05/12/2020 às 00h36min - Atualizada em 05/12/2020 às 00h32min

Em momentos de crise, porém opostos, Botafogo e Flamengo duelam em jogo que a vitória é importante para ambos

O Botafogo joga para somar pontos e se livrar do rebaixamento, enquanto o Flamengo aposta todas suas fichas no Brasileiro

Matheus Fernandes - editado por Stefany Cardoso
Estádio Nilton Santos, palco do clássico entre Botafogo x Flamengo (Foto: Reprodução/Internet)
Botafogo e Flamengo se enfrentam no estádio Nilton Santos, pela 24ª rodada do Campeonato Brasileiro, às 17h (de Brasília), deste sábado, em momentos distintos na tabela. O Alvinegro briga contra o jejum de sete jogos sem vitórias e para se afastar da zona de rebaixamento, enquanto o Rubro-Negro tenta, também, encontrar os caminhos da vitória, para não perder Atlético-MG e São Paulo de vista pela liderança do Brasileiro, após as precoces eliminações na Copa do Brasil e Libertadores da América.

O Botafogo está na penúltima colocação com 20 pontos e o Flamengo em terceiro, com 39 pontos, e ambos os times estão com um jogo a menos.
 
BOTAFOGO
 
Após a demissão da comissão técnica de Ramón Díaz, Eduardo Barroca é o (velho) novo técnico do Botafogo, mas não estará à beira do campo devido ter testado positivo para Covid-19. Quem comandará o time na partida é o auxiliar Felipe Lucena.

Pressionado pelos resultados ruins, pela crise financeira que assombra o clube há anos e por protestos de torcedores nos últimos dias, o elenco e a diretoria vê este jogo como uma virada de chave para as vitórias voltarem a aparecer, devido à instabilidade do rival e as últimas eliminações na Copa do Brasil e Libertadores.
 
Desfalques: Angulo (lesão na coxa), Gatito Fernández (edema ósseo no joelho), Guilherme Santos (lesão na coxa), Kanu (suspenso), Kevin (suspenso), Kelvin (edema muscular), Lucas Barros (cirurgia no joelho) e Saulo (dor no ombro).
 
Pendurados: Bruno Nazário, Caio Alexandre, Marcelo Benevenuto, Matheus Babi, Rafael Forster e Victor Luis.
 
Provável escalação: Diego Cavalieri; Marcinho, Marcelo Benevenuto, Rafael Foster, Victor Luis; Zé Welison, Caio Alexandre, Keisuke Honda; Bruno Nazario, Rhuan e Pedro Raul.
 
FLAMENGO
 
Depois da eliminação na Libertadores para o Racing-ARG, dentro do Maracanã, nos pênaltis, e na Copa do Brasil, há 17 dias para o São Paulo, o Flamengo só tem o Campeonato Brasileiro para poder conquistar algum título. O time e o técnico Rogério Ceni vêm pressionados devido as desclassificações nas duas copas e resultados ruins – o time só tem uma vitória em seis jogos sob o comando do novo treinador, e isso foi motivo de cobrança na saída da delegação no jogo contra o Racing, além das duas eliminações em menos de duas semanas.

Gabigol segue fora, pois continua na transição para se recuperar de um desequilíbrio muscular; os jovens Thuler, Noga e Ramon não foram relacionados para o clássico; Pedro pode ser titular, e a dúvida é no companheiro de Rodrigo Caio: a vaga será disputada por Léo Pereira, Gustavo Henrique e pelo garoto Natan.
 
Desfalques: Gabigol e Thiago Maia (lesionados).
 
Pendurados: Rogério Ceni, Gabigol, Gerson, Vitinho e João Lucas.
 
 
Provável escalação: Diego Alves, Isla, Rodrigo Caio, Léo Pereira (Natan) e Filipe Luis; Willian Arão, Gerson, Everton Ribeiro e Arrascaeta; Bruno Henrique e Pedro.
 
HISTÓRICO DO CONFRONTO
 
Na história do clássico, o Flamengo leva vantagem: são 24 vitórias. Em 382 jogos, o Rubro-Negro têm 140 vitórias, 116 derrotas e os times empataram outras 126 vezes, com 523 gols para o Alvinegro e 576 para o time da Gávea.

No primeiro turno, no Maracanã, Flamengo e Botafogo deixaram as emoções do jogo pro fim. Pedro Raul abriu o placar aos 47, em lindo voleio, e Gabigol deixou tudo igual aos 55, após cobrança de pênalti, cometido por Marcelo Benevenuto.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »