22/08/2019 às 16h50min - Atualizada em 22/08/2019 às 16h50min

Uma tentativa de montar o quebra-cabeça da Política Brasileira

Iara Meneses - Editado por Socorro Moura
Marcelo Camargo para Agência Brasil - https://www.flickr.com/photos/fotosagenciabrasil/26428864161

Diante de uma tentativa de montar um quebra-cabeça sobre a política brasileira,“Democracia em Vertigem foi lançado em janeiro de 2019. Produzido e dirigido pela cineasta Petra Costa, a produção faz o resgate de memórias sobre a ascensão e queda de um grupo político, o Partido dos Trabalhadores (PT), e ainda a polarização das massas. A obra destaca fatos de um país, onde as rebeliões foram brutalmente  esmagadas e a república veio através de um golpe. E ainda, depois de 21 anos de ditadura, conseguiu restabelecer a sua democracia. Até chegar ao momento em que o país tem uma presidente destituída e um ex-presidente preso. 

Na obra, são apresentados os momentos em que Lula, sindicalista e trabalhador, move a massa rumo à revolução, quando percebe que a representatividade da classe trabalhadora é mínima dentro do corpo político da época, e que os trabalhadores começaram a virar atores políticos. O Documentário narra a história da trajetória e disputa política de Lula no período que pleiteou as eleições como representante dos trabalhadore,  até o momento que conseguiu se eleger, em 2002, como presidente do Brasil. Nessa parte, a cineasta Petra Costa relata ainda as dificuldades que o presidente enfrentou para firmar alianças dentro do governo, já que na bancada o seu partido ainda era minoria. 


Após os 08 anos de governo petista, liderado por Luiz Inácio Lula da Silva, o surgimento de seu sucessor advém com o nome de Dilma Rousseff, sendo estampada como o braço direito do presidente petista na empreitada de pleitear mais uma eleição presidencial. O resultado vem com Dilma ganhando as eleições de 2010 e assumindo a presidência do Brasil. Quatro anos mais tarde, acontece a reeleição de Dilma e como é colocado no documentário, abre-se portas para acontecimentos importantes no cenário político.

Assim, com uma linearidade de fatos, a obra é considerado por alguns um documentário Dilmista, já que a ênfase maior é dada na trajetória política da mesma, justificado pelo fato de que tanto a mãe da cineasta, quanto Dilma, foram presas no período da ditadura militar no mesmo presídio, mas em épocas diferentes. Vê-se no documentário essa atenção dada a essa história que se passa em tempo e espaço diferentes, mas que demonstra uma luta única. 

Por fim, vem o momento das investigações da lava jato, manobras feitas por Dilma, polarização das massas, seguido pelo momento que culminou com o impeachment da presidente e em seguida a prisão de Lula, como finalização de um período que resultou na queda de um governo. O cenário político relatado por Petra, mostra como se delineou esses momentos.

As histórias resgatadas e contada no Democracia em Vertigem traz consigo um relato de uma menina que cresceu com influência por parte dos pais, de militar por seus direitos enquanto cidadã. Ela cresceu e viu mudanças acontecerem no cenário político do seu país. Por vivências e experiências de sua mãe, conseguiu juntar as peças e montar um quebra-cabeça, mostrando histórias que se cruzaram no tempo e no espaço. 

Assim, Petra conseguiu fazer um relato, marcado ideologicamente por um pensamento esquerdista, mas apresentando fatos que mostram o papel dos políticos em grandes decisões dentro da política do Brasil. Do nascimento da frágil democracia, onde pessoas se reuniram e foram às ruas para garantir  o futuro das crianças e jovens do país, até a polarização das massas e a derrubada de um grupo político.  

    

 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »