12/09/2019 às 22h10min - Atualizada em 12/09/2019 às 22h10min

Destino inusitado e inovador para viajantes: África do Sul

Conheça o país conceituado por sua biodiversidade e riquezas culturais.

Iara Freitas - Editado por Jéssica Belo
O habitual pensamento que a maioria das pessoas tem quando um amigo, familiar ou conhecido avisa que está de malas prontas para viajar para África do Sul, primeiramente é: por que a África? 

Neste contexto, agora você irá entender o quê de tão especial há neste lugar que tem chamado atenção, nos últimos anos, de turistas ao redor de todo mundo.

A África do Sul é um país situado no extremo sul do continente africano. É rico em culturas e diversidade, devido sua colonização feita com mistura de povos de vários países. Em razão deste fato, possui cerca de onze línguas oficiais em todo território. Com base na cultura, o país abriga festivais de artes, teatros, museus, exposições, dança, música, iguarias e até ballet clássico. 

Sua capital oficial é a Cidade do Cabo, é por lá que se dará o primeiro passo para o turista que deseja desbravar a África. Ela abrange a vida 
noturna e é bastante procurada. "Para quem curte a noite é o melhor destino, pois é uma cidade jovem e badalada, com muitas festas e jovens intercâmbistas", afirmou Leonardo Borges, administrador, morador da cidade do Rio de Janeiro e esteve na África em Setembro de 2018.
 

Cidade do Cabo - África do Sul. Fonte: Abril Viagem e Turismo
 

Na Cape Town, comumente conhecido, é onde se encontra o Aeroporto Internacional (CTP), que faz com que o país receba muitos viajantes, principalmente, Argentinos, Europeus e Americanos. Lá existe muitos mirantes onde é possível admirar o mar e a beleza natural local. Para quem curte ar livre é o espaço ideal. Do alto, é possível observar a Table Mountain, parque nacional que habita grande espécies de animais, entre eles: zebras, antílopes, babuínos. Também há opção do Cape of Good Hope - Cabo da Boa Esperança, que conta com visão panorâmica da cidade e o famoso Delheim Wines, que trata-se de uma vinícola, para apreciadores de um bom vinho. 

Ainda na capital, a Boulders Beach é uma praia popularmente conhecida pelos pinguins que ocupam a região. Sim, pinguins que estão em cerca de 3 mil, ao total.
 

 

Boulders Beach - África do Sul. Fonte: Blog Vambora
 

Passando pela Capital, a maior cidade da África do Sul é Joannesburgo e está há cerca de 13 horas de carro do centro. Lá, é ideal para quem gosta de história. Existe o Museu of Apartheid, que ilustra a história do século XX, a Constituição Hill, sede do Tribunal Constitucional, e também o Mandela House Museum, onde viveu Nelson Mandela em meados de 1946-1962. Uma dica para se locomover pela cidade é o famoso ônibus turístico de 2 andares, que oferece informações sobre todos os pontos turísticos enquanto você passa por cada um deles!


Mandela House - Joanesburgo, África do Sul. Fonte: Portfollio Collection


Para o Safari, existe diversas opções de reserva natural, mas o Kruger National Park é o mais recorrente. Este parque faz divisa com Moçambique e está há 420 km de Joanesburgo. No Safari é permitido observar em grandes distâncias a vida selvagem em um veículo 4x4, com um motorista treinado para isto. O passeio dura em torno de quatro horas, e acontece sempre na parte da manhã ou ao entardecer. Durante o caminho, pode aparecer muitas surpresas, portanto, não se assuste! Durante os meses de Maio a Outubro, é o momento ideal para visita, pois existirá menos mosquistos e chuvas na área. 
 


Safári - África do Sul. Fonte: GW Travel


Falando sobre hospedagem, Leonardo indica duas opções de hotéis para as diferentes cidades. Doventon House, em Joanesburgo e Atlantic Affair, em Cape Town. "É muito bem localizado, na rua da praia e perto até de Mc Donalds", conta o administrador. Segundo ele, os anfitriões são bastante receptivos e os preços acessíveis, local tranquilo e muito recomendado. 

A moeda oficial é o Rand, e embora seja desvalorizado ao Real Brasileiro, ao final das contas, todo custo exige bastantes Rands, desta forma não é indicado para fazer compras, pois o custo de vida é igualmente considerado ao Rio de Janeiro. Em relação a segurança, Leonardo afirma que não teve problemas com isso, "andei na rua tranquilamente, e não observei nenhum tipo de assalto. Quem for, não irá se arrepender".


E aí, ficou curioso para descobrir todas as outras iguarias que o continente Africano proporciona? Comente aqui embaixo!





Referências:
https://gwtravel.com.br/ - Safari. Acesso em: 12/09/2018.
https://blogvambora.com.br/ - Mandela House. 
Acesso em: 12/09/2018.
 

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »