11/07/2022 às 14h19min - Atualizada em 10/07/2022 às 23h01min

Após disputas emocionantes, Charles Leclerc vence o GP da Áustria

Depois de abandonos dos carros da Ferrari e Red Bull, e problemas no final da corrida, o monegasco consegue o primeiro lugar

Ana Carolina Gomez - labdicasjornalismo.com
Charles Leclerc, Lewis Hamilton e Max Verstappen comemorando o pódio no GP da Áustria. Foto: site da Fórmula 1

Charles Leclerc venceu o circuito da Red Bull Ring, Áustria, que aconteceu neste domingo (10), em uma corrida onde um carro da Red Bull e um da Ferrari, não completaram a corrida, respectivamente, Sergio Pérez e Carlos Sainz, com o abandono do piloto mexicano, o monegasco ocupa o segundo lugar na competição. O líder do campeonato, Max Verstappen ficou com o segundo lugar e Lewis Hamilton com o terceiro. 

 

A classificação dos pilotos na competição ficou assim: Max Verstappen com 208 pontos, Charles Leclerc com 170 pontos, Sergio Pérez com 151 pontos, Carlos Sainz com 133, George Russell com 128 pontos e Lewis Hamilton com 109. Já o mundial de construtores ficou: Red Bull com 359 pontos, Ferrari com 303, Mercedes com 237, e o quarto lugar está empatado entre McLaren e Alpine com 81 pontos cada.

 

O grid de largada do GP foi composto por Max Verstappen (Red Bull), Charles Leclerc (Ferrari), Carlos Sainz (Ferrari), George Russell (Mercedes), Sergio Pérez (Red Bull), Esteban Ocon (Alpine), Kevin Magnussen (Haas), Lewis Hamilton (Mercedes), Mick Schumacher (Haas) e Lando Norris (McLaren). 

 

A CORRIDA

 

Max Verstappen e Charles Leclerc mantiveram suas posições de largada, a disputa ocorreu pelo terceiro lugar entre George Russell e Carlos Sainz, o piloto da Mercedes ficou para trás e o Sergio Pérez atacou. O mexicano tocou no carro do adversário, saiu da pista e necessitou ir para os boxes para ajustar o carro, com isso, ele voltou em último.

 

A partir da volta 10, Leclerc aproximou de Verstappen e foi para o ataque. O piloto da Ferrari chegou a ficar à frente, porém o holandês recuperou a posição, mas avisou a equipe através do rádio que estava difícil segurar. Logo depois, o monegasco abriu a asa móvel na curva quatro e assumiu a liderança.

 

Após conquistar a ponta, Leclerc conseguiu abrir vantagem de um segundo. Verstappen foi para os boxes na 14ª volta para mudar de pneus.  Um pouco atrás deles, estava acontecendo a disputa pelo quinto lugar entre Hamilton e Schumacher, o britânico conseguiu ultrapassar o alemão durante a volta 16.

 

Verstappen voltou dos boxes em sexto e foi conseguindo ultrapassar os adversários. Leclerc fez o pitstop durante a volta 27 e consequentemente, o holandês reassumiu o primeiro lugar. Nessa mesma volta o Sergio Pérez abandonou a corrida. O monegasco voltou pronto para a disputa do primeiro lugar e na 32ª volta, ele conseguiu ultrapassar o Verstappen com tranquilidade. 


Verstappen voltou aos boxes durante a volta 37 e retornou no terceiro lugar, à frente de Lewis Hamilton. O piloto espanhol, Fernando Alonso, saiu do último lugar, porém fez uma ótima corrida e na 51ª volta, ele já estava em quinto lugar.
 

Na volta 50, Charles foi para os boxes e retornou em segundo lugar, atrás de Max. Porém não demorou muito para o monegasco se aproximar e ultrapassar o holandês mais uma vez.

 

Durante a volta 53, Sainz se aproximou de Verstappen e começaram uma briga pela segunda colocação. O carro do espanhol estava com um ritmo melhor, e estava quase ultrapassando o holandês, até que começou a apresentar problemas e soltar fumaça. O piloto da Ferrari saiu da pista e o carro começou a pegar fogo.

 

Com a entrada do virtual safety car, Charles e Max foram aos boxes juntos. O monegasco voltou na primeira posição e o holandês em segundo. Na volta 60, o safety car foi retirado.

 

No final da prova, Leclerc começou a sentir problemas no seu acelerador. Felizmente, o piloto da Ferrari tinha uma boa vantagem sob Verstappen e conseguiu se manter na liderança, e o holandês em segundo lugar.

 

A classificação final foi Charles Leclerc em 1°, Max Verstappen em 2°, Lewis Hamilton em 3°, George Russell em 4°, Esteban Ocon em 5°, Mick Schumacher em 6°, Lando Norris em 7°, Kevin Magnussen em 8°, Daniel Ricciardo em 9°, Fernando Alonso em 10°, Valtteri Bottas em 11°, Alexander Albon em 12°, Lance Stroll em 13°, Guanyu Zhou em 14° ,Pierre Gasly em 15°, Yuki Tsunoda em 16°, Sebastian Vettel em 17°. Carlos Sainz, Nicholas Latifi e Sergio Pérez não terminaram a corrida.

 

PRÓXIMA PROVA

A próxima corrida acontecerá no domingo dia 24 de julho, no circuito Paul Ricard, na França.

 

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »