15/10/2021 às 09h43min - Atualizada em 13/10/2021 às 08h28min

Sítios arqueológicos do Brasil revelam história da humanidade

O passeio é ideal para quem gosta de conhecer o passado e estar perto da natureza

Isabella Abrão - Editado por Matheus Da Fonseca
Fonte: Alex Uchöa
Pinturas Rupestres no Boqueirão da Pedra Furada, no Parque Nacional da Serra da Capivara (Piauí)

A pandemia mudou a rotina de todo mundo - inclusive a dos viajantes. Na tentativa de evitar a aglomeração dos aeroportos e pontos turísticos, por exemplo, muitos têm priorizado destinos nacionais com passeios ao ar livre. Para quem gosta de aprender sobre o passado e se aventurar na natureza, uma boa opção é visitar os sítios arqueológicos do Brasil. Além de serem importantes para a compreensão da história da humanidade, são locais incríveis, muitas vezes cercados por rios, trilhas e muito verde.

Segundo um levantamento feito, em 2017, pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN), o Brasil conta com mais de 24 mil sítios pré-históricos. Contudo, são 18 bens arqueológicos tombados em todo o território, sendo 11 sítios e seis coleções preservadas em museus. 

Nesta matéria, selecionamos alguns dos principais sítios arqueológicos do país para você conhecer. Confira:

 

1 - Parque Nacional da Serra da Capivara ( Piauí)


Criado em 1979, o Parque Nacional Serra da Capivara, localizado no estado do Piauí, possui 130 mil hectares. É considerada a área de maior concentração de sítios da América Latina e conta com os mais antigos exemplares de arte rupestre do continente Americano. Até 2018, foram registrados mais de mil sítios arqueológicos com painéis de pinturas e gravuras pré-históricas no local. Em 1991, o Parque foi inscrito na Lista do Patrimônio Mundial pela Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco). Hoje, o local possui diversos atrativos como trilhas, rapel e ecoturismo. Um dos sítios mais famosos no Parque é o Sítio Arqueológico Boqueirão da Pedra Furada.

Mais informações: http://fumdham.org.br/

 

2 - Parque Nacional do Catimbau ( Pernambuco)

O Parque Nacional do Catimbau fica localizado em Pernambuco e tem um total de 62.300 hectares. Criado em 2002, o Vale do Catimbau, como é conhecido, preserva uma das últimas áreas da caatinga. É considerado o segundo maior parque arqueológico do Brasil, possuindo mais de 42 sítios arqueológicos e abrigando mais de duas mil cavernas e 28 cavernas-cemitério. Além de registros de pinturas rupestres e artefatos pré-históricos de até seis mil anos, possui formações geológicas de mais de 100 milhões de anos. No Parque, é possível fazer várias trilhas e o sítio de referência do local é o Sítio Arqueológico Alcobaça.

Mais informações: (87) 9.9971- 9524

 

3 - Parque Nacional Cavernas de Peruaçu ( Minas Gerais) 


Criado em 1999, o Parque Nacional Cavernas do Peruaçu, em Minas Gerais, possui mais de 56 mil hectares. Além de abrigar a tribo indígena dos Xakriabás, o Vale do Peruaçu, como é conhecido, conta com mais de 140 cavernas, diversas pinturas rupestres de até 11 mil anos e mais de 80 sítios arqueológicos, como o Sítio Ateliê Janelão, por exemplo. O Parque possui várias trilhas, mirantes e passarelas que levam os turistas aos sítios pré-históricos.

Mais informações: cavernas.peruacu@icmbio.gov.br

 

4 - Sítio Arqueológico do Lajedo de Soledade ( Rio Grande do Norte) 


O Sítio Arqueológico do Lajedo de Soledade, localizado no Rio Grande do Norte, é praticamente um museu marítimo. A área, que possui 10 hectares, foi coberta por mar no passado. No sítio, foram encontrados diversos fósseis de animais como ostras, caramujos e ouriços-do-mar de mais de 90 milhões de anos. Pesquisadores também acharam fósseis de animais pré-históricos como o bicho-preguiça, tatus gigantes e tigres-de-dentes-de-sabre, além de diversas pinturas rupestres que teriam entre 3 e 5 mil anos.

Mais informações: https://www.lajedodesoledade.org.br/

 

5 - Sítio Arqueológico Pedra Pintada ( Roraima) 


Em Roraima, é possível encontrar o Sítio Arqueológico Pedra Pintada, uma área de 100m² com uma enorme rocha. Com 35 metros de altura, a rocha possui várias cavernas que abrigam pinturas rupestres, artigos de cerâmica e outros artefatos pré-históricos de até quatro mil anos. Algumas das pinturas chegam a alcançar até 10 metros de altura. As visitações são organizadas pela Reserva Indígena São Marcos e é necessário solicitar uma autorização junto a Fundação Nacional do Índio (Funai) para conhecer o local.

Mais informações: https://terrasindigenas.org.br/
 
Referências:
CAMPOS, Patrícia de. “Pedra Pintada, um mistério a ser descoberto!”. Cidade de Cultura, 2021. Disponível em: <https://www.cidadeecultura.com/pedra-pintada-roraima/>. Acesso em: 12 Out. 2021.
“Conheça historicamente”. Lajedo de Soledade, 2021. Disponível em: <https://www.lajedodesoledade.org.br/artigos-sobre-lajedo/conhe%C3%A7a-historicamente>. Acesso em: 12 Out. 2021.
OLIVEIRA, Maurício. “Parque Nacional Cavernas do Peruaçu: o que fazer, como chegar, onde ficar”. Viagens Possíveis, 2017. Disponível em: < https://www.viagenspossiveis.com.br/parque-nacional-cavernas-do-peruacu-mg/>. Acesso em: 12 Out. 2021.
“Parque”. FUMDHAM, 2021. Disponível em: <http://fumdham.org.br/parque/>. Acesso em: 12 Out. 2021
“Sítios arqueológicos no Brasil: conheça a riqueza histórica presentes nesses locais”. Melhor escola, 2021. Disponível em: <https://www.melhorescola.com.br/artigos/sitios-arqueologicos-no-brasil-conheca-a-riqueza-historica-presentes-nesses-locais>. Acesso em: 11 Out. 2021.
“6 motivos para conhecer o Parque Nacional do Catimbau”. Guiche Virtual, 2021. Disponível em: <https://blog.guichevirtual.com.br/conheca-o-parque-nacional-do-catimbau/>. Acesso em: 12 Out. 2021.

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »