25/09/2022 às 15h46min - Atualizada em 24/09/2022 às 23h22min

Corinthians goleia Internacional e é tetra do Brasileirão Feminino

A partida contra o Internacional teve a presença de mais de 40 mil torcedores

Tiago Silva - Editado por: Nathalin Gorska
Elenco feminino do Corinthians comemora o tetracampeonato brasileiro. Fonte: Adriano Vizoni/Folhapress/Folha de S. Paulo

O Corinthians conquistou o tetracampeonato do Campeonato Brasileiro Feminino ao golear o Internacional por 4 a 1 no jogo de volta da final no último sábado (24), na Neo Química Arena. Os gols das Brabas foram de Jaqueline, Diany, Victória Albuquerque e Jheniffer, enquanto o gol das Gurias Coloradas foi de Sorriso. A partida marcou o novo de recorde de público em um jogo de futebol feminino entre clubes na América do Sul: 41.070 pessoas foram ao estádio do Corinthians e ultrapassaram a marca nacional que a equipe adversária atingiu no jogo de ida, com 30.777 torcedores. Houve também o recorde de renda do continente, com R$ 900.981,00 arrecadados.

O resultado coroou a campanha quase invicta da equipe paulista, além do terceiro título seguido, conquistado após o quarto lugar na primeira fase desta edição. Ao todo foram 14 vitórias, seis empates e uma derrota. Já a equipe gaúcha chegou à final pela primeira vez e superou a campanha de 2021, quando chegaram às semifinais. Foram 12 vitórias, seis empates e três derrotas em todo o campeonato, incluindo a terceira posição na fase inicial. Ambas as equipes estão classificadas para a Libertadores, que começa em outubro deste ano.

Em campo, o jogo que seguiu disputado por todo o primeiro tempo, foi dominado pela equipe mandante no segundo. O Timão apostou nas jogadas pelas laterais e cruzamentos para a área a partir de jogadas construídas por Yasmim e pela dupla Jaqueline e Adriana. Já as Gurias não contiveram tais cruzamentos na parte defensiva, além de também chegar com perigo a partir de cruzamentos e trocas de passes na grande área. Quando levaram o terceiro gol, os erros de saída de bola e de passes intensificaram, e não houve mais reação por parte da equipe visitante.

1º TEMPO

O Corinthians mostrou sua força logo no primeiro lance da partida, aos dois minutos: Jaqueline cruzou pela direita para Gabi Zanotti que, de cabeça, empurrou para o gol. Porém, o VAR alertou uma falta em Maiara Lisboa, jogadora do Internacional, no começo da jogada.

Outra chance clara do Timão aconteceu aos cinco minutos, quando Adriana, após desvio da bola em cobrança de escanteio, quase encobriu a goleira Mayara com a finalização no travessão.

As coloradas abriram o placar aos 13 minutos com Sorriso. A zagueira recebeu a assistência de Ingrid após um trabalho de passes que sucederam o escanteio. Por conta do povoamento na grande área, a goleira Lelê não percebeu o chute rasteiro.

O Corinthians, apesar do gol sofrido, não se intimidou e seguiu com as jogadas perigosas, com o apoio da torcida presente no estádio. Uma nova finalização aconteceu aos 17 minutos, quando Gabi Portilho e Adriana trocaram passes, e a camisa 16 encontrou Tamires livre na grande área. Porém, Mayara espalmou o chute.

E o empate corinthiano veio aos 22 minutos, quando Yasmim, pela esquerda, cruzou para Jaqueline, que chutou de primeira. A camisa 30 ameaçou tirar a camisa, mas evitou para não tomar cartão amarelo - o que a salvou de uma futura expulsão, já que recebeu um cartão por falta no segundo tempo.

A pressão ofensiva da equipe comandada por Arthur Elias seguiu, assim como as chances de gol. Aos 27 minutos, Tamires aproveitou a sobra do escanteio e driblou três marcadoras antes de finalizar. Mayara espalmou para escanteio.

O gol da virada aconteceu no primeiro dos três minutos de acréscimo: Tamires e Adriana tabelaram no escanteio, e a camisa 37 cruzou para Diany, de cabeça e com desvio de Bruna Benites, converter.

2º TEMPO

Apesar da vantagem no placar, o Corinthians não reduziu o ritmo de jogo e começou o segundo tempo com tudo. Dessa forma, o terceiro gol saiu com um minuto e 50 segundos. Gabi Portilho encontrou Victória Albuquerque fora da área, e a camisa 17 converteu com um chute rasteiro. Na comemoração, um cartão amarelo por tirar a camisa.

A partir disso, a equipe do Internacional não conseguiu a reação necessária para empatar ou virar a partida. Com os dois gols de diferença, os erros de saída de bola e de troca de passes prejudicaram qualquer construção de jogada das gurias. Das vezes que chegaram ao gol, as finalizações foram para fora.

Aos 43 minutos, o Corinthians teve a chance de ampliar o placar após a troca de passes entre Jheniffer, Adriana e Jaqueline. A última preferiu finalizar de primeira, porém Mayara espalmou e a defesa afastou a bola.

O quarto e último gol do Corinthians - e do campeonato - aconteceu aos 46 minutos. A dupla Adriana e Jaqueline trocou passes pela direita, e a camisa 30 cruzou para Jheniffer, de primeira, garantir de vez o tetracampeonato das corinthianas.


PRÓXIMOS JOGOS

O Corinthians recebe o São José pela sétima rodada do Campeonato Paulista na próxima terça-feira (27), às 18h30 (horário de Brasília), no Parque São Jorge, em São Paulo. Já o Internacional enfrenta o Flamengo de Tenente Portela, pela terceira rodada do Campeonato Gaúcho, no dia 01 de outubro, às 15h (horário de Brasília), no SESC Protásio Alves, em Porto Alegre.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »