06/04/2019 às 14h46min - Atualizada em 06/04/2019 às 14h46min

Pesquisa revela que maioria dos brasileiros aprova pacote anticrime de Sergio Moro

Pacote prevê maior punição à corrupção e crime organizado

Nathan Victor - Editado por Naryelle Keyse
Imagem: Marcelo Camargo/Agência Brasil
As medidas propostas pelo ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, agradam a maioria dos brasileiros. É o que revela a pesquisa do Instituto DataSenado feita com 1.161 brasileiros de todos os estados. De acordo com o estudo, 72% da população têm conhecimento do projeto e 53% acreditam que as medidas propostas pelo ministro terão efeito significativo no combate ao crime e à impunidade.
                                                                                                               
A região Sul se destaca por ser a região brasileira em que a maioria da população conhece as propostas enviadas ao Congresso Nacional — 83%. Em seguida vem a região Sudeste (72%), Nordeste (70%) e Norte e Centro-Oeste (64%). Os que mais se interessam pelo assunto, de acordo com o estudo, têm 60 anos ou mais.

Perguntados sobre a crença de que as propostas de Moro trarão muitas mudanças ao Brasil, 65% dos entrevistados consideraram que sim. Outros 17% acreditam que pouco vai mudar. Já 15% concluíram que não haverá mudança e 3% não souberam ou não responderam.
                                                                    
Um tema também em destaque na pesquisa e que vem sendo debatido nos últimos anos no Supremo Tribunal Federal é a legalidade de cumprimento de prisão após condenação em segunda instância. A Suprema Corte iria discutir o assunto na primeira semana de abril, mas, por determinação do presidente do STF, ministro Dias Toffoli, a decisão foi adiada. Não há previsão de nova data.

Segundo a pesquisa, 51% dos entrevistados são a favor de réus condenados em segunda instância comecem a cumprir a pena. Outros 23% apoiam que desde a primeira instância já haja cumprimento, enquanto 20% acreditam que é preciso uma decisão em última instância para que se possa começar a cumprir a pena. Os que não souberam ou não responderam foram 7%.

Clique aqui para ter acesso aos dados completos.

Entenda as propostas

Logo no começo do mandato do presidente Jair Bolsonaro, o ministro Sergio Moro apresentou à Câmara dos Deputados um pacote com três projetos de lei para combater principalmente corrupção, crime organizado e crimes violentos. Na prática, há alterações no Código Penal, Código de Processo Penal, Lei de Execução Penal, Código Eleitoral e Lei de Crimes Hediondos.

“A ideia inicial era apresentar um projeto único, no entanto, na evolução do estudo sobre o projeto, foi constatada a necessidade de apresentar parte dele por projeto de lei complementar. O governo tem que ser uma liderança nesta mudança e pretende fazer isso com o Congresso. Estamos abertos ao diálogo para aprimorar o projeto dentro do Parlamento”, destacou o ministro ao entregar as propostas ao presidente da Câmara, Rodrigo Maia.


 
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »