11/09/2022 às 22h18min - Atualizada em 11/09/2022 às 22h09min

Verstappen vence pela primeira vez em Monza, no GP da Itália

Corrida termina sob bandeira amarela após abandono do piloto da McLaren, Daniel Ricciardo

Ana Carolina Gomez - Editado por: Alan Martins
Max Verstappen no GP da Itália de F1- Foto: Alex Pantling - Formula 1/Formula 1 via Getty Images
Max Verstappen venceu o circuito de Monza, Itália, que ocorreu no último domingo (11), em uma corrida em que vários pilotos sofreram punições e largaram atrás, entre eles, o holandês que largou em sétimo. Carlos Sainz e Lewis Hamilton trocaram os motores e largaram, respectivamente em 18 e 19. Os dois conseguiram fazer uma boa corrida de recuperação e terminaram em quarto e quinto respectivamente.
A vitória de Max fez ele disparar na liderança do campeonato com 335 pontos, fazendo com que na próxima corrida o holandês já consiga o seu bicampeonato, se abrir 138 pontos de vantagem em cima de Leclerc.

O monegasco está com 219 pontos, Sergio Pérez, que está em terceiro lugar com 210 pontos, George Russell em quarto com 203, Carlos Sainz com 187 e Lewis Hamilton com 168.
No mundial dos construtores, a Red Bull se manteve em primeiro com 545 pontos, Ferrari vem logo em seguida com 406 e a Mercedes vem no terceiro lugar com 371 pontos.

Nesse GP tivemos outro holandês correndo, o Nyck De Vries, que entrou no lugar de Alexander Albon (Williams), que teve apendicite. De Vries conseguiu terminar em nono lugar e ainda foi eleito como piloto do dia.

No sábado, tivemos a decisão do título na Fórmula 2 e o brasileiro Felipe Drugovich, chegou para a sprint precisando de poucos pontos para se tornar campeão. Mas logo na primeira volta, o carro teve a suspensão quebrada, e então o brasileiro teve que abandonar a corrida.
Com o piloto brasileiro fora da corrida, o segundo colocado, Theo Pourchaire, precisava ao menos do sexto lugar com a volta mais rápida para adiar o título. Porém isso não aconteceu, e mesmo fora da sprint, Drugovich se consagrou o campeão da Fórmula 2 e se tornou o primeiro brasileiro a conquistar esse título.
 
A CORRIDA
George Russell chegou a ameaçar Charles Leclerc na largada, ele até trocou o lado e passou por cima da zebra, mas não conseguiu a liderança. O outro britânico, Lando Norris teve um início de corrida horrível, largou em terceiro e logo depois caiu para o sétimo lugar. Ainda no início, Verstappen conseguiu ultrapassar Fernando Alonso e Pierre Gasly.

Na segunda volta, Verstappen chegou a terceira colocação, após ultrapassar o Daniel Ricciardo. Enquanto isso, o estreante Nyck de Vries conseguia se manter na oitava posição, a mesma em que largou.

Na volta 8, Sergio Pérez foi para os boxes, após ver fumaça saindo da dianteira e ainda relatou fogo no disco de freio, problema que continuou após o retorno na pista. A equipe pediu para o piloto mudar o balanceamento dos freios e com isso ele seguiu na corrida e chegou a ficar na última posição.

Na 12ª volta, Sebastian Vettel perdeu a potência no motor e teve que abandonar a prova e causou a bandeira amarela, logo depois um safety car virtual (VSC). A equipe italiana aproveitou o VSC e chamou o Leclerc para os boxes. O monegasco voltou em terceiro, com Ricciardo na cola. Verstappen não foi para os boxes e se tornou o líder provisório.

Carlos Sainz conseguiu ocupar a quarta colocação na volta 14, após largar da 18ª. Lewis Hamilton também teve uma escalada, só que mais discreto, e nesta mesma entrou na zona de pontuação. O mexicano ocupou o nono lugar durante a 23ª volta.

Houve uma disputa entre Hamilton e Alonso durante a volta 27, e o britânico conseguiu ultrapassar o espanhol e ocupou a sexta posição.
Durante a volta 32, Alonso abandonou a corrida devido a problemas em seu carro, consequentemente encerrou uma série de dez corridas consecutivas pontuando.

Quando Hamilton foi para os boxes, caiu da quinta posição para a 12ª. Mas poucas voltas depois conseguiu ultrapassar Lando Norris e Gasly, e o outro alvo foi o Ricciardo.

Na volta 47, Ricciardo parou o seu carro, o que rendeu uma bandeira amarela e na sequência entrou o safety car que ficou até o final da corrida.

A classificação final foi Max Verstappen em 1°, Charles Leclerc em 2°, George Russell em 3°, Carlos Sainz em 4°, Lewis Hamilton em 5°, Sergio Pérez em 6°, Lando Norris em 7°, Pierre Gasly em 8°, Nyck de Vries em 9°, Guanyu Zhou em 10°, Esteban Ocon em 11°, Mick Schumacher em 12°, Valtteri Bottas em 13°, Yuki Tsunoda em 14°, Nicholas Latifi em 15°, Kevin Magnussen em 16°. Daniel Ricciardo, Lance Stroll, Fernando Alonso e Sebastian Vettel não completaram a corrida.

PRÓXIMA CORRIDA

A próxima corrida acontecerá no domingo dia 2, às 9h (de Brasília) no Circuito Urbano de Marina Bay, em Singapura.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »