08/10/2021 às 00h14min - Atualizada em 08/10/2021 às 00h01min

Em clássico com torcida, São Paulo e Santos empatam no Morumbi

Com pouco mais de 5 mil pessoas, os times apenas empatam e seguem pressionados

Carolina Lipares - labdicasjornalismo.com
Igor Gomes e Marinho disputam posse de bola. (Foto: Divulgação/Twitter São Paulo FC)
São Paulo e Santos ficaram no empate em 1 a 1 no primeiro jogo com torcida no Moumbi desde março de 2020. Carlos Sanches abriu o placar para o Peixe e Calleri empatou para o Tricolor. Com a igualdade no marcador, aumentou a pressão no técnico Hermán Crespo. Dessa forma, o São Paulo está na 14ª posição com 29 pontos. Por outro lado, o Santos segue sem vencer há 11 partidas e se mantém o primeiro fora da zona de rebaixamento. A equipe de Fábio Carille está com 25 pontos, apenas dois de distância do Z4.

PRIMEIRO TEMPO

Logo no primeiro minuto, Nestor lançou para o Rigoni, porém foi muito forte, e o São Paulo recomeçou tudo. Em seguida, Luan ajeitou, bateu forte e explodiu na marcação. Por outro lado o Santos tentou se defender e sair com velocidade. Aos cinco minutos, Zancelo mandou para Sánchez, que sem marcação acertou um belo chute no ângulo e abriu o marcador para o Alvinegro Praiano.

Após o gol, o Peixe se fechou enquanto o São Paulo ficava com a posse de bola. A equipe de Crespo não tinha criatividade para produzir jogadas. Na metade da primeira etapa, Rigoni fez boa jogada, cruzou para Calleri, mas o atacante pegou mal na bola.

O jogo permaneceu morno até os últimos minutos finais. E depois de bola afastada da área santista, Nestor bateu de primeira,  e a bola desviou no ombro de Vinícius Balieiro. A seguir houve a checagem do VAR, e o árbitro marcou pênalti para o time da casa.

Luciano e Calleri tiveram uma discussão para ver quem iria bater o pênalti. O argentino ganhou e foi para cobrança. O camisa 30 bateu colocado no canto esquerdo de João Paulo e marcou seu primeiro gol na volta para o São Paulo. Em seguida, os atacantes se abraçaram e comemoraram juntos o empate do Tricolor.

SEGUNDO TEMPO

Na volta para os gramados, o visitante seguiu na defensiva. Já o Tricolor, voltou ligado e criou as melhores chances logo no início. Wellington fez o cruzamento, Calleri subiu na área e mandou para fora. Ao tempo que o Santos tentou trabalhar a bola. Felipe Jonatan arriscou um chute na entrada da área, mas o Volpi defendeu.

Posteriormente foi a vez de Luciano. Rigoni mandou de cavadinha para o atacante, que finalizou de primeira, mas João Paulo fez boa defesa. Aos 17 minutos, Wellington fez um bom cruzamento, Calleri tentou a bicicleta, no entanto a zaga adversária afastou. Igor Gomes na sobra, mandou cruzado e a bola passou rente a trave.

No lance seguinte, Gabriel Sara e Calerri tabelaram, o meia saiu cara a cara com o goleiro, fez o passe para o argentino finaliza e foi interceptado. Entretanto, o lance foi anulado pela arbitragem por impedimento no início da jogada.

Por fim, nos acréscimos o Peixe por pouco não aumentou o marcador. Pirani achou Lucas Braga, o atacante ajeitou para Felipe Jonatan. O lateral chegou rápido e finalizou forte. Volpi salvou o São Paulo. Assim, permaneceu tudo igual no Morumbi e ninguém deslancou na tabela.

PRÓXIMOS JOGOS

O São Paulo viaja à Arena Pantanal, para enfrentar o Cuiabá na segunda-feira (11), às 20h (horário de Brasília). Por outro lado, o Santos, com torcida, enfrenta o Grêmio em confronto direto para fugir da zona da degola. A partida será na Vila Belmiro, às 16h (horário de Brasília), no domingo (9).

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »