentos 

 

Maria Luiza Figueiredo, estagiária e estudante de Jornalismo, diz que, para ela, os inícios dos anos são um tempo, além de planejamentos, de autoavaliação, "na qual sempre incluo as coisas que preciso mudar (ou não) em mim".

 

A discente diz que as metas que cria para o ano não são inflexíveis, apesar de ela costumar se planejar. 

 

"Às vezes, as circunstâncias não são favoráveis para cumprir estes planos, ou também mudamos de ideia sobre algo, nos fazendo riscar alguma coisa de nossa lista. É sobre isso e tá tudo bem", diz. 

 

Já Karen Edyanne, também discente em Jornalismo, compartilha que o período de início de ano, geralmente, é tranquilo, sem muitas coisas para fazer. Mesmo assim, ela tenta se preparar para o que está por vir. "Tento me planejar ao máximo sobre o que quero ou preciso fazer", relata

 

"Sou muito de criar metas, mas uma coisa que aprendi é que a gente tem que fazer metas pequenas e fáceis, pelo menos de primeira, porque, colocando coisas muito distantes, pode pressionar muito a gente; e pressão própria é um problemão enorme no fim", afirma.

 

Sobre 2022

 

As expectativas e esperanças para 2022 estão a todo vapor. As duas discentes pontuam que esperam que as atividades, atrapalhadas pela pandemia de novo coronavírus, voltem ao normal.

 

Karen deseja, para 2022: sair mais um pouco, "que todo mundo possa melhorar o humor saindo também; e que, acima de tudo, a nossa saúde seja 3 vezes melhor".

 

Maria Luiza acredita que 2022 será um ano bom, mas crê que "relações possam ser conturbadas devido às eleições que ocorrerão este ano. Esta situação sempre acaba afetando muitos relacionamentos".

 

"Quanto às minhas metas pessoais, creio que serei bem sucedida em boa parte. Estou determinada a cumpri-las", declara Maria Luiza. 


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »