30/04/2021 às 09h16min - Atualizada em 30/04/2021 às 08h15min

Não fique ai parado! Comece a ler

Conheça os benefícios da leitura, sua importância, como a transformar um hábito e cinco recomendações de obras para dar o primeiro passo

Hellen Almeida - Editado por Andrieli Torres
https://www.opovo.com.br/vidaearte/2020/09/11/4-6-milhoes-de-brasileiros-perderam-o-habito-de-leitura-em-quatro-anos--indica-pesquisa--retratos-da-leitura-no-brasil.html
Ilustração: Pequenas pessoas focadas lendo livros/ Reprodução: Freepik
Uma tarde chuvosa, o contato da água vinda das profundezas do céu com a terra resulta no mais agradável cheiro familiar de grama molhada. Muita tranquilidade e conforto, mas não para uma criança que encara a chuva com tristeza no olhar e a bola de futebol nos braços, aguardando ansiosamente para brincar do lado de fora.

Mas eis que seu avô lhe dá algo, apenas objetivando entreter momentaneamente a neta, mas que muda sua vida para sempre: um livro pequeno com páginas já amareladas pelo tempo. Sem expectativa alguma, a jovem folheia as páginas e antes que perceba, se encontra em um mundo repleto de guerreiras, dragões e feitiços. E assim, nasce o amor pela leitura em seu coração.

Brasil e leitura

Esta é uma realidade pouco recorrente no nosso país. De acordo com a quinta edição da pesquisa: “Retratos da Leitura no Brasil”, 4,6 milhões de brasileiros deixaram o hábito de leitura entre 2015 e 2019. Número decorrente do aumento do uso das plataformas digitais66% dos entrevistados preferem navegar na internet em seu tempo livre.

Por que ler é essencial?
Esse resultado deve despertar preocupação na sociedade, uma vez que a falta desse hábito apresenta impasses para toda a vida, como, por exemplo, uma população com um número crescente de analfabetos funcionais (quando se sabe ler, mas não interpretar o que é apresentado).

O analfabetismo funcional resulta em pessoas que não exercem o senso crítico, que se faz essencial quando pensamos que vivemos em sociedade.

Para rebater essa possibilidade, ser um leitor mostra benefícios como: criatividade, imaginação fértil, repertório vocabular extenso, aprendizado contínuo, entre muitos outros. Todos eles de suma importância para, por exemplo, se destacar no mercado de trabalho.



 
  1. Criatividade e Imaginação
Quando se lê variados gêneros, a criatividade e imaginação se tornam algo natural do indivíduo, uma vez que ele passa a analisar o mundo por diversas perspectivas que sem tais atributos, não o faria. Exercer essas atividades resulta no destaque escolar e profissional em frente a projetos. O desejo é ir além do que já foi apresentado ao mundo e inovar.
  1. Extensão do repertório vocabular e Aprendizado constante
A matemática é simples: quanto mais se lê, mais palavras conhece, e quanto maior for o domínio de palavras, escrever um trabalho escolar, um relatório na empresa e principalmente prestar um vestibular (redação do ENEM -Exame Nacional do Ensino Médio- é um excelente exemplo), passa de uma atividade exaustiva para tranquila e por quê não dizer, prazerosa? Um conceito semelhante é aplicado acerca do aprendizado: ao ler algo sempre aprendemos alguma coisa nova. É um equívoco pensar que isto ocorre apenas em obras didáticas: todas as histórias, por mais fictícias que pareçam, trazem ensinamentos e reflexões sobre a comunidade que nos rodeia, ideais e evolução enquanto indivíduos.

É certo que, quanto mais se estuda sobre algo, mais destaque se tem no meio de trabalho e instituições de ensino, podendo resultar em uma promoção ou no caso escolar, premiações e boas notas.

Cinco leituras para o pontapé inicial

Agora que já compreendemos a importância e o benefício da leitura, que tal algumas recomendações para ingressar nesse mundo? A seguir podemos encontrar cinco leituras tendo como critério: gênero literário, quantidade de páginas e público-alvo.

 
  1. “O pequeno príncipe”
Escrito por Antoine de Saint-Exupéry em 1943, se trata de um clássico mundial. A história de uma criança vinda de um planeta distante causa diversas reflexões sobre a vida. Fantasia que ao mesmo tempo agrada crianças e adultos. Leve, sucinta e com ilustrações (o que ajuda a prender a atenção do público infantil).
  1. “Histórias que os jornais não contam”
Coletânea das crônicas escritas por Moacyr Scliar para a Folha de São Paulo entre 2004 e 2008. Elas são pequenas e cumprem o dever de entreter o leitor. Uma boa escolha para alguém a apartir dos16 anos que se queixa por não conseguir se prender a uma história, já que a cada duas páginas, algo novo é apresentado. Curioso? Temos uma resenha crítica sobre essa obra, caso deseje saber mais.
  1. “As mulheres da casa de Troia”
Para quem tem interesse em mitologia grega, mas não sabe por onde começar, esta obra escrita por Lia Neiva é uma boa porta de entrada para esse universo. Com um total de 170 páginas, e entre elas belíssimas ilustrações feitas por Renato Alarcão, é um folhear de páginas que pode hipnotizar desde pré-adolescentes em diante. Apresenta como sinopse:
  “Este livro não é sobre o célebre cerco dos gregos à cidade troiana. É sobre cinco mulheres da realeza de Príamo - Hécuba, Cassandra, polxena, Andrômaca e Helena -, que amaram, protegeram e choraram seus irmãos, filhos e maridos, vítimas da funesta guerra. Elas são fortes e valorosas, desejadas por homens e por deuses; personagens que lutaram contra a adversidade e que, merecidamente, ganharam seu lugar na mitologia grega.”
  1. “O céu está caindo”
Agora, se é um amante da ação, suspense e investigação, está escrita de Sidney Sheldon pode fazer com que passe a noite em claro para saber o desfecho da obra (uma característica das escritas de Sheldon, em minha opinião). Apresenta 347 páginas de puro suspense (que te fazem ficar na ponta da cadeira), mas prometo que não verá o tempo passar até concluir. A jornalista Dana coloca sua vida em risco ao investigar profundamente algo que de primeiro olhar não passa de um assassinato. Viaja para diversos países em busca de respostas e “descobre uma intriga de proporções gigantescas que pode por em risco a segurança do planeta”.

 
  1. “A culpa é das estrelas”
Romance escrito por John Green que dispensa apresentações após ter adaptação cinematográfica em 2014. São 283 páginas de alegria, aflição e amor que compartilhamos com Hazel e Augustus. Para quem ama se emocionar essa é a leitura (fique com lenços de papel por perto, “okay?”)

Como criar o habito da leitura?

Algumas dicas para isso, são: comece lendo algo do gênero que te atrai, inicialmente de preferência curto, leia umas três páginas antes de dormir e vá aumentando a quantidade gradativamente, se afaste de qualquer distração (eletrônicos em geral) e se concentre nas frases. O Audiobook também é de grande ajuda nessa caminhada (temos uma matéria sobre ele aqui caso tenha interesse).

E por fim, lembre-se: ler deve ser acima de tudo um prazer! Desfrute, sonhe!

 
 
 
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »