22/05/2022 às 16h06min - Atualizada em 22/05/2022 às 16h06min

Com virada histórica, Manchester City conquista o bicampeonato da Premier League

Time comandado por Guardiola celebra título mais emocionante desde 2012 e tira a possibilidade da quádrupla coroa do Liverpool

Paulo Octávio
Fernandinho, que se despede do time, celebra o bicampeonato. Foto: Reprodução/Instagram @Mancity
Durante os 90 minutos, o Manchester City não saiu do primeiro lugar da tabela. Mas foi por pouco.
 
O time perdia para o Aston Villa por 2 a 0 até os 21 do segundo tempo. Enquanto isso, o Liverpool, outro postulante ao título, estava próximo de virar seu jogo contra o Wolves e assim levar o troféu para Anfield.
 
Acuados, os CItizens resolveram acordar, fizeram três gols em cinco minutos e despacharam qualquer possibilidade de fracasso. Com 3 a 2, o Sky Blues chegou aos 93 pontos, um a mais que os Reeds e conquistou o bicampeonato da Premier LeagueGundoghan e Rodri fizeram para os donos da casa, e Coutinho e Cash descontaram.
 
Esse é o oitavo título do City na soma da era Premier League, que começou em 1992, e a anterior. Clube é o quinto maior campeão atrás de Everton (9),  Arsenal (13), Liverpool (19) e Manchester United (20).
 
E só quem viu o jogo consegue entender como a sequência de emoções foi intensa para o torcedor. Começou com alívio quando o Wolves abriu o placar, converteu-se em espanto com segundo gol do Aston Villa -- justo do Coutinho, ex-Liverpool. E acabou com a euforia da virada. O apito final foi a senha para que o gramado fosse invadido.
 
Assim, o monstro do dia 4 de maio -- dia da eliminação na Champions para o Real Madrid -- foi aniquilado, e Guardiola, antes contestado, agora foi perdoado. Uma das faixas dos torcedores teceu elogios para o treinador.
 
Essa é a quarta conquista nacional do time em cinco temporadas. E esse triunfo elimina a possibilidade do Liverpool faturar a quádrupla coroa --  clube de Anfield ganhou a Copa da Liga Inglesa e a Copa da Inglaterra com vitórias sobre o Chelsea.  Ainda pode vencer a Liga dos Campeões e o Mundial de Clubes.
 
Jogo marcou despedidas. Gabriel Jesus vai se transferir para o Arsenal , e Fernandindo chega ao Athletico Paranaense em julho. Já Haaland é o grande reforço para a próxima temporada.
 
1º TEMPO
 
Uma boa notícia chegou logo no começo do jogo. Aos dois minutos, Pedro fez o primeiro do Wolves contra o Liverpool. Com esse resultado, o City poderia até empatar que seria campeão. E parecia que clube teria tranquilidade. Parecia.
 
Aos nove minutos, Philippe Coutinho chegou para conferir, mas Fernandinho afastou. Logo depois, o Mahrez cruzou e De Bruyne chegou atrasado. Esse lance e muitos outros provaram o nervosismo dos donos da casa que não conseguiram acertar o último lance. Posteriormente, Ederson cortou cruzamento e acionou o contra-ataque, De Bruyne chegou na cara do gol e foi travado pela zaga. Aos 30, Foden apertou a saída de bola e serviu Gabriel Jesus, mas o brasileiro chutou torto.
 
E como quem não faz toma, Sky Blues levou. Aos 37, Cash chegou nas costas de Cancelo e cabeceou o cruzamento de Ramsey para abrir o placar. O City sentiu o gol. Aos 40, Fernandinho saiu errado, e Watkins ficou cara a cara com Ederson e se enrolou inteiro.
 
Com esse contexto, o torcedor azul foi para o intervalo ainda campeão, porém muito preocupado.
 
2º TEMPO
 
Sky blues  armou uma blitz, porém não teve êxito.
 
Aos dois minutos, De Bruyne jogou para longe o seu voleio . Logo depois, Cancelo deixou Jesus na cara do gol, porém o atacante perdeu mais uma. Até que o Liverpool empatou em Anfield e jogou ainda mais pressão. E se parecia que os Reds estavam perto da virada, o Aston, próximo do segundo.
 
Aos nove, o goleiro Olsen acionou Watkins que ficou cara a cara com Ederson, mas perdeu. Coutinho não perderia. 19 minutos depois, ele  fez o segundo. Goleiro Oslen deu chutão para frente, Watkins deu a casquinha, e o brasileiro fintou Laporte e bateu cruzado para o fundo da rede. Desse jeito, mais um do time vermelho e a casa do CIty cairia de vez.
 
Só que o técnico Gerrard, outro ex-Liverpool, tirou o brasileiro  para colocar o volante Nakamba. E o CItizens  resolveu acordar com uma blitz que vai entrar para a historia.
 
Aos 30, diminuiu: Sterling cruzou para Gundogan cabecear e fazer o primeiro. Aos 33, empatou com Rodri. Zinchenko entrou na área e rolou para trás, o volante, da meia lua, chapou forte para deixar todo igual. E aos 34, virou com o segundo do Gundoghan, que fechou cruzamento de De Bruyne.
 
Mesmo com o segundo do Liverpool bastava o time comandado por Guardiola segurar a vitória e foi isso que aconteceu. Ederson esfriou o jogo, e Jesus segurou a posse de bola na lateral. Por isso, até  mesmo o terceiro dos Reds não assustou, e a taça ficou em City of Manchester.
 
PRÓXIMOS JOGOS
 
Agora City vai secar o Liverpool na final da Champions. Partida entre os ingleses e o Real Madrid será no sábado às 16h (Brasília), em Paris (com cobertura do Lab dicas Jornalismo). Sky Blues  fará amistosos até o retorno da temporada, que começará mais cedo, em 9 de agosto, devido a Copa do Mundo em novembro.

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »