16/04/2021 às 15h44min - Atualizada em 16/04/2021 às 15h34min

Quais são os Crimes Cibernéticos mais comuns e como evitá-los?

Crimes reais, no mundo virtual

Luís Mário Miranda de França Ferreira - Editado por: Celine Almeida
Divulgação/ CISO Advisor

A internet tem se mostrado uma ferramenta muito útil desde a sua criação. Atualmente, a tecnologia da internet vai além de simplesmente criar softwares ou se divertir ao navegar na rede. Com o avanço tecnológico é possível trabalhar, estudar, pagar contas, ir ao banco e fazer compras sentado no sofá de casa. Por mais que seja maravilhoso, a internet esconde perigos reais e precisamos falar sobre eles. 

 

Crimes no Ciberespaço.
 

O ciberespaço tem um conceito abrangente que não se limita apenas à internet, portanto, o crime cibernético é uma atividade criminosa que tem como alvo um computador, uma rede de computadores ou qualquer dispositivo conectado a uma rede. 
 

Muitos dos crimes virtuais ocorridos são praticados por cibercriminosos ou hackers, experientes ou não, que são motivados por lucro, ideais políticos ou motivos pessoais. Além de roubos e fraudes, é muito comum ocorrer crimes que ferem os direitos de imagem. 

 

Tipos comuns cibercrimes e como acontecem.

 

Esses são alguns crimes comuns que acontecem no ciberespaço: 
 

  • Fraudes de identidade - Quando seus dados pessoais são roubados e usados. A pessoa ou a organização maliciosa realiza o roubo acessando informações pessoais de terceiros, podendo roubar CPF, RG, carteira de motorista, dados bancários e muitos outros. Após isso, o cibercriminoso usa os dados para obter vantagens se passando por outra pessoa;
  • Golpes de cartões ou boletos - Acontece quando criminosos clonam cartões de créditos e alteram boletos bancários;
  • Extorsão cibernética - Criminosos entram em contato com alguém, ameaçam dizendo saber questões sigilosas sobre a vítima ou inventam o sequestro de algum parente, pedem dinheiro em troca de silêncio ou do sequestrado. Esse tipo de crime também acontece por telefone;
  • Espionagem cibernética - É a prática de obter informações através do meio digital - de caráter secreto ou confidencial - sobre governos ou empresas, sem autorização, para alcançar certa vantagem militar, política, econômica, tecnológica ou social
  • Pedofilia virtual - Produção, difusão e consumo de pornografia infantil são crimes com penas de reclusão entre um e oito anos, além de multa. Os criminosos muitas vezes coagem crianças e adolescentes através das redes sociais, as ameaçam, pedem fotos e vídeo e guardam esses conteúdos para depois vender online;
  • ‘Porn Revenge’ - Pornografia de Vingança, traduzindo do ingles, é um tipo de pornografia não consensual que usa divulgação de materiais íntimos para humilhar as vitimas. Muitas vezes acontecem entre casais ou flertes virtuais, onde o parceiro ou parceira usam fotos ou vídeos íntimos do outro parceiro ou parceira para se vingar ou por malícia; 
  • Violação dos direitos de imagem - O direito de imagem, entendido também como direito de personalidade pelo Código Civil, constitui na expressão exterior sensível da individualidade humana. Resumindo, é toda a expressão da imagem, do exterior, de um ser humano. Pegar a imagem de uma determinada pessoa e usá-la de forma indevida, atingindo sua honra, sua boa-fama, respeito ou for usada para fins comerciais, sem a autorização da vítima, é crime;   
  • Invasão de dispositivo, golpe no Whatsapp - Um dos mais comuns. Esse cibercrime consiste em um criminoso “invadir dispositivo informático alheio, conectado ou não à rede de computadores, mediante violação indevida de mecanismo de segurança e com o fim de obter, adulterar ou destruir dados ou informações sem autorização expressa ou tácita do titular do dispositivo ou instalar vulnerabilidades para obter vantagem ilícita” (CP, art. 154-A, caput).
 

Como se proteger de cibercrimes 

  • A dica principal para prevenir-se de crimes virtuais é usar um software de antivírus e mantê-lo atualizado. O antivírus irá detectar qualquer atividade que seja suspeita e anulá-las antes que comecem a agir.  Esses aplicativos protegem seus dispositivos conectados à rede e, também, protegem seus dados e informações pessoais;
  • Usar senha difíceis de serem descobertas, nunca usar senhas que sejam óbvias, como data de aniversário, nome e sobrenome dentre outras; 
  • Para proteger as crianças e adolescentes, os pais ou responsáveis devem sempre verificar o smartphone dos menores. Atualmente, alguns celulares já vem com a opção “controle dos país”;
  • Não forneça suas informações pessoais se não tiver certeza de que seja uma empresa segura;
  • Tome cuidado com as mensagens de texto e e-mails suspeitos. Jamais clique em links fornecidos por mensagem que não sabe a procedência. 
  • Fique atento a fatura do cartão de crédito e aos boletos; 
  • Um dos principais cuidados é conhecer os seus direitos como membro de uma sociedade. Em caso de dúvida é bom procurar informações com quem entende do assunto.
 





 

Kaspersky. Dicas de como se proteger contra crimes cibernéticos. Disponível em:<https://www.kaspersky.com.br/resource-center/threats/what-is-cybercrime>.Acesso em: 16 de abr. 2021.

Estado de Minas. Pedofilia virtual: especialista alerta sobre abuso sexual na internet. Disponível em:<https://bityli.com/3qGTb>. Acesso em: 16 de abr. 2021. 

Âmbito Jurídico. “Revenge Porn”: não seja a próxima vítima. Disponível em:<https://ambitojuridico.com.br/cadernos/direito-penal/revenge-porn-nao-seja-a-proxima-vitima/>. Acesso em: 16 de abr. 2021.

Aurum. Saiba mais sobre o direito de imagem, sua proteção constitucional e exceções. Disponível em:<https://www.aurum.com.br/blog/direito-de-imagem/ >. Acesso em: 16 abr. 2021. 
Simply. Os avanços das fraudes de identidade no Brasil. Disponível em:<https://blog.simply.com.br/fraudes-de-identidade-no-brasil/>. Acesso em: 16 abr. 2021. 


 


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »