06/06/2021 às 09h59min - Atualizada em 06/06/2021 às 09h49min

Brasil vence o Equador e continua com 100% de aproveitamento nas Eliminatórias

A Seleção Brasileira é líder da competição após cincos jogos.

Emille Beatriz Costa - labdicasjornalismo.com
Sites esportivos
Jogadores da seleção brasileira comemoram gol contra o Equador. FOTO: Lucas Figueiredo/CBF
A seleção brasileira venceu o Equador por 2 a 0, nesta sexta-feira (4), pela sétima rodada das Eliminatórias da Copa do Mundo do Qatar, O Brasil manteve os 100% de aproveitamento e segue na liderança da tabela após cinco jogos. Tudo isso em meio a uma grande crise dentro dos bastidores, envolvendo a insatisfação de jogadores, ameaça de demissão do técnico Tite e denúncia de assédio sexual contra Rogério Caboclo, presidente da CBF. 

Escalada com várias mudanças em relação ao último jogo, a seleção brasileira demorou para achar uma forma de atacar o Equador, que tinha marcação alta e bem ajustada. Foram pelo menos 20 minutos em que as únicas chegadas foram um cruzamento de Danilo para Richarlison, que o goleiro Domínguez evitou, e uma falta cobrada por Neymar que Richarlison não alcançou para finalizar. Depois as coisas melhoraram, com uma chance e um gol impedido de Gabigol, além de uma tentativa de finalização de Neymar aos 43 minutos. 

O primeiro gol no Beira-Rio foi marcado pelo atacante Richarlison, com assistência de Neymar, e o segundo pelo próprio camisa 10 após pênalti sofrido por Gabriel Jesus, ambos já no segundo tempo. 

1º TEMPO 

A seleção brasileira balançou as redes aos 41 minutos do primeiro tempo, quando Neymar lançou Danilo pela direita e o cruzamento chegou até Gabigol, que bateu de perna esquerda na saída do goleiro. O atacante do Flamengo estava impedido, e o gol foi anulado. 

No primeiro tempo foram cinco faltas sofridas e uma grande dificuldade para dar sequência aos lances já que o Equador fazia marcação tripla.  Neymar começou como ponta-esquerda e depois passou para meia centralizado para tentar participar mais do jogo, buscando a bola entre os volantes e tentando construir pelo chão para fazer jogadas com Gabigol. Essa mudança fez Richarlison ser deslocado para a esquerda e Paquetá, para a direita. 

 2º TEMPO 

O gol válido foi marcado aos 19 do segundo tempo, quando Lucas Paquetá fez um belo desarme e tocou para Neymar, que lançou para Richarlison. O camisa sete dominou e bateu forte de canhota, a falha de Domínguez ajudou na abertura do placar. O segundo gol saiu aos 48 minutos do segundo tempo. A confusão começou cinco minutos antes, quando o árbitro Alexis Herrera foi à arbitragem de vídeo e notou um pênalti em cima de Gabriel Jesus. 

O craque do jogo foi Richarlison, responsável pelo primeiro gol, logo após uma alteração de Tite que mudou toda a história do jogo. Além do gol, o camisa 7 colaborou criando pelo outras quatro boas chances de gol e fez um gesto que chamou atenção na comemoração ao correr para abraçar o técnico, que vive seu momento mais frágil no cargo, outros jogadores seguiram o atacante do Everton

PRÓXIMOS CONFRONTOS  

O próximo jogo é no dia 8 de junho, contra o Paraguai, em Assunção, pela oitava rodada, às 21h30 (de Brasília). É o último jogo da seleção brasileira antes da disputa da Copa América, entre os dias 13 de junho e 20 de julho, em jogos marcados para o Brasil, depois de Argentina e Colômbia desistirem da organização do torneio.

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »