07/01/2022 às 11h25min - Atualizada em 07/01/2022 às 11h21min

Livros “enemies to lovers” que você precisa ler

Wagner Edwards - Editado por Larissa Bispo
Nada é mais instigante para acompanhar uma obra do que uma relação de “ódio” entre dois personagens que, futuramente, se tornam amantes. O subgênero literário “enemies to lovers” se enquadra na categoria de romance da escrita de ficção e é uma estratégia bastante usada para prender a atenção do leitor e ainda aprofundar a personalidade dos personagens (afinal, para entender o motivo do ódio, antes é necessário entender quem é o personagem e todo o seu background).
 
Atualmente, é um tópico recorrente entre os jovens e tem influenciado usuários do TikTok por todo canto a consumir as obras classificadas dentro dessa categoria.
 
Por isso, resolvi separar uma listinha de livros nesse nicho que você precisa ler.
 
#1 VERMELHO, BRANCO E SANGUE AZUL (2019) - CASEY MCQUISTON

Quando sua mãe foi eleita presidenta dos Estados Unidos, Alex Claremont-Diaz se tornou o novo queridinho da mídia norte-americana. Bonito, carismático e com personalidade forte, Alex tem tudo para seguir os passos de seus pais e conquistar uma carreira na política, como tanto deseja. Mas quando sua família é convidada para o casamento real do príncipe britânico Philip, Alex tem que encarar o seu primeiro desafio diplomático: lidar com Henry, irmão mais novo de Philip, o príncipe mais adorado do mundo, com quem ele é constantemente comparado ― e que ele não suporta.

O encontro entre os dois sai pior do que o esperado, e no dia seguinte todos os jornais do mundo estampam fotos de Alex e Henry caídos em cima do bolo real, insinuando uma briga séria entre os dois. Para evitar um desastre diplomático, eles passam um fim de semana fingindo ser melhores amigos e não demora para que essa relação evolua para algo que nenhum dos dois poderia imaginar.
 
#2 O JOGO DO AMOR/ÓDIO (2017) - SALLY THORNE

Lucy Hutton e Joshua Templeman se odeiam. Não é desgostar. Não é tolerar. É odiar. E eles não têm nenhum problema em demonstrar esses sentimentos em uma série de manobras ritualísticas passivo-agressivas enquanto permanecem sentados um diante do outro, trabalhando como assistentes executivos de uma editora. Lucy não consegue entender a abordagem apática, rígida e meticulosa que Joshua adota ao realizar seu trabalho. Ele, por sua vez, vive desorientado com as roupas coloridas de Lucy, suas excentricidades e seu jeitinho Poliana de levar a vida.

Diante da possibilidade de uma promoção, os dois travam uma guerra de egos e Lucy não recua quando o jogo final pode lhe custar o trabalho de seus sonhos. Enquanto isso, a tensão entre o casal segue fervendo, e agora a moça se dá conta de que talvez não sinta ódio por Joshua. E talvez ele também não sinta ódio por Lucy. Ou talvez esse seja só mais um jogo.
 
#3 CRETINO IRRESISTÍVEL (2013) - CHRISTINA LAUREN

Uma estagiária ambiciosa. Um executivo perfeccionista. E um relacionamento ardente e totalmente perigoso! Esperta, dedicada, prestes a cursar um MBA, Chloe Mills tem apenas um único problema: seu chefe, Bennet Ryan. Ele é exigente, insensível, sem consideração – e completamente irresistível. Um belo cretino. Bennet acaba de retornar da França para assumir um cargo importante na empresa de comunicações de sua família. Mas o que ele não poderia imaginar era que a pessoa que o ajudava enquanto ele estava no exterior era essa criatura linda, provocadora e totalmente irritante que agora ele tem de ver todos os dias. Ele nunca foi do tipo que se envolve em relacionamentos no ambiente de trabalho, mas Chloe é tão tentadora que ele está disposto a flexibilizar essa regra – ou quebrá-la de uma vez – para tê-la. Por todo o escritório! Mas o desejo que um sente pelo outro cresce tanto que Bennet e Chloe terão de decidir o que estão dispostos a perder para ganhar um ao outro.
 
#4 ORGULHO E PRECONCEITO (1813) - JANE AUSTEN

Quando Elizabeth Bennet conhece o cobiçado Fitzwilliam Darcy, não demora a julgá-lo como arrogante e presunçoso, afinal, ele parece desprezar sua companhia, assim como a de todo mundo, demonstrando um temperamento rude e orgulhoso, impossível de agradar. Após descobrir o envolvimento do sr. Darcy nos eventos que separaram sua querida irmã Jane do jovem Bingley, Elizabeth vê seu ódio pelo detestável cavalheiro crescer. Uma surpreendente reviravolta, porém, poderá provar que as primeiras impressões nem sempre são definitivas. A escrita ácida e inteligente de Jane Austen se renova a cada século, encantando geração após geração e mantendo seu posto como uma das escritoras mais lidas, admiradas e amadas de todos os tempos.
 
#5 PROCURA-SE UM MARIDO (2013) - CARINA RISSI

Em Procura-se um marido conhecemos a jovem Alicia, uma jovem que sabe curtir a vida. Ela já viajou o mundo, adora uma balada e é louca pelo avô, um bem sucedido e rico empresário, que é sua única família. Mas seus planos de continuar a viver uma vida sem preocupações acabam de maneira repentina. Seu querido avô morre e Alicia tem que lidar não só com a tristeza da perda, mas também com os termos do testamento deixado por ele. Sua vida começa a virar de cabeça para baixo quando ela fica sabendo que seu amado avô a excluiu da herança, alegando que a neta não tem maturidade suficiente para assumir seu império - a não ser, é claro, que esteja devidamente casada. Ela se recusa a casar, está muito bem solteira e assim pretende permanecer. No testamento também consta que Alicia tem um cargo vitalício disponível na empresa do avó, então ela decide trabalhar, e não se submeter ás condições do casamento. Só que com o cargo de Assistente não consegue nem pagar a gasolina do seu Porshe. Além disso, seus colegas de trabalho estão cada dia mais hostis. Cansada das pequenas dificuldades que encontra a cada dia, Alicia decide burlar o testamento com um plano maluco e audacioso, colocando um anúncio no jornal em busca de um marido de aluguel. Diversos candidatos respondem, mas apenas um deles será capaz de fazer o coração de Alicia bater mais rápido, transformando sua vida de maneira que ela jamais imaginou

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »