10/07/2020 às 19h19min - Atualizada em 10/07/2020 às 19h15min

Jovem suspeito de homicídio em Portugal é encontrado morto na prisão

O rapaz estava no Sistema Prisional de Lisboa, em prisão preventiva

Rute Moraes - Edição: Giovane Mangueira
Portal tvi24 (Jornal Português)
foto/reprodução:arquivo pessoal

Ruben Couto de 25 anos, suspeito de assassinar de Beatriz Lebre, foi encontrado morto na prisão. Tudo leva a crer que ele morreu no último domingo, (5) entre as 22h e às 23h. A notícia foi confirmada pelo advogado do réu, Miguel Matias. O homem estava preso no Estabelecimento Prisional de Lisboa, em prisão preventiva.

De acordo com a Direcção-Geral de Reinserção e Serviços Prisionais (DGRSP)o estabelecimento prisional da polícia criminal foi chamado no local, e comunicaram as autoridades competentes. "“Imediatamente foram chamados os serviços clínicos do estabelecimento prisional de Lisboa e o INEM foi acionado, que confirmou o óbito e, o corpo do jovem, foi encaminhado para o Instituto Nacional de Medicina Legal, para autópsia”, esclareceu a DGRSP.

Ao jornal português, Correio da Manhã, o advogado Miguel Matias, confirmou que óbito do jovem foi confirmado à família. O mesmo site, diz que a morte do jovem Rubén Couto, que a todo momento estava sendo vigiado, está sendo tratada como um possível suicídio.

Vale lembrar que, o jovem já havia tentado tirar a própria vida na primeira noite em que foi preso, na ocasião, ele foi hospitalizado. O estudante de psicologia, estava aguardando o julgamento em prisão preventiva e, foi indiciado pelos crimes de homicídio qualificado e ocultação de cadáver. Rúben Couto, confessou ter assassinado Beatriz Lebre, por quem supostamente ele teria uma obsessão.

A mãe de Beatriz Lebre, Paula Lebre, escreveu que “quando morre uma criança ou jovem, é sempre uma perda para as famílias como para a sociedade”. Apesar de tudo que Rúben Couto fez, a Beatriz Lebre, chegando até a matá-la e confessar o crime, a mãe da jovem lamenta a perda do rapaz.

O Sistema Prisional informou que, vai abrir um inquérito para investigar o caso.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »