27/08/2019 às 12h31min - Atualizada em 27/08/2019 às 12h31min

Estádios brasileiros disputam indicação para receber a final da Libertadores 2020

Palco da final da próxima temporada será definido em setembro

Izabela Avelar - Editado por Paulo Octávio
Foto reprodução rede social da Conmenbol.

A Libertadores de 2020 não tem nem a metade dos times classificados, mas a disputa pelo estádio que receberá a grande final já começou. Sete estádios de cinco capitais brasileiras mostraram interesse em receber a decisão, que a partir deste ano será em jogo único e em campo definido previamente. Santiago, no Chile, sediara a finalisssima do principal torneio continental, em novembro próximo. E Assunção, no Paraguai, a da Sul-Americana. 

Belo Horizonte foi a primeira cidade a apresentar a candidatura oficial. A Minas Arenas, concessionária que administra o Mineirão, formalizou  a candidatura do estádio para receber a finalíssima em 2020, nesta segunda, 26. O Gigante da Pampulha já sediou jogos importantes e decisões, inclusive do próprio torneio. Em 1997 e 2013, foi palco das finais da Libertadores em que Cruzeiro Atlético consagraram-se campeões, respectivamente. Além disso, o estádio aposta em alguns diferenciais para ganhar a disputa, como por exemplo, a esplanada, que pode receber atrações e shows antes da partida. 

A Federação Paulista de Futebol definiu interesse da Arena Corinthians e do Morumbi em receber a  decisão. O campo do Palmeiras saiu da disputa porque a W. Torre não concorda com exigências da Conmebol. Isto porque a entidade exige exclusividade no uso dos camarotes e na exibição de marcas de seus apoiadores. Por outro lado, o Cícero Pompeu de Toledo, tem a maior capacidade de lotação entre os rivais, o que pode ser crucial para um possível desempate. Mas a possibilidade do Grande Prêmio de Interlagos coincidir com a data da final é um problema para São Paulo. Ambos eventos podem ocorrer no terceiro fim de semana de novembro de 2020, mas a Conmebol confiiramá a data em setembro, e a Liberty Media só deve divulgar entre setembro e outubro.

Logo depois, acontecerá na sede da CBF, na Barra da Tijuca, uma reunião com outros membros da entidade Sul-Americana, representantes do governo do Rio de Janeiro e da federação do estado para que a candidatura do Maracanã seja apresentada. O governador Wilson Witzel já se manifestou publicamente sobre o desejo de ser palco da decisão do ano que vem, quando o estádio completará 70 anos. Confederação sul-americana também vai avaliar a Arena do Grêmio, Beira-Rio, Mário Kempes (Córdoba), Estádio Único (La Plata/Argentina), Estádio Nacional de Lima e Mané Garrincha. Decisão sobre qual estádio sediará a final sairá em setembro.

 
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »