11/09/2019 às 12h09min - Atualizada em 11/09/2019 às 12h09min

Nadal conquista US Open e cola em Federer no ranking de Grand Slams

Espanhol está a um título de igualar o suíço; sérvio Djokovic corre por fora na disputa

João Victor de Souza Viana - Editado por Paulo Octávio
(Foto: Scott Barbour / Clive Brunskill / Getty Images - The Week)
A disputa para ser o maior campeão de Grand Slam -- torneios importantes do tênis -- da história ficou mais acirrada no último domingo (8). Rafael Nadal conquistou o US Open 2019 com uma vitória diante do russo Daniil Medvedev, no Arthur Ashe Stadium, em Nova Iorque, por 3 sets a 2 (7-5, 6-3, 5-7, 4-6, 6-4). Com o título, o espanhol chegou à quarta taça do Slam  e no total soma 19 conquistas, assim ele cola no recordista Roger Federer que tem 20. Os três primeiros no ranking de campeões de Grand Slam da história ainda estão em atividade. Roger Federer, Rafael Nadal e Novak Djokovic encabeçam a lista dos maiores e ainda podem aumentar seus números. Vamos apresentar as estatísticas de cada uma dessas feras:

Roger Federer, 38 anos, é, atulamente, o tenista com mais títulos da história. São com 20 conquistas. Porém, o suíço está vendo os outros dois integrantes do “big three” encostarem. O último triunfo de Federer foi o Australian Open, em janeiro de 2018. Desde então, foram sete Majors, e só Nadal (3) e Djoko (4) levantaram taças. Com 19 títulos, o segundo do ranking é Rafael Nadal, 33 anos. Neste ano, o espanhol conquistou Roland Garros e o aberto dos Estados Unidos. Ano passado, ele foi campeão somente do torneio disputado em Paris, no qual é avassalador. Em terceiro está Novak Djokovic, 32, que tem 16 triunfos. O sérvio vem muito bem nas conquistas, atualmente é o primeiro do ranking da ATP, e dos últimos oito Slams venceu quatro: Aberto da Austrália em 2018, Torneio da Inglaterra em 18 e 19 e aberto do EUA no ano passado.

Nesse ano já foram disputados todos os torneios importantes. Mas, em janeiro de 2020, tem Australian Open, que volta a esquentar a disputa entre o suíço, o espanhol e o sérvio, que formam o “big three” desse esporte.  É inegável que a disputa é de alto nível e quem ganha são os fãs do tênis. Os três atletas já estão na história e ainda possuem potencial para aumentarem ainda mais seus números.


Novak Djokovic: O suíço tem em seu currículo sete Australian Open, cinco Slam Inglês, três US Open e um Roland Garros. Foto: Getty Images



Rafael Nadal: 12 Roland Garros, quatro US Open e um Australian Open. Foto: AFP


Roger Federer: oito Wimbledon, seis Australian Open, 5 US Open e um Roland Garros. Foto: Reuters

 

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »