18/12/2019 às 15h48min - Atualizada em 18/12/2019 às 15h48min

Os filmes esquecidos pelas premiações

Longas de super-heróis , terror e comédia são evitados nas indicações

Júlia Victória - Editado por Bárbara Miranda
A temporada de premiações está chegando, os indicados começam a ser anunciados e as especulações de quem serão os escolhidos para o Oscar crescem. Junto com essa expectativa, surgem as dúvidas se filmes “fora da curva” serão lembrados. Esses longas, de comédia, terror ou  aqueles baseados em histórias em quadrinhos, são geralmente esquecidos nas grandes cerimônias.
 
 É raro ver obras mais “populares” concorrendo nas categorias principais. Os diretores produzem filmes pensando no formato mais tradicional das premiações. Por isso, alguns gêneros ficam de fora. Os críticos preferem obras mais conservadoras, que não tentem abordar questões sociais e raciais de forma explícita, como “Infiltrado na Klan” que perdeu esse ano para “Green Book”.  O que torna surpreendente ver a Academia premiar como Melhor Filme os longas “12 anos de Escravidão” e “Moonlight”.
 
É muito menos provável ver um filme da Marvel ou da DC no meio deles. Segundo Henry Jenkins, professor e estudioso da comunicação:
 
“Nós temos que entender nos termos da academia que ela está fornecendo a si mesma uma alternativa meio que encorajando, incentivando a produção de filmes que poderiam ter um risco comercial e utilizando o prêmio como uma maneira de contrabalancear o mercado”
 
Ou seja, o Oscar serve como um equilíbrio para filmes que não tenham bilheterias tão altas e que a própria premiação possa alavancar e dar visibilidade a eles. Filmes de super-hérois são extremamente conhecidos, não precisam fazer campanhas para indicações e faturam mais do que o necessário. Apesar disso, eles não são totalmente ignorados. Esse gênero é lembrado nas categorias técnicas e, algumas vezes saem premiados:
Indicados:
 
  • Franquia “Homem de Ferro”, os três filmes participaram, mas não saíram com a estatueta (Efeitos Visuais)
  • “Doutor Estranho” (2017) (Efeitos Visuais)
  • “Guardiões da Galáxia Vol. 2” em 2018, perdeu para “Blade Runner 2049” (Efeitos Visuais)
  • Vingadores: Guerra Infinita (Efeitos Visuais)
  • “Batman Eternamente" (1995) (Melhor Edição de som, Melhor Edição e trilha sonora).
  • “Logan”, em 2018 (Melhor Roteiro Adaptado)
"Os Incríveis" (2006) conquistou os prêmios de Melhor Animação e Edição de Som e marcou presença na categoria de Melhor Roteiro Original. “Homem-Aranha 2" (2004) e “Superman” (1978) ganharam em Efeitos Visuais e este último foi mencionado nos quesitos de fotografia e efeitos de som.
 
“Esquadrão Suicida” (2017) bateu “Star Trek” e levou o Oscar de Melhor Maquiagem e Cabelo. “Os Incríveis 2” foi indicado a Melhor Animação, mas perdeu para “Homem-Aranha no Aranhaverso”, em 2019.
 
O rei, nesse nicho, é “Batman: Cavaleiro das Trevas” e reúne oito indicações. É por esse filme que saiu um dos únicos prêmios principais para um ator em filmes baseados em quadrinhos : Heath Ledger ganhou como Melhor Ator Coadjuvante, em 2009. Infelizmente, ele faleceu antes da premiação.
 
Em seguida, vem “Pantera Negra” que surpreendeu a todos e foi o primeiro longa de super-herói a ser indicado como Melhor Filme, no Oscar desse ano. Teve sete nomeações e saiu vencedor de Melhor Figurino, Melhor Design de Produção e Melhor Trilha Sonora.
 
Fora desse universo, outro gênero que encontra resistência da Academia é o terror. Esse preconceito pode estar ligado ao grande número de produções clichês e praticamente iguais dos últimos anos.Mas não é um caso novo. Os filmes mais antigos, considerados como obras-primas, foram esnobados nas premiações. É bem notável essa “antipatia”: na história do Oscar, foram apenas seis filmes de terror indicados:

2018 - Corra!
2011 - Cisne Negro
2000 - O Sexto Sentido
1991 - O Silêncio dos Inocentes
1976 - Tubarão
1974 - O Exorcista

 
De todos esses, apenas “Silêncio do Inocentes” ganhou o prêmio de Melhor Filme.
 
Corra! do direto Jordan Peele, ao entrar na lista da Academia em 2018, representou uma grande mudança. Presente em quatro categorias, incluindo Melhor Ator e Melhor Filme, ganhou como Melhor Roteiro Original. Jordan Peele, dirigiu mais um terror em 2019, com “Nós”. Ele não recebeu nenhuma indicação no Globo de Ouro e uma indicação ao Sindicato dos Atores, de Melhor Atriz para Lupita Nyong’o.

FONTE : Reuters.
 
As cerimônias têm ficado cada vez mais políticas e diversificadas , talvez ocorra uma mudança de postura com relação a esses gêneros nos próximos anos.
 

REFERÊNCIAS

JONES , Emma . Por que filmes de super-heróis não ganham Oscar?. Disponível em:  <https://www.bbc.com/portuguese/vert-cul-43334243>.Acesso em 18 de dezembro de 2019.

 
MOREIRA , Carlos André.Esquecidos pelo Oscar: para os filmes de terror, premiação é um lugar silencioso. Disponível em:  <https://gauchazh.clicrbs.com.br/cultura-e-lazer/cinema/noticia/2019/02/esquecidos-pelo-oscar-para-os-filmes-de-terror-premiacao-e-um-lugar-silencioso-cjsd5vqxw02r001mrj73nkz2b.html>. Acesso em 18 de dezembro de 2019.
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »