15/06/2019 às 21h59min - Atualizada em 15/06/2019 às 21h59min

À moda Libertadores, Colômbia vence Argentina na estreia da Copa América

Roger Martínez e Zapata saem do banco para decidir vitória dos cafeteros e quebrar jejum de 12 anos de derrotas para os argentinos

Paulo Octávio - Editado por Amanda Cruz
Martínez celebra primeiro gol da Colômbia. Foto: Jorge R Jorge/BP Filmes
Quem esperava um jogo bonito de muitos gols, neste sábado (15), viu uma partida dura e cheia de faltas - em que sete atletas levaram cartão amarelo, tal qual como um jogo de Libertadores. Ansiosos para assistir as estrelas Lionel Messi e James Rodríguez, na verdade, viu Martínez e Zapata marcarem. Jogadores que não são badalados, mas que saíram do banco e construiram a vitória da Colômbia. Venceram a Argentina por 2 x 0, na Fonte Nova, em jogo válido pela primeira rodada do grupo B da Copa América.
 
O resultado é histórico para los cafeteros. Eles quebraram jejum de 12 anos (oito jogos) sem vencer a albiceleste e encaminham a vaga para próxima fase com a primeira posição. Já os hermanos precisam de bom resultado contra Paraguai, na quarta-feira (19), para não dependerem de outros resultados na última rodada.

1º TEMPO
 
Parecia que Argentina teria domínio do jogo. Eles tiveram as melhores jogadas e viram os rivais ficarem atrás se defendendo. Mesmo assim, James deu chapéu, e a Colômbia ariscava em contra ataques.
 
Aos 6’ um lance polêmico. Após Sanches sofrer a falta, os colombianos imaginaram que a Argentina devolveria a bola no fair play. Mas Messi acionou Aguero na área, ele driblou Ospina e foi parado pela zaga. Árbitro Roberto Tobar, do Chile, foi criticado pelos jogadores da albiceleste. Sanches saiu machucado com uma torsão no joelho. No lugar dele entrou Roger Martinez, que seria fundamental no segundo tempo.
 
A partir dos quinze minutos começou a chuva de faltas. Cuadrado foi caçado em campo. E os colombianos, seguros na marcação, tiveram as melhores chances. Com Martínez, que recebeu de Garcia. E James, que aproveitou bobeada da defesa adversária, mas foi interceptado por Paredes. Aos 42’, Mina serviu James, que foi para o fundo e cruzou para Roger Martínez, que disputou com Tagliafico, mas ele fez falta de ataque.
 
2° TEMPO
 
Argentina voltou melhor. Messi armou contra ataque e após troca de passes, Paredes recebeu e bateu por cima. Aos 9’, Messi recebeu de Aguero, deu uma caneta em Sanches, entretanto foi interceptado por Barrios.
 
Aos 13’, Paredes mandou uma bomba, Ospina pegou e La Pulga quase fez no rebote. E com tantas faltas a tensão explodiu aos 15’. Cuadrado tomou drible do camisa 10 argentino e fez falta. Revoltados, os hermanos partiram para cima e houve troca de empurrões. Passado o nervosismo, Leo teve outra chance em rebote, mas errou outra vez.
 
E na sequência, a Colômbia saiu de trás e foi fatal. James fez ligação direta para Rodriguez, que driblou Saravia e bateu colocado. Golaço para abrir o placar. Argentina respondeu rápido. Saravia cruzou para Aguero, que mandou fora.
 
E em novo lance de ataque, a Colômbia decidiu. Zapata começou a jogada, serviu Martínez, que deu para Ledesma cruzar para Zapata. O atacante, que entrou no lugar do Falcão, apareceu entre os zagueiros e mandou para rede.
 
No fim, Argentina teve chances com Tagliafico, Paredes, Pezzea e Lo Celso, mas todos erraram o alvo. No último lance, Lerma deu na nuca do Messi e merecia ter sido expulso, porém o VAR não acionou o árbitro e o colombiano ficou só com o amarelo.
 
PRÓXIMOS CONFRONTOS
 
Empolgada, Colômbia pega o Catar, na quarta-feira (19), às 18h30 (horário de Brasília), no estádio do Morumbi. Já Argentina encara o Paraguai, no Mineirão, também na quarta-feira (19), às 21h30 (horário de Brasília)
 
 
 
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »