21/06/2019 às 17h34min - Atualizada em 21/06/2019 às 17h34min

Com recorde de Marta, o Brasil se classifica para às oitavas

Alagoana se tornou a maior artilheira da história das Copas ao marcar seu 17° gol em mundiais

Letícia Dias - Editado por Paulo Octávio
PHILIPPE HUGUEN (AFP)
O Brasil venceu a Itália por 1 a 0, nesta terça-feira (18), no Stade du Hainaut, em Valenciennes. O jogo válido pela terceira rodada do grupo C da Copa do Mundo Feminina garantiu a classificação da seleção nas oitavas de final do torneio. Mesmo com a vitória, as brasileiras se classificaram em terceiro lugar, atrás da Itália e da Austrália. O único gol da partida foi marcado por Marta, de pênalti, e com ele, a brasileira se tornou a maior artilheira entre homens e mulheres de todas as Copas do mundo, com 17 gols, ultrapassando o alemão Klose que tem 16.

1° TEMPO

Os 45 minutos iniciais tiveram poucas chances claras de gol para os dois times. Aos quatro minutos a Itália levou perigo à zaga brasileira, Bonansea avançou pela esquerda, levou a bola para o meio e chutou no canto do gol, mas a goleira Bárbara espalmou a bola. Aos 16, o Brasil respondeu com Debinha que recebeu o cruzamento pela direita e quase marcou um lindo chute de letra, o que obrigou a goleira Giuliani a fazer uma excelente defesa. Aos 23, as italianas voltaram a assustar, quando Cernoia chutou cruzado e a bola passou na lateral da trave. Girelli, após 5 minutos, recebeu no meio da área,  livrou-se da marcação e estufou as redes, mas a arbitragem marcou impedimento. Aos 39, Bonansea fez Bárbara trabalhar novamente. Ela recebeu um cruzamento e finalizou de primeira, mas a goleira brasileira defendeu.

2° TEMPO

Aos seis minutos do segundo tempo, em uma falta pela entrada da área, Andressinha chutou colocado e acertou o travessão. Com dez minutos as brasileiras levaram perigo novamente, quando a bola foi levantada na área da Itália, e Kathellen cabeceou, mandando ao lado da trave. A seleção quase marcou novamente com 19 minutos, Bia Zaneratto recebeu um cruzamento e desviou, mas a bola foi para fora. Logo depois, Debinha recebeu um ótimo passe de Marta e chutou de primeira, mas a goleira italiana defendeu seguramente. Aos 26, foi marcado o pênalti a favor do Brasil, após arrancada de Debinha, que invadiu a área e foi derrubada por Linari. Na cobrança, Marta bateu no canto, deslocando a goleira. Assim, a alagoana abriu o placar e se tornou a maior artilheira de todos os tempos em Copas do Mundo. Itália tentou responder, aos 39, com Bergamashi que recebeu a bola na grande área e finalizou sem força. Depois de uma dividida com Monica, a italiana pediu pênalti, mas a arbitragem entendeu como lance normal e mandou seguir.
 
PRÓXIMO CONFRONTOS

A Seleção Brasileira irá enfrentar a França, pelas oitavas de final no dia 23 de junho as 16h (de Brasília), no estádio Océane, em Le Havre, na França. Já a Itália pegará a China, na terca, às 13h , em Montpellier.

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »