07/10/2021 às 18h25min - Atualizada em 07/10/2021 às 18h13min

Conheça quatro lugares para viajar pós pandemia Covid-19

Kennedy Abreu - Editado por Bárbara Miranda
O que seria da vida sem ter o prazer de conhecer outras culturas, comidas, paisagens e pessoas? É verdade que com a pandemia, Covid-19, que tem assolado o mundo, o sonho de colocar uma mochila nas costas e viajar “batendo perna por ai” teve de ter uma pausa. Pausa essa que já perdura por aproximadamente dois anos.

O destino a ser escolhido para curtir férias em família, fazer aquela viagem romântica, conhecer uma nova cultura, ou até mesmo, apenas relaxar do stress diário é escolhido a dedo. Para você que gosta de viagens internacionais e nacionais, ai vão alguns roteiros que você precisa colocar na sua lista pós pandemia:
 
Gijón – Espanha
Gijón, cidade localizada no Principado das Astúrias na Espanha, ótimo local a ser conhecido por turistas que gostam de apreciar patrimônio histórico e artes. Rodeada pelo mar e por muitas áreas verdes, Gijón, conseguiu guardar toda a sua história junto com a modernidade que foi chegando. Karoline Martins, contadora, teve a oportunidade de conhecer este local e conta que é encantador. Uma das festividades da região é o festival da sidra, onde a jovem conta que “um dos marcos da cidade é a produção de sidra onde anualmente eles fazem o festival e atraem muitos turistas”, relata. A gastronomia é bem diversificada, composta por pescados e frutos do mar. No entanto, a contadora revela que “a fabada asturiana é algo típico da região. É uma feijoada com feijão branco. Comi tudo o que podia e mais um pouco”, brincou Karoline.
 
Mykonos – Grécia

 
Mykonos, situada no arquipélago Cíclades no Mar Ageu, é uma ilha muito conhecida por suas festas de verão que atraem turistas do mundo inteiro. Geralmente jovens optam por essa rota por ser um local com muitas danceterias, muitos DJs famosos que fazem a atração da ilha. Solange Santos, empresária, esteve recentemente na ilha, “eu nunca estive em um local tão lindo como em Mykonos. A água azul, as paisagens rupestres em contraste com hotéis luxuosos, é quase indescritível, parece um sonho”, conta. Sol, como é chamada, relata que a culinária local é composta por frutos do mar, pescados, " onde o carro chefe de todo restaurante na ilha é a salada grega”, relata. A empresária indica o Hotel Tavo Cabo como uma ótima opção para hospedagem e restaurante como o Beach Club, “um local que ninguém que vai a Mykonos pode deixar de conhecer”, afirma. De acordo com o site euronews.com, disponí<vel em: https://pt.euronews.com/amp/2021/07/18/musica-proibida-e-recolher-obrigatorio-de-madrugada-em-mykonos>, para controlar o surto da Covid-19, a ilha está com toque de recolher, festas estão proibidas e todo lugar público que tiver aglomeração com mais de 20 pessoas será multado.
 
Orlando – Flórida

Orlando, uma cidade no centro da Flórida que compõe parques temáticos, aquáticos dentre muitas outras atrações. Ana Carolina Mello, esposa do Engenheiro Civil/ Arquiteto Hugo Araújo conta sua experiência. “Orlando para mim, foi a viagem dos sonhos, pude conhecer o parque Magic Kingdom, ver os famosos fogos de artifícios junto com meu esposo e meus dois filhos. Uma das coisas que os americanos mais apreciam além do ifood é o frango caramelizado, onde para mim, como brasileira, foi muito estranho”, conta. Carol relata que durante um translado para Alabama ficou impressionada com as paisagens, a segurança por onde passava, a limpeza de todo local, visto que, eles possuem políticas públicas que incentivam o zelo pelos espaços comunitários. Ela, que já planeja retornar a Orlando, afirma que devido ao Covid-19 os parques e outros locais de atrações estão com limites de usuários, “porém, boa parte da população já foi vacinada, esperasse que até lá já esteja mais liberado”, afirma.
 
Barra das Garças – Brasil


 
Uma pequena cidade localizada a 500 quilômetros de Cuiabá (MT), possui muitos pontos turísticos como a serra do roncador, caverna dos pezinhos, parque estadual serra azul dentre outros. Cinthia Abreu, jornalista, cantora, atriz e assessora de comunicação, conta sua interatividade com o ecoturismo. Ela que foi juntamente com um grupo artístico para a região, conta que “devido a pandemia a cidade estava sem movimento a praticamente dois anos, e agora com a diminuição de casos na região que tudo está voltando a se normalizar”, relata. Cinthia, que é amante de viagens em meio a natureza, indica este local a quem está precisando de um descanso e refrigério.
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »