10/02/2020 às 01h23min - Atualizada em 10/02/2020 às 01h23min

Passaporte carimbado: Brasil domina Argentina e confirma presença nas Olimpíadas

Seleção Brasileira vai em busca do segundo ouro olímpico; Argentinos também se classificam

João Felipe Carvalho - Editado por Paulo Octávio
Os artilheiros da noite Paulinho e Matheus Cunha comemoram um dos dois gols do centroavante na partida (Foto: Lucas Figueiredo/CBF)
Acabou o sufoco. Após dois empates no quadrangular para Colômbia e Uruguai, o Brasil espantou o risco de ficar fora dos Jogos Olímpicos de Tóquio. E, de forma surpreendente, não teve dificuldades para tirar os 100% de aproveitamento da já classificada Argentina com a vitória por 3 x 0, neste domingo (9). Paulinho e Matheus Cunha, duas vezes, marcaram os gols que deram a Seleção Brasileira a chance de defender o ouro olímpico em Julho. O Uruguai, que dependia de um tropeço brasileiro para avançar, ficou sem a vaga.

PRIMEIRO TEMPO

Mesmo sem pretensões na partida, a Argentina foi ao ataque nos primeiros minutos de jogo. Aos 3’, Mac Allister quase abriu o placar em cobrança de falta de longa distância. Cinco minutos depois, o meia foi atropelado pelo árbitro Alexis Herrera e assustou os hermanos, mas seguiu no jogo. A primeira chance do Brasil foi aos 12’ e terminou na rede. Pedrinho lançou Paulinho, que não desperdiçou na frente de Cambeses. 1 x 0. Aos 17, os brasileiros pediram pênalti após Pérez cortar uma bola na área. O árbitro ignorou. Aos 23’, Matheus Cunha recebeu de Caio Henrique e acertou a trave. No lance seguinte, Belmonte levou o primeiro cartão da partida. Bustos entrou forte em Bruno Guimarães e também foi punido. 

As chegadas da Argentina eram sempre com Mac Allister, mas a pontaria dele não estava boa. Aos 29’, Vera e o camisa dez tiveram chutes travados pela defesa. No contra-ataque, a bola foi lançada por Bruno Guimarães, Pérez afastou mal e Matheus Cunha encobriu o goleiro. Com o gol livre, o artilheiro precisou de duas oportunidades para ampliar. E era jogo de um time só. Matheus Cunha finalizou de longe e quase marcou o terceiro do Brasil. Reinier saiu na cara de Cambeses, mas preferiu bater e parou no goleiro. Após o lance, o tempo fechou e os jogadores discutiram entre si. Aos 42’, Zaracho cabeceou para fora em cobrança de escanteio. Restou ao Brasil administrar o jogo e aguardar a ida para o vestiário.

SEGUNDO TEMPO

Fernando Batista alterou sua equipe e colocou Togni na vaga de Belmonte, amarelado. Aos 2’, A Argentina chegou com Alvarez, mas Caio Henrique travou o chute. Aos 7’, Mac Allister acertou a barreira. A resposta do Brasil veio em contra-ataque após cobrança de lateral. Matheus Cunha serviu Paulinho, que devolveu para o centroavante chutar rasteiro para marcar o terceiro do Brasil e seu segundo na partida. O gol colocou Matheus Cunha como artilheiro do Pré-Olímpico, com cinco gols, e deixou a vaga para Tóquio praticamente confirmada. A Argentina mexeu: Bustos deu lugar a Castellanos. Os colombianos presentes no Alfonso López, em Bucaramanga, viram a superioridade brasileira e entoaram o grito de “Olé” aos 15’. Mais tranquilo com o desempenho de sua equipe, André Jardine lançou Pepê em campo na vaga de Reinier. Na primeira chance do ponta do Grêmio, ele cruzou para Paulinho, que se antecipou ao zagueiro e só não marcou porque Cambeses impediu. Aos 34’, o atacante parou novamente no goleiro argentino. Na resposta da Argentina, Castellanos isolou na frente de Ivan. Depois, mais alterações. Pedrinho e Matheus Cunha saíram para a entradas de Bruno Tabata e Maycon. Enquanto do lado argentino, o lateral Herrera entrou na vaga de De La Fuente. Aos 40’, Medina entrou forte em Paulinho e foi punido com cartão amarelo. Nos acréscimos, ainda deu tempo do camisa sete brasileiro acertar o travessão. No lance seguinte, Mac Allister falhou na pontaria mais uma vez e finalizou para fora. Após o erro, Alexis Herrera chamou os capitães e encerrou o jogo antes dos 48’.

PRÓXIMOS CONFRONTOS

Com a classificação, Argentina e Brasil se juntam às outras 12 seleções já garantidas em Tóquio-2020:  Japão, como anfitrião, Alemanha, Espanha, França, e Romênia, pela Europa; Nova Zelândia, da Oceania. Egito, Costa do Marfim e África do Sul pelo continente africano. Além de Arábia Saudita, Coreia do Sul e Austrália pela Ásia. As duas vagas restantes serão ocupadas pelos classificados do Pré-Olímpico da Concacaf, que reúne países da América do Norte Central e Caribe. A primeira rodada do torneio olímpico de futebol será no dia 23 de Julho.


Veja os melhores momentos da partida. Canal: Futebol da galera. Imagens: CONMEBOL/TV Globo
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »