14/06/2019 às 12h45min - Atualizada em 14/06/2019 às 12h45min

Moda sustentável : grifes e marcas famosas apostam em matéria-prima ecológica para amenizar impactos da indústria têxtil no meio ambiente

Com a confecção de roupas com materiais reciclados e de origem orgânica muitas marcas estão incentivando o ideal de moda sustentável.

Nuno Lima - Editado por Larissa Barros
Foto: reprodução/internet

A indústria têxtil contribui com 10% na emissão dos gases que causam o efeito estufa, segundo o relatório ambiental da Fashion Measuring. Isso é devido a utilização do gás natural e do carvão que é usado nas fábricas de produção de roupas, além disso há um alto consumo de água doce nessas indústrias, chegando a ser utilizado até 200 litros para produzir apenas um 1kg de produto têxtil.

 

A questão de sustentabilidade nos remete a algo novo, mas na moda isso se deu a partir dos anos 90, com a utilização do algodão orgânico e justas condições de trabalho, como o que foi criado por Mark & Spencer, com propostas ambientais e postos de trabalhos dignos, mantendo o cuidado em relação ao bem estar de quem está trabalhando nos bastidores da moda.

 

Agricultora  indiana trabalhando na produção orgânica de algodão. Foto: reprodução Mark  & Spencer

 

Com um lema de Reduzir, Reparar, Reutilizar e Reciclar a moda verde como é chamada tem como exemplo a Alabama Chanin, que tem sua produção de roupas a partir de fibras naturais e recicladas além de suas roupas serem produzidas por costureiras locais com o objetivo de incentivar a economia local.



 

Era do Green Carpet
 

 

A era do Green Carpet, ou em português, Tapete Verde, é uma ideia proposta pela co-fundadora e diretora de criação da Eco-Age, Livia Firth. Esse projeto desafia grandes estilistas a desenvolver peças que são eco-friendly, atraindo as pessoas desta maneira a consumir de forma consciente, esses clientes são denominados HENRIS, (High Earners Not Yet consumers) um tipo de consumidor consciente e engajado com questões tanto ambientais quanto sociais.

 

No Brasil a marca carioca, Reserva, tem como lema “ Uma peça, cinco pratos”(1P5P), onde cada peça vendida, seja em loja física ou online, são doados 5 pratos de comida. Essa ação funciona em parceria com o banco de alimentos, até o fechamento desta matéria o site da marca afirma ter doado 29.154.125 de pratos de refeições complementadas.

 

 

Marcas com ideais sustentáveis
 

 

Algumas marcas como Patagonia, Nike e Stella McCartney também atuam com propostas de produção mais consciente, a Stella por exemplo não utiliza couro nem pele de animais em suas coleções, assim como a Nike e Patagonia que utilizam o reaproveitamento de garrafas PET como matéria prima em suas roupas esportivas.

 

Nova coleção Stella Kids com produtos feitos com plástico reciclado. Foto: reprodução/instagram



 

Tênis da nova coleção da Nike, as peças foram confeccionados e tingidos com matérias-primas ecológicas. Foto: reprodução/internet

 

Outro grande nome da moda, o designer britânico Christopher Raeburn, também apostou na moda sustentável e utilizou tecido de paraquedas para criar casacos e jaquetas para sua coleção de roupas como uma fonte renovável do material que antes seria descartado e levaria anos para se decompor na natureza, contribuindo para a poluição do meio ambiente.

 

Casaco feito com tecido de paraquedas é uma das apostas para a moda sustentável e a reciclagem de materiais poluentes da coleção do Christopher Raeburn. foto: reprodução/internet.

 

O principal desafio que a indústria da moda enfrenta atualmente, é a questão de como criar sem prejudicar o meio ambiente. Devido a isso voltam à cena a utilização de retalhos e os trabalhos manuais de customização das peças, além da utilização de corantes naturais,  o que se torna uma maneira de amenizar os impactos prejudiciais para natureza e a sociedade.

 

Algumas redes de departamentos fora do Brasil já trabalham com a moda compartilhada, onde você aluga a peça de roupa, utiliza e a devolve, diminuindo os ideais do fast fashion, onde a peça teria uma vida útil devido a sua coleção com um tema que não se mantinha em alta durante tanto tempo.

 


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »