17/04/2021 às 16h07min - Atualizada em 17/04/2021 às 15h28min

Bastidores: Conheça como funciona a criação de uma campanha de moda

Independente do projeto, é preciso criar uma narrativa visual para conquistar o cliente

Danielle Barros - Editado por Thayane Domingos
Reprodução/ Unsplash
Uma campanha de moda para uma marca tem o objetivo de vender um produto, lançar uma coleção ou até mesmo comunicar o conceito da empresa. É preciso criar uma narrativa visual para despertar o encanto e a curiosidade do cliente.

Por isso, as campanhas precisam ser criativas, ousadas e pensadas para o público que a marca pretende impactar. Parece simples, mas é um trabalho que demanda conhecimento e tempo. Pois, para produzir um projeto desse é necessário pensar e planejar muito antes da execução.

Para que tudo dê certo, é importante seguir algumas etapas. A primeira é o briefing, um tipo de guia para informar o que será realizado na campanha, como será o cronograma e definir quem participará dela. Assim, todos os profissionais envolvidos ficam alinhados, garantindo harmonia na produção do projeto.

No entanto, ele não é o único elemento necessário. Como explica a produtora executiva Luana Godoy, 33 anos, a partir deste briefing, a equipe parte para a criação da campanha com a escolha de um diretor de arte que será responsável por este trabalho. "Com a criação do moodboard, que basicamente, é toda a concepção do projeto (set design, locações, referências de luz, styling, beleza...) seguimos com a produção executiva, que é levar o projeto adiante de acordo com estas orientações e expectativas'”, explica.

Outra etapa importante é a contratação do “rosto” da propaganda, o responsável por gerar identificação visual com o público-alvo. Além disso, precisa fazer sentido para a marca. O (a) profissional que irá modelar para a campanha também precisa entender o que acontecerá. Para garantir que se faça um bom trabalho, o ideal é que as orientações cheguem bem antes.

A modelo Isadora Marcellus, 21 anos, explica que às vezes as marcas passam um briefing para que ela consiga ir preparada para a ideia que será executada. "Quando acontece isso é bem mais legal, porque já chegamos mais confiantes e entendendo todo o propósito. Infelizmente as vezes é surpresa, muitos contratantes não gostam de passar antes e preferem explicar na hora. Fica a critério”, afirma.
 

Hora da produção
Depois de todas as reuniões, pré-produções e contratações, chega o momento mais esperado: o dia de produzir as fotos. A duração dessa fase depende do tipo de campanha, das locações - se será em estúdio ou ambiente externo - e do número de produtos. Pode levar uma manhã, um dia inteiro ou até, em semanas.

Algumas marcas possuem um orçamento limitado para a criação da campanha. Por mais que determinados profissionais sejam importantes para este momento, nem sempre são contratados para executar esses serviços. Mas quem deve estar envolvido nesse trabalho?

“Depende de cada projeto, pois, há projetos menores que não temos, por exemplo, um diretor de arte envolvido. O briefing vem direto do cliente, mas basicamente, temos o fotógrafo (a), seus assistentes, diretor de arte, stylist, camareira, beauty artist, equipe de catering, produtor de casting e modelos (caso não seja um trabalho só de still, que é somente imagem de produto), produtor (a) executivo (a), diretor de filme/ filmaker (caso tenha filme/ fashion filme) e image retouch”, conta Luana.



Produção durante a pandemia?
Diante o cenário da pandemia causada pela covid-19, muitas coisas mudaram no mundo da moda. Realizar trabalhos presenciais, quando decretado o isolamento aqui no Brasil, em março de 2020, ficou impossível. No período era um momento delicado e de completo desconhecimento, o que se arrastou até este ano.

Então, com todos em casa, em home office, como encarar o fato de que um trabalho essencialmente presencial, teria de ser feito a distância? Além disso, o impacto econômico também atingiu a área da moda, com redução de custos. Parecia um desafio, mas, aos poucos, ideias criativas foram surgindo para que as campanhas continuassem.

“Todas as campanhas foram clicadas remotamente no início da pandemia, com o auxílio de todos os profissionais envolvidos auxiliando os modelos com ângulos, luz, beleza e styling. Obviamente, o ideal é que todo o time esteja presente no set, mas neste caso, apesar das dificuldades de qualidade de imagem, luz adequada, acabamento na beleza e styling, conseguimos atender as expectativas dos clientes com adaptações no briefing e tratamento de imagens”, descreve a produtora Luana Godoy.

Com a flexibilidade do isolamento, alguns trabalhos presenciais retomaram. Mas ainda assim, os cuidados básicos e protocolos de distanciamento foram mantidos.

“Durante a pandemia fiz 2 trabalhos. Um deles foi para a Carmens Steffens, virei uma boneca viva em plena Oscar Freire. Foi uma experiência superlegal. Senti as pessoas reconhecendo meu trabalho, eu via as reações espontâneas das pessoas e ver de perto o público curtinho foi inexplicável”, diz Isadora, que também precisou se adaptar enquanto modelo.




Agora que você já tem uma ideia de como funciona uma campanha de moda, e quer seguir carreira na área, percebeu que nem tudo é glamour, não é? Por trás desses projetos há muito esforço e uma diversidade de especialistas envolvidos. Mas, se executado da forma certa, agrega valor conceito a um produto.
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »