07/10/2021 às 21h10min - Atualizada em 06/10/2021 às 11h40min

Saiba como viajar o mundo através do trabalho voluntário

Conheça um pouco mais sobre essa modalidade de intercâmbio que conecta pessoas ao redor do mundo através de experiências únicas de voluntariado.

Lívia Cecon - labdicasjornalismo.com
Divulgação blog Roda Mundo

 

 

O Intercâmbio voluntário, conhecido também como Intercâmbio comunitário, é uma entre as diversas possibilidades de experiências mundo afora. Através de uma troca de trabalho por moradia e alimentação, o intercambista aprende novos idiomas, conhece mais sobre outras culturas e ainda pratica o bem. Essa iniciativa torna possível viajar por muitos países gastando bem menos do que o usual e ainda ajudar o próximo.

 
 
 

São inúmeros os destinos e  programas, desde cuidado com animais, pequenos consertos e tarefas diárias em uma pousada ecológica, até auxiliar mulheres e crianças em um campo de refugiados na Palestina.  E por onde começar? 

 

A Worldpackers é uma comunidade global de viajantes e anfitriões que buscam essas conexões em nome de um mundo mais colaborativo e sustentável. Tudo o que você precisa para dar o primeiro passo é se inscrever na plataforma e pagar uma anuidade, que nem se compara com a o valor da bagagem que você vai trazer de volta. Depois, é só procurar uma vaga que se encaixe com o seu perfil e suas necessidades, e é claro, um destino que tenha interesse. Os pré-requisitos (idioma, vacina, seguro viagem) variam de acordo com o tipo de programa que você escolher, assim como os custos. A plataforma disponibiliza diversos relatos de viajantes anteriores para te ajudar a  encontrar o destino perfeito.

 

Embora os países europeus e norte-americanos ainda sejam os mais procurados, existem  outras diversas opções como o Peru, Equador, Turquia e Uganda com possibilidades e oportunidades de grande valor para o enriquecimento pessoal e profissional, tendo em vista que esse tipo de trabalho também engrandece o currículo e abre muitas portas. Mas quem acha que essa experiência só acontece fora do Brasil, está muito enganado! Existem vários programas de voluntariado em todos os cantos do país. Comunidades ribeirinhas do Amazonas, o Projeto Lontra em Florianópolis, Comunidade em ação no Rio de Janeiro e Educação Ambiental e conservação da natureza em Bonito, Mato Grosso do Sul, são alguns exemplos disso. 

 

A Exchange do Bem é outra opção para quem se sente mais seguro em viajar com o apoio de uma organização confiável. Eles são uma empresa social que tem como objetivo fomentar o voluntariado, conectando voluntários com projetos em mais de 70 países ao redor do mundo. Eles ainda destinam 10% do seu lucro para para investimentos ligados à educação no Brasil. O fundador da empresa Eduardo Mariano teve a sua primeira experiência de voluntariado no Nepal em 2013 e diz ter mudado a sua vida. 

 

Até o início de 2016, eu trabalhava no setor financeiro de uma multinacional. Depois de uma experiência como voluntário no Nepal em 2013, eu mudei minha percepção de mundo e percebi o quão privilegiado eu era apenas por ter uma cama quentinha. Assim, essa viagem fez eu perceber que eu gostaria de trabalhar com pessoas e projetos sociais”. 

 

É uma viagem em que você não escolhe apenas o destino, mas um projeto social de que deseja participar. A ideia é você se conectar com a população local e ajudá-la de alguma maneira, enquanto ela te ajuda a entender melhor o ambiente. “Isso pode ser em um local extremamente carente, como interior de Gana, ou um destino mais desenvolvido como Cape Town na África do Sul ou Chiang Mai na Tailândia”, completa Eduardo. 

 

Essas são apenas algumas formas de viajar através do voluntariado. As possibilidades são muitas, podendo ter inclusive ajuda de custo e um salário. Se programe com antecedência para ter uma experiência completa e se torne viajante do mundo. 


Referências:

Marcos, MARCELA. “5 modelos de intercambio voluntario: saiba como, onde é por que fazer.” 09/06/2022. ESTUDARFORA.ORG 

Disponível em:


 
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »