24/07/2022 às 18h01min - Atualizada em 24/07/2022 às 16h20min

Arsenal goleia Chelsea e fatura o título da Florida Cup

Mais de 60 mil torcedores viram os gunners imporem seu jogo rápido e ofensivo, com direito a gol de cobertura de Gabriel Jesus

Tiago Silva - Editado por: Alan Martins
Gabriel Jesus comemora gol de cobertura marcado na final da Florida Cup, o primeiro da partida. Fonte: Lance!/Divulgação.
O Arsenal venceu o Chelsea por 4 a 0 no Clássico de Londres que decidiu a Florida Cup no último sábado (23), no Camping World Stadium, em Orlando, nos Estados Unidos. Os gols foram marcados por Gabriel Jesus, Martin Ødegaard, Bukayo Saka e Sambi Lokonga.

Com o resultado, os Gunners seguem invictos em sua pré-temporada, vencendo os quatro jogos que disputou até o momento - contra o FC Nüremberg, na Alemanha, Everton, em Maryland (EUA), e Orlando City e Chelsea em Orlando, na Florida Cup. Além disso, o atacante Gabriel Jesus, recém transferido do Manchester City, teve o maior destaque, com média de um gol por partida.

Já os Blues tiveram uma campanha abaixo do esperado nessa competição, com apenas uma vitória contra o América (MEX), uma derrota nos pênaltis contra o Charlotte FC e a goleada sofrida para o Arsenal no último jogo.

A partida ficou marcada pelo recorde público presente: 63.811 torcedores estiveram no Camping Road Stadium. Em campo, viram um Arsenal totalmente ofensivo, que pressionou a saída de bola do Chelsea e trabalhou com a marcação alta em grande parte do jogo. Consequentemente, os Blues falharam em passes simples na defesa e no meio campo, gerando as jogadas de perigo, contra-ataques e gols dos Gunners.

1º TEMPO

Os primeiros minutos de jogo mostrou a forma como o Arsenal jogaria, com o time buscando a referência de Gabriel Jesus, que estava fortemente marcado. O jogador sofreu três faltas em três minutos de jogo. Já o Chelsea, com um time menos impositivo e com demonstrações de lentidão, chegou no ataque poucas vezes, o suficiente para trazer perigo ao goleiro Ramsdale.

O primeiro exemplo do jogo ofensivo e rápido do Arsenal aconteceu aos cinco minutos, quando Mason Mount errou o passe em uma jogada ensaiada de escanteio, e Gabriel Martinelli armou o contra-ataque pelo meio. O camisa 11 encontrou Saka, que chutou para a defesa de Mendy.

Aos 14 minutos, a defesa do Chelsea cometeu seu primeiro erro crucial com Chalobah, que tocou errado para Gallagher e viu Xhaka passar a bola de primeira para Gabriel Jesus, O camisa nove do Arsenal conduziu a bola e encobriu o goleiro Mendy. Foi o primeiro gol dos Gunners na partida.

O Arsenal continuou a pressionar, com tentativas de jogada pelas laterais e jogadas de bola parada. O segundo gol aconteceu aos 35 minutos, devido a um novo erro de saída de bola do Chelsea: Mendy tentou um passe alto e colocou na cabeça de Partey no meio-campo. O camisa cinco tocou para Gabriel Martinelli, que encontrou Ødegaard livre de marcação e, na grande área, o norueguês finalizou no canto direito do gol.

No final da etapa, os blues conseguiram jogadas de perigo, mas que não foram convertidas em gols. A primeira aconteceu aos 42 minutos, quando Reece James, pela direita, tabelou com Sterling e arriscou um cruzamento em direção ao gol, porém, Ramsdale espalmou para fora da área. Já a segunda aconteceu nos acréscimos, quando Mason Mount, pela direita da grande área, recebeu a bola também de Sterling e chutou na trave.

2º TEMPO

O início da etapa foi positivo para o Chelsea, que se mostrou mais ofensivo e arriscou criações de jogada pelo lado direito do campo. O estilo de jogo não durou muito tempo, porque o Arsenal retomou o estilo de jogo ofensivo em poucos minutos, mesmo com uma série de substituições ao longo da etapa.

A primeira grande chance do segundo tempo foi com os Gunners aos nove minutos, quando Xakha recebeu a bola de Ødegaard e, na intermediária, chutou próximo ao gol de Mendy.

O terceiro gol do Arsenal saiu aos 21 minutos após uma sequência de jogadas: Saka conduziu a bola pela direita e tocou para Gabriel Martinelli chutar. Mendy espalmou e, no rebote, Xhaka deu um lençol em Marcos Alonso, chutou de primeira, e o goleiiro do Chelsea espalmou novamente. No rebote, Saka empurrou para dentro, sem chances para o camisa 16 dos Blues.

Já o quarto e último gol dos Gunners saiu no primeiro de dois minutos de acréscimo, quando Cédric, pela direita, cruzou para Sambi Lokonga que, livre de marcação, cabeceou no canto direito de Mendy. Este foi o primeiro gol do camisa 23 desde sua chegada, em 2021.

PRÓXIMOS JOGOS

O Arsenal finalizará sua pré-temporada contra o Sevilla, em partida única válida pela Copa Emirates, no próximo dia 30, às 08h30 (horário de Brasília), no Emirates Stadium, em Londres. Já o Chelsea terá um último jogo amistoso contra a Udinese, no próximo dia 29, às 16h (horário de Brasília), no Estádio Friuli, em Udine.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »