10/09/2020 às 19h48min - Atualizada em 10/09/2020 às 19h45min

Governo de São Paulo lança programa Desafio SP para retomada do turismo

Iniciativa tem como objetivo busca pela solução de problemas do setor no pós-pandemia

Melissa Costa - Alexandra Machado
IMAGEM REPRODUÇÃO: Melhores Destinos
Após cenas de aglomeração no feriado de 7 de setembro em praias do litoral paulista e em outras instâncias turísticas, é possível perceber que o setor já começa a sentir uma melhora pós-flexibilização da quarentena. Ainda assim, o turismo opera com capacidade reduzida em sua rede hoteleira, pontos túristicos e também em bares e restaurantes. 

Essa foi uma solução imediata para que o setor retomasse suas atividades e o isolamento social - medida protetiva contra o coronavírus - fosse mantido. Entretanto, a manutenção do setor nessas condições não é solução a longo prazo. Isso porque apenas o estado de São Paulo calcula uma perda de 17 milhões de viagens, 120 mil demissões e mais de 55 bilhões de reais.

Sabendo da necessidade de uma reestruturação do setor pós-pandemia, o Governo de São Paulo lançou no dia 19 de agosto um programa chamado "Desafio SP", que convoca startups para a criação de projetos que, de forma inovadora, proponham soluções para o turismo em três frentes: Bares e Restaurantes, Estabelecimento de Hospedagem e Receptivo Turístico. 

“A competição é parte da estratégia de buscar soluções não apenas para a retomada do setor, mas também na identificação de novas formas de negócios em turismo” disse em entrevista o secretário de turismo do Estado, Vinicius Lummertz.

O período de inscrições, encerrado no último dia 2, teve adesão de mais de 350 startups. O programa é uma parceria entre a Secretaria de Estado do Turismo (Setur), Wakalua Innovation Hub - primeiro polo global de inovação em turismo - e a Fundação Instituto de Administração (FIA). O Desafio SP faz parte do 1° Desafio Brasileiro de Inovação em Turismo do Ministério do Turismo em colaboração com a Organização Mundial do Turismo (OMT), uma agência da Organização das Nações Unidas (ONU). 

As três startups vencedoras do programa receberão, além do apoio para a implantação do projeto, o prêmio em dinheiro no valor de R$ 5 mil cada e disputarão uma viagem para Madri (Espanha) para participar da Feira Internacional de Turismo 2021 (
Fitur). Além disso, as vencedoras de cada estado também participarão das semifinais da terceira edição da UNWTO Tourism Startup Competition. Segundo o Governo de São Paulo, 28% das startups inscritas no Desafio Brasileiro de Inovação em Turismo são paulistas. 

Os vencedores serão conhecidos no dia 15 de setembro e a avaliação dos projetos será feito por líderes de turismo e inovação do país. Os critérios avaliados serão: modelo de negócio, sustentabilidade, escalabilidade, perfil e histórico da equipe e impacto para o setor.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »