21/09/2019 às 21h01min - Atualizada em 21/09/2019 às 21h01min

Conheça cinco trilhas para desbravar e curtir a paisagem do Rio

Vistas exuberantes e escaladas radicais unem aventura e beleza

Alexandra Machado - Editado por Jéssica Belo
Juju Coelho

Se você é carioca, ou está no Rio de Janeiro à procura de passeios radicais para fazer na cidade, saiba que nem só de praia vive o turismo do Rio. Pegue seu tênis, água, comida, protetor solar, e vamos conhecer agora cinco trilhas incríveis que não podem ficar de fora do seu roteiro de escaladas! 

 

1. Bico do Papagaio 

O nome não é à toa: o formato angulado do segundo ponto mais alto do Parque Nacional da Tijuca lembra o bico da ave que dá o nome. Com mais de 900 metros de altura, a trilha começa no Lago do Bom Retiro, onde se deve seguir pela estrada dos Picos; começando pelo Lago do Bom Retiro, a caminhada é de mais dois quilômetros, mas para quem vai desde a entrada do parque, o trajeto é maior. O caminho é considerado de fácil a moderado, com a trilha bem marcada, mas perto do final fica bastante íngreme. Em alguns dias fica bem cheio e também é possível fazer rapel. 


Foto: Maycon Nunes
 

2. Pedra do Telégrafo 

É, sem dúvida, uma das mais procuradas do Rio. A pedra é famosa por ser o cenário das fotos divertidas com pessoas penduradas no “precipício” (que é um truque das fotos, que dão a ilusão do turista estar pendurado no ar). O local fica a mais de 350 metros de altura, no Parque Estadual da Pedra Branca, em Barra de Guaratiba. Por ser considerada fácil e oferecer uma das mais belas vistas de diversas praias, o lugar vive lotado. Para conseguir tirar a foto perfeita, é bem possível que você espere até três horas numa fila, por isso, chegue cedo.  

Foto: Seguindo Viagem/Reprodução
 

3. Pedra Bonita 

Uma das trilhas mais fáceis do Rio, com uma vista deslumbrante da Barra da Tijuca, parte da zona sul e de São Conrado. O lugar faz parte do Parque da Floresta da Tijuca e de lá saem voos de asa delta. A formação rochosa tem quase 700 metros de altura, o local tem muita mata e de frente é possível ver a pedra da Gávea. Lá é bem movimentado aos fins de semana, e a trilha é de fácil acesso e rápida, 30 a 40 minutos de caminhada.  


Foto: Diego Baravelli

 

4. Morro Dois Irmãos 

Com 540 metros de altura, é uma trilha curta, de aproximadamente 1,6 quilômetros, e considerada moderada. Mesmo curta, é possível que você demore para chegar ao final, pois não é muito sinalizada; dê preferência a ir com um guia. O acesso começa no Morro do Vidigal, onde você pode ir a pé até o alto da comunidade ou subir de mototáxi, e lá em cima começa o trajeto de verdade. A mata é um pouco fechada e com algumas subidas íngremes. Quando chegar ao primeiro “irmão” terá um belo mirante, e seguindo para o segundo morro, o caminho fica mais fácil. O esforço valerá pela vista magnífica. 


Foto: Partiu Natureza 
 

5. Pedra da Gávea 

Melhor mirante do Rio de Janeiro, a uma altura de quase 850 metros, também é considerada a trilha mais difícil do Rio. Existem dois caminhos para chegar lá em cima: a Carrasqueira, que é um paredão de 30 metros onde é preciso fazer uma escalada, e o Pico dos 4, por onde é possível acessar a famosa Garganta do Céu, por isso é recomendado ir com guia, já que o trajeto possui trechos muito íngremes e alguns são perigosos. Mas o cansaço é imediatamente recompensado quando se chega ao cume e se avista a paisagem: o platô é imenso, com vista para todos os lados, é de tirar o fôlego. 


Foto: Trilhando Montanhas/Reprodução


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »