06/12/2021 às 06h10min - Atualizada em 06/12/2021 às 06h41min

Hawkeye | Crítica dos primeiros episódios

Hawkeye chegou no Disney+ na última quarta-feira com muita ação e um toque natalino

Lara Heloysa de Almeida - Editado por Fernanda Simplicio
Foto: Disney+/ Reprodução: Divulgação
A última série do primeiro ano da fase 4 do Universo Cinematográfico da Marvel (MCU) agora traz como foco Clint Barton (Jeremy Renner), o Gavião Arqueiro, e a nova personagem Kate Bishop (Hailee Steinfeld). A série que terá somente seis episódios, com cerca de 40 – 50 minutos de duração cada, fez sua estreia no dia 24 de novembro, e assim como WandaVision, teve os dois primeiros episódios estreando no mesmo dia.
Hawkeye foi projetada como minissérie, assim como WandaVision e Falcon and The Winter Soldier, provavelmente não terá uma segunda temporada, mas já está confirmada a série spin-off “Echo” que será entorno de um novo personagem que será introduzido em Hawkeye.


 
Depois de a Viúva Negra finalmente ter o seu próprio filme em julho, chegou agora a vez de Hawkeye, o único dos seis Vingadores originais que ainda não tinha recebido uma história a solo. 
A série é inspirada pela banda desenhada Hawkeye: My Life as a Weapon escrita por Matt Fraction (também produtor consultor nesta série) e ilustrada por David Aja, que redefiniu Clint Barton para o século XXI.
Clint Barton é um Vingador aposentado, e a sua nova missão é simples: passar um Natal normal com os filhos em Nova Iorque, para recuperar o tempo perdido durante os cinco anos em que eles, tal como metade da vida no Universo, foram evaporados por Thanos.

Entretanto, os crimes que Clint cometeu sob a identidade de Ronin regressam para o encontrar, e o Vingador vê-se obrigado a ajudar Kate Bishop, uma jovem fanática por Hawkeye com o seu próprio talento para arco e flecha, artes marciais e meter-se em encrencas.
Hailee Steinfeld se encaixa no papel de Kate Bishop com perfeição, nos dando uma perspectiva nova diante o MCU, mas também a fundação para uma protagonista e heroína profundamente carismática e capaz.
Como já foi possível ver em Bumblebee, Dickinson e The Edge of Seventeen, Steinfeld parece ter um talento sobrenatural para encarnar uma jovem profundamente inteligente, rebelde e empática em conflito com figuras parentais à medida que encontra o seu lugar no mundo. O fanatismo de Kate por Hawkeye e o puro carisma de Steinfeld dão uma identidade suficiente a execução do personagem.


 

Como grande parte dos filmes e agora séries do MCUHawkeye atinge um equilíbrio entre não se levar muito a sério mas ainda ter espaço para momentos mais realistas ou emocionais sem que estas duas metades choquem ou se invalidem.
Nova Iorque durante a época natalícia é um cenário que representa bem esta dicotomia: um drama de crime que é, acima de tudo, uma aventura para toda a família. Ambos os episódios têm momentos onde se dedicam quase inteiramente à comédia, como é o caso do número musical sobre a Batalha de NY durante um espetáculo na Broadway sobre a vida de Steve Rogers/Capitão América.



Se você do estilo de ação-comédia típica dos filmes da MarvelHawkeye é uma boa aposta. Mesmo sendo uma série sem invasões extraterrestres ela entrega uma boa dose de ação. Agora é esperar para ver mais sobre onde o enredo da série vai nos levar.

 Curiosidades

  •  A ressonância da Batalha de Nova York é sentida em todos esses episódios, desde as cenas de abertura até Rogers: The Musical, mas mesmo em momentos mais calmos, como quando Kate está casualmente saindo do Grand Central Terminal na Pershing Square, o local de grande parte da batalha dos Vingadores.
  • Kate Bishop apareceu pela primeira vez em Young Avengers # 1 em 2005. Essa única edição está se tornando uma questão chave para o futuro do MCU. Kang, o Conquistador, desempenhou um papel central, e a revista também apresentou os filhos de Wanda Maximoff, Billy e Tommy (Wiccan e Speed) que conhecemos em WandaVisionEli Bradley (Patriota) que conhecemos brevemente em O Falcão e o Soldado InvernalKid Loki e mais.
  • Kate tem 22 anos. Quando você considera o salto no tempo de cinco anos em Vingadores: Endgame, e a idade de Kate em 2012 durante a Batalha de Nova York, parece provável que Kate foi provavelmente “blipada” durante Vingadores: Guerra Infinita. Incidentalmente, Hawkeye aparentemente ocorre dois anos após os eventos do Endgame, o que significa que fechamos um pouco dessa lacuna de salto no tempo com o MCU, então Hawkeye provavelmente ocorre apenas 2-3 anos em “nosso” futuro.
  • A senha de Kate para fazer login naquela conta remota do Bishop Security parece ser BISHOP112012.
  • A série marca a primeira vez que a perda auditiva de Clint foi tratada no MCU e, como vemos no episódio dois, é uma consequência lógica de seu tempo gasto em situações de volume absurdamente alto como um super-herói. Sua perda auditiva foi abordada várias vezes nos quadrinhos também.
  • Todo o comportamento abatido de Clint aqui é mais uma reminiscência de sua representação nos quadrinhos Fraction / Aja como o “homem comum” do MCU.
  • O caçula de Clint é chamado de “Nate” em uma homenagem a Natasha. Isso foi introduzido pela primeira vez no final de Vingadores: Era de Ultron. O nome do meio de Nate é Pietro, uma homenagem ao irmão falecido de Wanda, que morreu salvando a vida de Clint no mesmo filme.
  • Nos quadrinhos Jack Duquesne é conhecido como Jacques Duquesne, mas os fãs da Marvel podem conhecê-lo melhor por outro nome: o Espadachim. Claramente, Jack tem muitas habilidades de lâmina, mas nos quadrinhos, ele não é apenas um antagonista fantasiado para o pessoal da família Hawkeye, ele é o homem que treinou Clint Barton no combate.
  • O pai de Kate acaba morrendo durante a Batalha de Nova York, o que é diferente do que acontece nos quadrinhos da Marvel. Nos quadrinhos, Eleanor Bishop é quem morre, mas depois descobrimos que ela está realmente viva e tem trabalhado contra Kate.
  •  
  • Quando Kate está correndo para um prédio no campus, você pode ver uma placa com os dizeres “Torre Stane”, que é uma homenagem a Obadiah Stane, o parceiro de negócios de Tony Stark em Homem de FerroA placa diz: “O mais antigo campanário da universidade nos Estados Unidos. Sua pedra fundamental foi colocada em 20 de outubro de 1725. Rededicado em 1º de julho de 2006 em homenagem a Obadiah Stane.”
  •  
  • Uma das amigas de Kate se chama Greer, que pode estar relacionado à personagem dos quadrinhos Greer Grant, também conhecida como Tigra.
  • Nos quadrinhos, eles costumam ser chamados “Dráculas de Traje de Treino”, embora não sejam realmente vampiros. É apenas a maneira de Clint apontar que eles existem para não fazer nada a não ser sugar a vida da vizinhança com seus pequenos esquemas criminosos.
  • ​ Quando Kate vê Hawkeye lutando no topo de um prédio, nós realmente vimos este exato momento em Os Vingadores. Clint correndo e pulando do prédio é uma sequência reutilizada desse filme.
  • Quando Clint comparece ao evento LARPing para recuperar o terno de Ronin, ele está sendo usado por um homem chamado Grills. Nos quadrinhos Hawkeye de 2012, Grills é o nome do vizinho de Clint e um de seus amigos mais próximos.
  • Kate leva Clint para se esconder na casa de sua tia, e quando ela está procurando a campainha, vemos o nome Moira Brandon, um grande easter egg de Vingadores da Costa leste.
  • Nos quadrinhos, Moira Brandon é uma atriz que dá sua enorme propriedade em Palos Verdes aos Vingadores da Costa OesteMoira acaba salvando Hawkeye quando eles se encontram pela primeira vez. Este é apenas um dos muitos detalhes que indicam que os Vingadores da Costa Oeste estão vindo para o MCU. Hawkeye e Kate Bishop também são membros.

 

 

 

 

Fotos de divulgação



 

REFERÊNCIAS:
Almeida, Amanda. Crítica: Hawkeye, easter eggs e referências nos dois primeiros episódios. Showmetech. 25 de nov. 2021. Disponível em: https://www.showmetech.com.br/hawkeye-critica-episodio-1-e2/ Acesso em: 28 de nov. 2021.
Rocha, Isabela. Hawkeye | Série com Clint Barton e Kate Bishop conquista boa aprovação da crítica na estreia. Nerd Site. 24 de nov. 2021. Disponível em: https://www.nerdsite.com.br/2021/11/hawkeye-serie-com-clintbarton-e-kate-bishop-conquista-boa-aprovacao-da-critica-na-estreia/ Acesso em: 28 de nov. 2021.
 Sá, Elvis. Boa ou ruim? Confira as primeiras impressões de Gavião Arqueiro, série da Marvel. Legado da Marvel. 11 de nov. 2021. Disponível em: https://legadodamarvel.com.br/boa-ou-ruim-confira-as-primeirasimpressoes-de-gaviao-arqueiro-serie-da-marvel/ Acesso em: 28 de nov. 2021.

 


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »